The Real L Word – s02e01

Sei que muitas de vocês não esperavam por isso (nem eu para falar a verdade), mas 1 ano se passou, arrumei namorada, arrumei emprego, terminei a faculdade e quando algumas leitoras me cobraram reviews vi já havia começado uma nova temporada de The Real L Word.

Quais foram minhas últimas lembranças da primeira temporada? Whitney com drama, Rose sendo uma imbecil, Natalie sendo outra imbecil, Tracy sendo bonita e fofa e só, Mickey sendo workaholic, Nikki e Jill sendo chatas, Bubu conquistando meu coração e eu morrendo de ódio de ter que escrever reviews.

Será que nessa temporada será tudo diferente? Será que teremos casal boring de novo? Será que teremos strippers novamente nessa temporada? Será que eu conseguirei inventar piadas novas?

Para poupar nossos ouvidos, a primeira mudança dessa nova temporada é não trazer as entrevistas com as participantes, então não teremos nossa tradicional Tracy Face

“Shit… Essa é minha última aparição!”

Então qual poderia ser a primeira cena da 2ª temporada? Precisaria ser uma cena muito representativa da vida real de uma lésbica. As opções:

( )Lésbicas fazendo sexo;
( )Lésbicas trabalhando;
( )Lésbicas na buatchy;
( )Lésbicas dormindo;
( )Lésbicas almoçando;
( )Lésbica dirigindo um carro fumando, enquanto sua ex ou sua possível ex-ex liga para ela deixando um recado na caixa postal dizendo o quanto as coisas foram estranhas a última vez que elas se encontraram e pedindo para elas se conversarem um dia para esclarecer as coisas porque ainda vale a pena tentar… blablabla… DR… blablabla

Se você marcou a última opção, parabéns! Você entende da vida real de uma lésbica! (E não estou sendo irônica aqui)

***Whitney***

A nova temporada começa com a única personagem lésbica principal sobrevivente da temporada anterior dirigindo um carro fumando, enquanto sua ex ou sua possível ex-ex liga para  ela deixando um recado na caixa postal….

Essa ex ou possível ex-ex é ninguém mais ninguém menos do que Sara – a boazuda pela qual a Whitney trocou a Romi e que depois pegou a Romi na frente da Whitney. Não entendeu? Acostume-se que esse é o mundo lésbico.

E o que então elas fazem? Se encontram para discutir a relação. Sara é tão bitch, mas tão bitch, que faz a Whitney parecer uma cordeirinha assustada enquanto ela fala coisas bitches como…

Mas Whitney faz a fera ferida e relembra todo o ato de bitchness da Sara (o dela ela não lembra né?) e o programa põe um flashback com cores azuladas da Sara dando um pega na Romi (ex da Whitney, caso não se lembre).

E aqui está a DR nº 1 desse programa (vamos marcar o número de DRs). O ruim de fazer resenhas de programas sobre lésbicas é fazer resumo de DRs. Todas DRs são iguais, todas não levam a lugar nenhum e todas não são interessantes para quem não está envolvida na DR específica.

Pelo menos aqui vai o registro de uma DR de lésbicas de verdade:

Whitney: Eu não sei o que fazer com você.
Sara: Apenas me ame. Vou ser a melhor namorada que você já teve. Tipo, estarei com você e serei sua melhor amiga.
Whitney: Você faz parecer tão fácil.
Sara: Você está lutando contra si mesma, sabia?
Whitney: Sim, porque eu te desejo como viciados têm vontade de usar heroína.
Sara: Oh meu Deus, sério? Você está comparando com isso?
Whitney: É como se eu fosse viciada em você.

*blablabla*

Whitney: Eu sou frustrada sexualmente.
Sara: HAHAHAHAHAHHHAHA
Whitney: Eu sou. Não posso negar mais. Você acabou ficando sob minha alma. Como uma forma de lepra. [/romântica] Aos poucos correndo minhas pernas e pele. Isso é o que você é.
Sara: Eu gosto desses membros.

Resumindo a DR: Sara quer ficar com Whitney, mas esta está relutante por ter levado um chifre.

Em um outro momento, Sara chama Whitney para consertar coisas na casa dela. Sabe aquela fantasia nossa masculina da vizinha gostosa aparecer enrolada só na toalha dizendo que o chuveiro quebrou? Coisa do gênero.

 Legenda:
( )Quantas lésbicas são preciso para trocar uma lâmpada?
( )Pra que usar uma cadeira se é possível ficar pegando na coxa/bunda da sua ex ou ex-ex?

Depois de muito nhenhenhe das duas, Whitney decide ir para casa (i.e. não fazer sexo com Sara) porque sabe que Sara não é boa para ela.

Enquanto isso, do outro lado dos EUA, uma japa (japa número 1, vamos manter as contas também de japas nesse episódio) desconhecida está fazendo as malas com seu amigo gay.

Reparem no subtítulo dela. Ela foi namorada da Whitney por 4 anos e meio. OMG! Isso dá mais de 31 anos heteros!!! Pensei que a Whitney nunca fosse capaz de ficar tanto tempo com alguém.

Rachel conta então sua história com Whitney, enquanto passa um flashback de fotos das duas long long time ago.

As duas eram lésbicas felizes até que uma (Whitney) traiu a outra (Rachel) e foi pra LA. FIM.

Mas por que essa Rachel está aparecendo no programa? Por que ela está fazendo as malas? Vai visitar o tio-avô no Japão?

Nãããoo! Ela está se mudando para…

(  )Brazil;
(  )Japan;
(  )Texas;
(  )Alaska;
(X)Los Angeles!!!

Onde ela ficará…
(  )Num hotel;
(  )Na casa de uma amiga;
(  )Numa pensão barata;
(  )Na casa de um parente;
(X)Na casa da ex dela de 4,5 anos que a traiu e a magou profundamente;

Como se isso não fosse lésbico o suficiente, aparece a amiga da Rachel, Hana, que é ninguém mais, ninguém menos que a ex da Sara (de 5 anos!).

Japa número 2.

De volta para L.A., vemos Alyssa (L), a amiga conselheira da Whitney, falando o quanto Sara é traiçoeira (cê jura?) e o quanto Whitney deve se manter afastada dela.

Em compensação… Alyssa ama Rachel (a japa ex da Whitney), apesar de achar que Whitney deve ser cuidadosa, afinal deve haver ainda sentimentos entre elas e blablabla… não quero que você quebre a cara… blablabla… amiga precavida… blablabla…

Alyssa: Você quer dormir com Rachel?

Whitney: … Não…

Alyssa: Mesmo? Dois dias atrás [/quando não estavam gravando] você disse que ia fazer sexo com Rachel.

Whitney: Oh my God, Alyssa!

Nada como uma amiga que conta os offs!!!

Mas chega o dia em que Whitney e Alyssa vão buscar Rachel no aeroporto igual Whitney buscou Sara na primeira temporada.

Ambas dão declarações que provavelmente vai rolar uns pegas, mas não na frente uma da outra. Ou seja, basta Rachel fechar a porta na cara de Whitney na primeira (ou segunda) noite que Whitney entra no carro de Sara, vai pra casa dela e, bem… Reações minhas enquanto via com a cena com a namorada…

OMG! Elas estão peladas na TV!

Uh! Isso é sexy, hein?

Quantas tatuagens nesse frame!

OMG! Tá muito explícito isso!!! Too much! Too much!

*Ainda chocada com o close anterior*

Oh! Boa abertura de pernas!

E assim terminamos o 1º episódio de The Real… Ahn… Aé, tem outras lésbicas no show, né mesmo?

***Romi***

ROMI – Whitney’s ex-ex-girlfriend.

Nome lhe parece familiar? Siiiim, é ela mesma! A sua, a minha, a da Whitney, a nossa… Romi!!! Ela sim é um modelo de ex-stalker-sem-dignidade para todas nós lésbicas (que em algum momento da nossa vida fomos/seremos uma ex-stalker-sem-dignidade de alguém). Veja o exemplo…

Depois de ser humilhada e se humilhar durante boa parte da 1ª temporada, no último episódio ela deu a volta por cima e pegou a peguete da sua ex. Mas na verdade quem saiu com crédito por essa reviravolta foi a Sara. Então ela precisava de um plano, ela precisa sair por cima de toda a situação. O que ela fez?

1- Se tornou uma das protagonistas do reality show da ex dela;
2-Arrumou uma namorada que, segundo o que ela diz, é a namorada mais perfeita do mundo;

3-Reforçou seu visual de calopsita;

Ela está em Nova York (you know, lésbicas nos EUA só existem em SP e RJ LA e NY) com sua namorada para comemorarem o aniversário de 29 anos dela.

Mas eu preciso fazer uma confissão aqui. Eu amo a namorada da Romi. Foi paixão a primeira vista. Tudo começou quando eu vi isso no tumblr:

Eu basicamente decidi assistir The Real L Word s02 por causa dessa imagem. Mas, infelizmente, ela era boa demais para ser verdade…

O que não tira o mérito de Kelsey ser uma pessoa tão alegre, feliz, de bem com a vida, espontânea e expressiva.


Romi: Você se divertiu?
Kelsey: Baby, nós temos que ir.

Diva! Romi explica que começou a sair com Kelsey logo após o lance com a Whitney. Ela diz que pensava que amava Whitney, mas era mais paixão e luxúria. Quando ela falou a palavra luxúria, a querida edição do programa mostrou o flashback de um momento muito… ahn… impactante da temporada passada.

Kelsey obviamente não foi uma das lésbicas que assistiram a primeira temporada.

Romi está felicíssima com Kelsey, ela é tudo o que ela sempre quis… blablabla… minha namorada é demais… blablabla… estou muito melhor sem a Whitney… blablabla… dei a volta por cima, bitches… blablabla…

Dá para ver muito bem a sintonia do humor delas quando Romi diz que Kelsey está esperando ela ficar bêbada para se aproveitar dela (bem vinda ao mundo lésbico onde você constantemente se perde com os 30 “ela” na frase) e Kelsey basicamente faz uma cara de desprezo e vira os olhos.

Quando Romi comenta que as duas estão juntas há 10 meses (mais de 5 anos heteros) e que elas passaram muita coisa juntas e tal, Kelsey prefere falar de ouuutro aniversário.

E se não bastasse toda a exposição que Romi sofreu na 1ª temporada, agora nós sabemos o tipo de depilação dela…

Sim, deram eeessseee close na Romi…

Romi e Kelsey estão se arrumando para um jantar com um casal hetero de amigos da Romi, quando eu descubro mais um motivo para amar Kelsey…

O que Romi disse: Você vai ser legal e social com todo mundo?
O que Romi quis dizer: Você vai fingir ser legal e social com todo mundo?
Kelsey com a maior cara e voz blasés: Naturalmente.

Aí, começamos a DR número 2 com Romi pedindo para Kelsey não fazer perguntas estranhas. Kesley dá o depoimento dela dessa DR e usa pela 2ª vez o termo frustrante no episódio. Ah, viva o amor!

E aqui vai mais um quiz… O que um casal de lésbicas faz quando sai com um casal hetero?

(  )Jantam normalmente e comentam sobre trabalho;
(  )Começam a se pegar na frente do casal hetero para causar inveja;
(  )Conversam sobre amenidades;
(  )Discutem a relação exaustivamente na frente do casal hetero (que obviamente fica quieto de constrangimento) querendo comparar os relacionamentos e depois dizendo “ah, mas você é um homem”.

Tradução: “Eu quero que ela pare de faze a passivona e faça alguma coisa por mim na cama.”

Resumindo, DR número 3. Mas pelo menos elas se tocam e vão no banheiro terminar a DR delas (se lembram que eu já revelei o que lésbicas fazem no banheiro?).

E como duas lésbicas terminam uma noite depois de muita DR?

Pausa para a melhor cena romântica das duas…

Não sei o que é mais romântico: se são os olhares, se é o diálogo ou essa declaração em si de amor! Finalmente as duas se acertaram, né? E tiveram um ótimo e ardente sex…

***Sajdah***

Talvez muitas de vocês não tenham acompanhado as discussões que TRLW gerou nos EUA, mas uma das principais reclamações era o fato de não haver muita diversidade física e racial (i.e. butches não eram representadas, nem negras). Então o que decidiram fazer? Achar uma butch, negra e politicamente engajada. “Aqui está a diversidade que vocês tanto queriam, bitches!”

Começamos com ela num comitê (ou coisa assim) fazendo coisas para banir a lei que bania casamentos gays na Califórnia. Eu não entendi muito bem (por que o episódio não fez muita questão de esclarecer também), mas já começamos com um momento meio flerte entre Sajdah e uma das gurias lá.

Enfim… se fosse dar em alguma coisa isso, certamente o programa ia ter pelo menos mencionado o nome dela…

Rajdah conta um pouco da história dela. Ela é assumida há apenas 1 ano e sofreu uma transformação de visual muito grande quando se descobriu (já cantei essa bola aqui). Ela falou que até foi candidata a Rainha do baile de formatura (que é o maior status que uma mulher pode alcançar na vida nos EUA).

~Momento Reflexão~

Já repararam que toda butch tem um certo orgulho do seu passado feminino? Tipo, “sou butch mesmo, mas não é por falta de opção, porque se eu quisesse ser feminina ainda seria mais bonita que você, bitch!” [/baseado em experiências pessoais]

~/Momento Reflexão~

Bem, Rajdah está no quarto perguntando para sua amiga (que eu acho que é amiga) se ela está bem para um encontro que ela terá com uma guria da internet. Elas se conheceram num site de relacionamento hetero… um acaso do destino… ou seja, elas nasceram uma para a outra [/interpretação lésbica dos fatos].

Rajdah está com todas as inseguranças que uma lésbica tem quando vai a um encontro com alguém que conheceu pela net…

1- Será que ela é tão bonita quanto na foto?
2- Será que ela vai se interessar por mim?
3-Será que ela é hetero e clicou em “mulher interessada em mulher” por engano?

Obviamente Rajdah já conta para a mãe que está para conhecer uma garota chamada Chanel. E ela faz aniversário no mesmo dia que ela – esse é um total sinal de que são almas gêmeas [/interpretação lésbica dos fatos]. Confesso que minhas expectativas para essa Chanel eram as piores possíveis, mas quando ela aparece….

[/efeitos especiais by Jac]

Ela é linda! E simpática! E fofa! Igual minha namorada! [/fui obrigada a censurar parte do comentário e escrever essa última parte]

#WIN

Então Rajdah vai pruma buatchy all-girls e se acaba de dançar com Chanel (L).

Depois da festa rolou até nhenhenhe…

Chanel: O que você realmente quer de presente de aniversário?
Rajdah: Eu já ganhei meu presente. [/butch com frases prontas de impacto]

***Claire***

Somos apresentadas a Claire numa festa de despedida. Despedida pois ela está saindo de Nova York para ir para Los Angeles correr atrás da ex dela. Até aí não teria problema algum (na verdade teria sim, fala sério, né? Correr atrás de ex?) se ela não tivesse uma namorada.

E não é uma namorada qualquer! É uma japa! Me revolta dar o pé na bunda de uma japa! Ainda mais ela se chamando Vivian! Total me lembra uma das minhas personagens preferidas dos filmes lésbicos: Vivian de Saving Face!

Super revoltante! Mas aí a gente descobre que a ex da Claire também é japa!

Claire e a primeira japa dela que a fez virar uma Maria Arroz.

E na festa de despedida praticamente só tem japa! Agora vejam o quanto de japa apareceu nesse episódio…

Tem mais japas do que filme do Kurosawa!

(Aliás, esqueci de uma, fica o desafio aqui de achar a 7ª japa. Quem achar terá a honra inigualável de virar minha BFF no facebook e poder me mandar presentes no Treasure Isle.)

Enfim, taras a parte… Basicamente o que Claire quer fazer é trocar a namorada japa perfeita dela para correr atrás da japa bitch.

E vamos resumir a história porque eu já tô de saco cheio dessa Claire…

1- Ela deixa a namorada dela em Nova York chorando.

Partiu meu coração ver a Vivian chorando.

2- E vai para Los Angeles ter uma DR (número 4 – e é uma baita DR) com a ex.

Bitch!

***Kacy e Cori***

Aproveitando a minha raiva de ter passado o sábado inteiro fazendo esse post e minha raiva pela Claire, vou resumir também a Bette e Tina, Nikki e Jill da temporada.

O que nós precisamos saber sobre o casal:

1-É um casal butch-femme, o que eu acho legal de se representar;
2-Elas querem ter um filho… e praticamente vivem para isso.

Discutindo ciclos de fertilidade.

Procurando algo no sex-shop para “borrifar” o man’s juice.

Esperando ligação de um amigo para ver se ele vai doar esperma para elas.

Eu realmente simpatizei com elas. São bonitinhas juntas, engraçadas e dá para ver que se amam. Espero no próximo post estar de melhor humor para falar mais sobre elas.

Aliás, a resposta do amigo sobre ser doador foi um não.

O que eu achei desse episódio: TRLW s02 tem muito mais potencial do que a primeira temporada. Claro que perdemos a Rose para dar uma movimentada na história, mas com a quantidade de exes que está vindo para L.A. acho que não vai faltar história. Aliás, não me lembro de um episódio da 1ª temporada com taaanto tempo dedicado a DRs.

Compartilhe com a irmandade!Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on TumblrShare on Google+Email this to someone
Esta entrada foi publicada em Mídia e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

36 respostas para The Real L Word – s02e01

  1. Ana disse:

    Caralho, adorei e tipo, me perdi com tanta ex’s rs

  2. Gabriela disse:

    hauihau

    Ahhh bom dona Jac, achei que a gente ia ter uma DR antes de dormir u.ú hahaha NOT! Pobre de mim, sequer sugeri algo específico praquela parte…

    Tbm achei a Claire uma jaguara. Ela foi pra pqp só pra ir atrás de uma ex que acertadamente esculachou ela. Poha. E deixou a japa que super ama, é fofa e tudo o mais. Não mereceu meu respeito, pelo menos não por enquanto… veremos.

    O casal é bem legal ^_^ … e elas até têm um mimi amarelo-queimado!

    Muito bem escrito baby o

    Beijos, gata =***

  3. rafaela disse:

    aushuaud muito loco mesmo !

  4. Lei de Gaga disse:

    Yey!! Valeeeeu pelo post!! =)))
    O engraçado é que quando assisti na semana passada e vi aquela cena da Whit+Sara na cama eu fiquei imaginando os print’s deste post kkkkkkkkkk
    Ri aaaalto aqui do visual ‘calopsita’ da Romi!
    Tbm achei a Claire uma jaguara. [2]
    E não tem jeito, o mundo lés é um rebucetation sem fim! FATO. Essa é ex daquela que pegou a outra que agora tá com a ex da sua ex.

  5. Faux disse:

    Hey Jac, desculpe a demora… tive um pepininho com a minha ex que eu tava t contando outro dia….

    Meuuuuuu…. Agora eu quero muuuuito ver o episodio…vamos observar essas novas encrencas… pq as da season passada, jisuis… de vez em quando sinto vergonha alheia…

    Seus posts sempre fazem eu terminar o dia rindo… obrigada…

    Ps: Tá uma despudoração (rs) esse episodio, hein….

    Bju

  6. Elis disse:

    HAHAHAHAHAHAHHA
    Eu ri TANTO!!!
    Ah, Jac… eu sei que é chato pra você fazer os posts do TRLW e tals… mas continua, vai?!
    *——*
    Maria arroz foi foda. hahaha
    Adorei o jeito amável da Kesley também.
    A Claire é um bitch, aliás, essa temporada tá bem real mesmo. Muita DR, drama e ex enchendo o saco…
    Não faço ideia de onde está a 7ª japa.
    E é bom ressaltar que eles também capricharam na diversidade lésbico-racial, (muitas) asiáticas, afros e butches ;]
    Enfim, o post tá muito bom!
    Continue, please. =)

  7. Mar disse:

    Nunca vi nenhum episódio de TRLW (pseudo-lésbica eu? Poser lésbica eu? Imagina!), mas depois desse mega post eu acabei ficando curiosa. Enfim, amei o post e amo o blog, parabéns (me come logo, não faço sexo tem 3 semanas, até se você fizesse um post de como cortar laranjas eu ia dizer que amei pra fazer a simpática, -nn.)!

  8. Marina disse:

    Vi este episódio(rapidíssimo, aumentei a velocidade do vídeo) somente para ler o post (assim como parte da 1 temporada).
    – Witney namorando mais de 4 anos? Fiquei de cara.
    – Witney & Sara = má que que iiiiisso minha gente? má que que isso? Esta cena foi algo que definitivamente não me “convenceu”, não me senti atraída nem um pingo. Repare que Witney não fechou a porta desta vez (como na 1 temporada). E tem razão, a Sara faz a Witney parecer um carneirinho. Run Witney! Run!
    – Romi não tem pudor (imagine o camera man filmando aquilo).
    – “E tinha gente achando que eu tava na piorr..” Romi para Withney (referências luisa marilac).
    – Fiquei toda ounnnn com a declaração da Kasy para a Cori.

    Nenhuma das novas personagens me cativou, acho que pode ser saudosismo, mas enfim, achei que teve DR’s um tanto.. demaaais! (100 paciência). Gosto mais das facetas de HUMOR das personagens (where’s Stamie?) Quero rir.

  9. Jess disse:

    Você quis dizer [i]The Real Drama Word[/i]

    1) Kelsey, vemk.
    2) No more Rose, já é um bom começo, AMÉM.
    3) Romi toda retardada, pra não perder o costume.
    4) Whitney vs. Jenny Schecter, quem evolui mais em chatice a cada capítulo?
    5) Kacy e Cori (+ gato) = todos lindos, apaixonados e sem porra nenhuma (literalmente).

  10. mushthielv disse:

    Acho que a 7ª japa é a Rachel, eu acho. Não sei diferenciar HAHAHAHA

  11. Guiga disse:

    Kelsey ganhou meu coração… E o das minhas amigas que também estão assistindo à segunda temporada.
    E a Romi continua me fazendo ter ataques de vergonha alheia. Mas tá muito grande essa putaria pra um seriado de família.
    Kacy -a butch do casal- resolveu o dilema da minha vida quando comentou alguma coisa sobre ter peitões. Eu também sou butch com peitões e sempre via isso como um problema. Agora é motivo de auto-sarcasmo, hahaha.
    Adorei a inclusão da Sajdah. Não precisava essa overdose de japas e por mim a Rose tinha que reaparecer de alguma forma. Quem sabe a Whitney não dá uma festa da camisola na casa dela?

  12. Raquel disse:

    NAO DEIXE DE ESCREVER NAO É TAO LEGAL ISSO NAO DEIXE POR FAVOR

  13. Jéssica disse:

    Ri de:
    “4 anos e meio. OMG! Isso dá mais de 31 anos heteros”
    e
    “(bem vinda ao mundo lésbico onde você constantemente se perde com os 30 “ela” na frase)”

    =D

  14. Priscila disse:

    (1) Djesus, muita nudez no episódio. E engraçado, já falaram e eu achei tb: não foi muito bonito de ver…

    (2) Adorei a namorada da Romi, eu gosto de gente quieta, gente muito feliz -empolgada-saltitante me dá nos nervos.

    (4) MUITA JAPA MESMO!

    (3)O que diabos a Claire queria da vida dela hein? Ela chega do outro lado do país pra ver a ex, se hospeda na casa da ex, e na PRIMEIRA conversa já sai aquilo?? Poxa, primeiro você finge que tava com saudade, é educada, se aproxima e sóóó depois é que coloca as garras de fora. Ali é bitch x bitch. Sai faísca. Mas confesso que achei que foi a menina mais gracinha da temporada. (atração fatal por bitches ¬¬ )

    (4) Que coisa fofa a declaração de amor da Kaci/Cory para a Kaci/Cory no restaurante. <3

  15. Kamila J. disse:

    Agora o the real vai mostrar como é a rotina da Whitney ,ou seja,bancar o taxista para todas as ex’s e possíveis ex’s e peguetes da moçoira.Moça tal que é tomada como a maior pegadora ever de L.A (isso porque não conhecem a minha beleza e disposição).Tá faltando mulher bonita em L.A porque na boa -que me desculpem as fãs de Whitney-pegadora-ever – mas eu naum pegava a Whitney nem que fosse a última mulher do planeta (e olha que eu ando na seca ).
    Sem noção essa nova temporada de the real.

    Beijos garotas .

    Parabéns pelo post ,linda.Me poupou de ter a ilusão de que essa temporada seria melhor que a passada.

  16. @ainatty disse:

    Amo essa sensação que os reviews da Jac deixam de que a gente acabou de assistir o episódio. Ainda não deu pra eu assistir o episódio de fato, mas sei que quando eu ver já vai estar tudo esclarecido. Mal posso esperar pro próximo…
    Eu ainda gosto da Whit, comecei a curtir a Kelsey, quero ver mais cenas das outras pra ver o desenrrolar. y)
    Jac, não desista dos reviews, nós leitoras agradecemos. o/

  17. Alema disse:

    Dío, como eu gostei da Chanel! Tomara que a Rajdah fique com ela para podermos vê-la mais vezes..
    E a Kelsey tinha tudo pra ser bem interessante, mas na real ela é infantil e meio frígida/fria, 0 química com a Romi.
    A Claire é o cúmulo do egoísmo! Isso só prova que ela não merece a fofucha da Vivian.
    O povo muda de cidade como se muda de roupa! E olha que L.A. e N.Y. são o Oiapoque e o Chuí de lá.
    Acho que comigo vai ser que nem a 1a temporada: no começo eu até que assistia, mas depois percebi que os seus reviews eram melhores do que a série, então acabei acompanhando só por aqui mesmo.

    p.s.: Olho puxado é o que não falta mesmo. Só na mesa de despedida da Claire tinha mais umas 3 e ainda tem a maquiadora da Francine.

  18. iolanda h. disse:

    …aiai…vc é maluca mesmo, viu?
    e ainda achei que essa cidadã aí no canto direito superior da tela fosse vc…
    não deixa de escrever não, pois tem gente cmo eu, que lê mas não tem o costume de postar…

  19. Iolanda disse:

    …e Kelsey, hein? …vontade de morder…

  20. Evita disse:

    Po, a Romi não tem senso do ridículo. Resolveu participar dessa segunda temporada pra pagar mais mico e ser mais humilhada… Romi is crazy! Me dá pena dela. rsrsrsrs Acho que nem vai valer a pena assistir a essa segunda temporada, estou vendo que de real mesmo só as “bitchices” de Wit e Claire… Sorry, girls, mas não considero the real l word nem um pouco real, é só uma jogada pra atrair mulheres inocentes, à espera de algo verdadeiramente lésbico na tv. Lógico, não estou duvidando da sexualidade delas, que é a única coisa verdadeira nesse programa, as “atrizes” são todas lésbicas, mas as histórias, todo o enredo, pra mim, é super fake. Prefiro acompanhar por aqui, é mais divertido.

  21. Lu =D disse:

    Jac, Adorei o post, msm sem nunca ter visto esse seriado já me apaixonei por umas três só por causa de vc, mas me diga uma coisinha básica?
    Onde eu baixo… vejo… leio… the real l word? em portugues?

    Bjos!!

  22. Jennifer disse:

    Ixxi !!! Quando a Whitney vai parar de ficar fazendo besteira a menina só tá com ela por causa da carreira. Sei que temos que aproveitar a vida e quanto mais mulheres melhor, mas com alguém que no mínimo goste de nós de verdade. Outra coisa que não gostei foi que mudaram o time todo do TRWL, eu amava o jeitinho doce da Mikey e até da Rose(apesar de ser destestável é engraçada), bom o lado bom é que tiraram Nikki e Jill que só pensavam em casamento e provavelmente iriam passar mais uma temporada completa só falando de adivinha o que casamento e isso não dá né?

  23. Roberta Lima disse:

    a outra japa é a Kaci? ( 1momento Kelsey kkkk), tá não sei quem é a japa, mas morri de rir do post,excelente!! Kelsey nem preciso falar prefiro a chapada da Whit, a Claire com aquele estilo sujo dela, afe..casalzinho querendo ter filho ronnnnczzzzz…e uma negra finalmente, assisto pq gosto das músicas e da abertura :))

  24. steh disse:

    A outra Japa é a que ta fazendo flexão no banner do blog HAHAHAHAHAHA cadê facebook? Vamos ser bffs.

  25. Eri disse:

    Achei seu blog sem qrer e curti megas seus comentários sobre TRLW
    Caraa vc tem talento! e se eu não estivesse caindo de sono falaria mais..enfim espero poder voltar aqui (ou seja, continue com sua leitura/coments pleeease)

  26. Caroline P. disse:

    kkkkkkkkkkkkkkkkkk as piadas continuam boas. Já tô por dentro de tudo! Valeu hein

  27. Luiza Roale disse:

    Esse foi o melhor review da historia!! hhaha, ri muuito!!

  28. Gabi disse:

    kkkkkk muito engraçado,nem preciso assistir a 2ªtemporada depois de um review desses. adorei,parabens !

  29. prih disse:

    pode ate ter algunns defeitos esta temporada 2′
    mais para mim the real l world e eterno! eu amoo.. com certeza faz parte da minha vidaa!

  30. Michelli disse:

    Nem sei como achei isso aqui, mas gostei muito da forma q vc escreve, otema!!
    Qual sua implicancia c a claire ela ta no meu top 2
    ng ganha da sara exceto a tracy da primeira temporada!!

    ps: a francine e muto bonitinha ja a vivian ;e feinha de doer

  31. Juliana Roam disse:

    Kelsey! Kelsey! Fora Romi!!!!!!!!!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *