Rituais Fúnebres

Estou numa fase de rituais fúnebres. Sabe aquela fase pós-relação em que você dá um destino (ou não) para fotos, bilhetinhos, mensagens no celular, scraps e depoimentos no orkut? Então, eu gosto de chamar isso de rituais fúnebres, afinal, você está enterrando uma relação morta para ela não ficar exposta e começar a cheirar feito um cadáver.

E foi “limpando” meu pc que eu encontrei umas fotos que eu tirei ano passado quando eu estava voltando da faculdade com minhas amigas e vi um monte de fotos rasgadas na rua. Várias e várias fotos rasgadas de um único homem. (Não me perguntem porque diachos eu tirei foto disso)

Obviamente uma mulher (ou um homem, meu gaydar meio que apita pro cara… ou vai ver foi justamente esse o motivo do término deles…) estava realizando seus rituais fúnebres. E vendo aquelas fotos I couldn’t help, but wonder [momento carrie bradshaw]

Rituais fúnebres lésbicos e heteros são diferentes?

Tentando responder essa pergunta, minha voz interior jornalista-psicótica foi perguntar pralgumas pessoas no msn perto da meia-noite como elas lidavam com isso.

Primeiro perguntei para uma amiga lésbica (a única disponível no msn no momento). Basicamente ela respondeu que se termina mal ela se livra de tudo, senão (wait! existe um término bom?) ela mantém tudo porque são boas lembranças.

Depois perguntei para meu melhor-amigo-hetero. (Detalhe: ele está fazendo intercâmbio e a gente não se fala há um mês. Ao invés de eu perguntar se estava tudo bem, como iam as coisas lá e como ia o namoro, eu simplesmente já fui perguntando sobre os rituais fúnebres dele. Me senti um pouco culpada depois.)

E ele disse a mesma coisa que minha amiga lésbica: depende. Se terminar bem, ele guarda as recordações. Mas ele não deixa de “fácil acesso” para não ficar remoendo.

Uhhhm, basicamente a mesma resposta! OMG! Então decidi perguntar para uma mulher-hetero. E aonde que eu tenho amigas hetero no msn? Aí vi aquela colega-que-estudou-comigo-no-ensino-médio-e-eu-não-vejo-há-uns-três-anos. Óbvio que eu fui cara de pau o suficiente para conversar com ela.

Ela basicamente disse que não joga nada fora (não comentou nada sobre se o término é bom ou ruim) e continua fuçando orkut e coisas do tipo até que ela esqueça da pessoa (o que acontece pra ela quando ela “substitui” o cara por outro).

Oh My God!

Me identifiquei totalmente com ela. Especialmente pelo lado stalker.

Revendo os depoimentos e tentando buscar na minha memória eu não achei nenhum ritual fúnebre que seja lésbico! Ou seja, nesse quesito agimos ao mesmo tempo de forma única e forma universal. Não importa se você é homem, mulher, hetero, homo, elefante… Cada um tem um ritual próprio que não sofre influência da sua classe.

Isso não é interessante?

(ok, not… todo mundo já devia saber isso menos eu)
Compartilhe com a irmandade!Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on TumblrShare on Google+Email this to someone
Esta entrada foi publicada em Hetero X Lésbico, Reflexões, Relacionamento e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

11 respostas para Rituais Fúnebres

  1. Bel disse:

    Tem q taca fogo em tudooo… Nada de fik remoendoo!!! E nao dxa o lado stalker fala mais alto (ta ouvindo ne??)kkkkk…

    Otimo post migá!

    xD

  2. Sol disse:

    Que coincidência… Nessa semana resolvi desentulhar algumas coisas do quarto pra tentar provar q não sou daquelas q guardam até ingressos de cinema (só não guardo pq apagam haha), e achei cada velharia relacionada ao meu ex!
    Tinha o de sempre (fotos, bilhetes, cartões, etc.) e contas detalhadas de celular…
    É, guardei as coisas fofas, joguei as contas e fiquei com uma puta sensação de q hoje estaria no show da Cat Power se eu não tivesse gastado tanto pra falar com aquele tonto por celular. Eu hein…
    Anyway, esse comentário é pra elogiar seu texto. Muito bom, como os outros do blog. 😉

  3. Angel disse:

    Powww..Tô passando por um momentO destes funebres, não sei oq faço com as cartas, as peluciaaas, os cd’s tantas coisas me fazem lembrar minha ex, eu nãO consigO jogar fora, e querendO ou nãO sempre acabo remoendO…Oq eu faço, achu q tô num momento deprê..

  4. Wendy disse:

    bem eu nunca tive q me desfazer de muita coisa, isto é, nunca passei por um ritual fúnebre visto que, meus relacionamentos sempre foram curtissimos, tanto que n dava nem tempo de armazenar presentinhos ou coisas do tipo!
    o máximo q fiz depois de muuuuuuuuuuito tempo foi excluir minha ex do orkut and msn, pois achava desnecessário manter contato com ela… se mal conversávamos e claro principalmente por minha namorada atual, para demonstrar q aquilo já era caso encerrado!

    Enfim, como sempre amei seu post! to viciada e lendo tudo! =D

  5. Julia disse:

    eu não consigo deixar de bisbilhotar o twitter da minha ex, e não consigo apagar o numero dela do meu celular , e sequer os emails que ela me mandou , SOCORRO JAC, eu não consigo cara , a gnt ja terminou faz quase 3 anos.
    mas eu tenho essa mania de não apagar, eu sinto que isso me prende a ela de alguma forma. eu passei O DIA no seu blog fuçando tudo que é POST seu.
    serio me identifiquei com a maioria, mas , pra isso eu não encontro resposta.
    help.

    • Priscila Barbosa disse:

      Bom, 3 anos é muuuito tempo. Significa q vc gosta bastante dela ainda. Se ela nao te corresponde mais acho q vc deveria apagar td sim e nao ficar se remoendo, tentar partir pra outra, se abrir pra novas relaçoes. Mas se vc sente q tem alguma chance de voltar, chama ela pra sair, bate um papo e tenta conquistar ela de novo.

  6. alice disse:

    PARABENS PELO OTIMO POST…
    NAO PENSEI Q LES E HT FOSSEM IGUAIS NESSES ASPECTOS… EU AXAVA (OU AINDA AXO) Q NÓS FARÍAMOS,TALVEZ, MAIS DRAMA.
    SEI LAH, PARECE Q ESTAS COISAS NO MUNDO GAY DOEM MAIS…
    NAO Q EU TENHA MTA EXPERIENCIA PRÓPRIA (NA VERDADE NÃO TENHO QUASE NENHUMA…) MAS MEUS AMIGOS SOFREM TANTO, LEMBRAM TANTO DOS EX E MESMO ASSIM GUARDAM TUDO PRA “TER RECORDAÇÕES”…
    MUNDIM COMPLICADO!

  7. Lele disse:

    Tô passando por um momento destes funebres.Eu não consigo joga fora as lembranças desse relacionamento.É difícil eu ainda mando MMS de amor para ela.Eu amo loucamente minha ex namorada.Preciso de ajuda estou totalmente deprê……………….

  8. Camila disse:

    haha, semana retrasada, queimei tudo que havia sobrado, cartas, fotos, roupas nao, por que foram pra doação!

  9. Camila disse:

    Continuando, não fico olhando face nem nada, não tivemos um fim muito dos agradaveis, mais acho que a vida é dela agora, ela faz o que bem entender e eu tambem ,a acho que revirar coisas do passado faz mal. o que esta no passado deve ficar la

  10. Catfish disse:

    Sou stalker qdo a pessoa ainda me interessa. Se não tem mais nada, não tenho mais curiosidade mesmo!
    Acho q meus rituais fúnebres (kkk adorei o termo) são bem dramáticos. Normalmente jogo as coisas q ganhei de presente fora, duas vezes devolvi aos falecidos os presentes pelo correio.
    Já me falaram q é falta de educação devolver presentes, pode ser, mas mto mais falta de educação é destruir um coração apaixonado!! Não guardo nada, rasgo e apago fotos. Pra energia ruim não atingir novas possibilidades de relacionamentos.
    Acho q os ritos são os mesmos p/ qq orientação sexual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *