Gaydar: Kristen Stewart – Parte 2

(Leia a 1ª parte)

Essas pulseiras são super hetero!

3- APOIO DA FAMÍLIA

Imagine uma noite na casa da família Stewart. Sra Stewart está preparando o jantar e Kristen entra na cozinha como quem não quer nada…

Kris: – Mãe, como anda o seu novo filme? Já escolheram os atores principais?
Sra. Stewart: – Ainda não.
Kris: -Então… eu tenho uma sugestão. E se eu fizesse o papel principal?
Sra. Stewart: -Mas é um papel masculino, filha.
Kris: -Sim, eu sei, mas imagine como seria inovador! Uma mulher interpretando um homem!
Sra. Stewart: -Hum… Você não anda levando essa sua opção sexual muito a sério? Daqui a pouco as pessoas vão começar a perceber e você pode perder seu papel em Crepúsculo.
Kris: -Eu sei, mãe, mas é por isso que eu estou “namorando” o Robert. Não vão falar nada! Ah, vai mãe… deixa, deixa! Pleaaaaase!
Sra. Stewart: -Ok… ok…
Kris: -Ehm… tem mais uma coisa… O outro papel masculino, aquele que vai ser o par romântico do meu personagem…. ehm… pode ser da Nikki?

O resto da conversa é fácil de deduzir, não? E se o enredo for mesmo o que estiver escrito na Wikipedia,  então nós percebemos o quanto Sra. Stewart é mente aberta e apoia e ama a filha. Sabe aquelas mães que vão na parada gay por causa dos filhos?

O filme de ação se passa em uma prisão em Los Angeles, na seção entitulada K-11. Essa parte da prisão é apenas para homossexuais, transsexuais e pessoas com HIV. Butterfly (Kristen Stewart) é uma garota que está trancada nessa seção e que é uma transsexual, que se apaixona por outro prisioneiro transexual Mousey (Nikki Reed).

"Você é a melhor mãe do mundo! Beijos, te amo!"

4- NAMORO DE FACHADA

Reparem no clima de paixão avassaladora.

Acho que muitas lésbicas já passaram pela experiência na adolescência (ou não tao na adolescência assim) de terem um namoradinho para apresentarem para os pais. Sabe aquele seu amigo viadinho que também precisava de uma “namorada” para apresentar para os pais? Ou aquele namoradinho virtual que mora no Acre e ia vir te visitar assim que acabasse a faculdade de medicina dali a 7 anos? Então…

Como provado no item 3, Kristen não tinha problemas com a amabilíssima Sra. Stewart. Mas ela tinha uma família a quem prestar satisfação. A família restart Crepúsculo!

Imagine milhares de menininhas sub-15. Elas não tem noção que personagem não é atriz. Aí não basta para elas verem Edward e Bella juntos. Elas PRECISAM ver Robert e Kristen juntos também! E os pais delas elas PAGAM para isso comprando ingressos, livros, adesivos, revistas, posteres, papel higiênico, tudo da franquia Twilight! Logo os cabeças de Hollywood mexeram os pauzinhos e criaram o namoro-fake para agradar.

Mas se a lógica não te convenceu, vamos perguntar diretamente para a Kristen:

Kristen, você está feliz?

Kristen, você está feliz?

Kristen, você está feliz?

Calma, não precisa sorrir tanto!

Kristen, você está feliz?

Continua…

Edit: Leia a 3ª parte aqui.

Compartilhe com a irmandade!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Pin on Pinterest
Pinterest
Share on Tumblr
Tumblr
Email this to someone
email

15 respostas para “Gaydar: Kristen Stewart – Parte 2”

  1. Haushuashushushushas…..

    Adorei a carinha de felicidade dela nas fotos com o Robert…. =/
    E depois com a Nikki….. : ) : ) : ) : ) : ) : ) : ) : ) : )

    Kkkkkkk…..

    Ai, ai, Kristen…

  2. valeu por responder a minha pergunta la no lebiscoito ahsuahsuahs
    muito gentil da sua parte
    aff confundi uma banda com um filme ahsuahshua

  3. olha sinseramente assim que acabasse crepusculo ela tinha que acabar com Robert sem falar que ela já protagonizou um filme lésbico, que teve o melhor beijo lésbico da história do cinema,hj em dia ser lésbica tá moda!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *