The Real L Word – s02e03

No episódio anterior de No Reino dos Suricatos: Os Whiskers fizeram uma longa caminhada até uma nova toca. E com a evolução da gravidez de Flower, Mozar se via diante de uma expulsão.

Esses dias eu estava comentando com a namorada o quanto que No Reino dos Suricatos é o melhor reality show que já vi na vida (depois de ANTM…) e o mais real.

Sei que para muitas de vocês The Real L Word é muito armado e forçado e não se parece com a vida de vocês, lésbicas reais, mas eu ultimamente não estou pensando assim. Se não fossem todos esses dramas e DRs o programa seria mais boring. Magina se filmassem minha vida, por exemplo! Se assistir TRLW já não é tão prazeroso, imagina assistir eu assistindo TRLW e fazendo review depois? Mas enfim…

***Kacy e Cori***

Começamos o episódio com Kacy e Cori comprando esperma. U$2.000 em esperma. E agora nós entendemos por que lésbicas são tão bem-sucedidas profissionalmente: é caro ser lésbica!

Elas sequer esperaram a fecundação para convidar amigos para um jantar e contar a grande novidade: elas compraram esperma! Lésbicas são tão afoitas… E obviamente muitas piadinhas sobre esperma foram feitas no jantar.

E bem, essa foi a participação delas no episódio.

***Sajdah***

Sajdah e Marissa foram fazer os pés (só eu acho engraçado uma butch fazendo os pés?) e Sajdah começa a contar a troca de mensagens dela com Chanel (é impressão minha ou lésbicas sempre contam conversas frase-por-frase?)

OMG! Lésbicas são tão afoitas… E por isso nós precisamos sempre das nossas amigas heteros para nós lembrar de não cair nos nossos comportamentos doentios tradicionais.

Isso parece tããão cedo e eu não sei se é porque eu sou hetero, mas esse tipo de conversa parece tão… Nos primeiros 4 dias eu só converso coisas como “o que você quer fazer? Onde vamos comer?” Assim nós conseguimos nos conhecer melhor. Você nem conhece a cor favorita dela e já estão com “eu preciso que você me proteja”? Fala sério!

Esse discurso é maravilhoso e Marisa já fez valer o episódio. Mas Sajdah nunca teve um relacionamento antes (hetero ou lésbico) e isso significa que todo esse blablabla de realidade entrou por um ouvido e saiu pelo outro.

Nós lésbicas temos um incrível problema no início de carreira que nós faz completamente cegas. Nos apaixonamos por qualquer uma, a primeira que vier, em questão de minutos. [/Experiência própria]

E Sajdah está completamente fora de controle. Primeiro ela posta algo no facebook que deixa a mãe irritada por ela ser lésbica (Nota: é uma reação comum de pais aceitarem que a filha seja lésbica num primeiro momento, mas quando a filha aparece com um mulher e uma possibilidade de relacionamento na frente deles, eles ficam putos) Depois ela começa a procurar apartamento para morar junto com Chanel. E, depois que Marisa é depachada no aeroporto, ela liga para Chanel combinando uma DR um jantar.

E o jantar começa com muito nhenhenhe e quem é mais experiente já consegue ver o primeiro sinal de alerta:

O que uma lésbica inexperiente entende: “Eu sempre quis te conhecer.”

O que uma lésbica experiente entende: “Eu estive em relacionamentos onde eu amava mais a pessoa do que ela me amava e agora quero que a situação se inverta. Então vou ficar contigo porque estou adorando ser bajulada nesse nível e quero que você dê um UP no meu ego.”

E como Sajdah é uma lésbica do primeiro tipo, ela obviamente ignorou o alerta e foi em frente pedindo Chanel em namoro. Com. Um. Bilhetinho.

Vergonha alheia

Chanel aceitou namorá-la então Sajdah evitou sofrer sua maior humilhação na vida. E quando tudo parecia terminado…

Não... você não fez isso...

Ufa... Menos pior...

***Claire***

Vamos passar raiva logo… Claire está sanguessugueando ainda na casa da Francine pedindo ajuda para escolher a roupa e negando ajuda para limpar a casa.

Já que Francine não foi burra e submissa o suficiente para Claire, ela decide ligar para a outra japa. Mas, surpresa, surpresa, Vivian também não estava burra e submissa dessa vez! (Apostas que a produção andou mostrando uns vídeos para Vivian?)

E para minha alegria, essa foi a última aparição da Claire no episódio!

***Romi***

Depois do pequeno vexame da semana passada, Romi está decidida a parar de enxer a cara beber. O problema é que ela agora tem que enfrentar a dura realidade das pessoas sóbrias: pessoas bêbadas só são legais para outras pessoas bêbadas.

Para piorar a situação, as duas decidem ir num jantar com lésbicas… Obviamente nós temos 1- Lésbicas too much conhecidas 2- Momentos constrangedores.

E por Romi não conhecer esse mundo sem álcool, ela faz a pior coisa pra se fazer quando se está sóbria: ir numa balada.

Depois de muita DR e depois de Kelsey cobrar sexo, chorar por falta de sexo e ameaçar ficar com outra mulher por sexo (fez tudo isso bêbada ainda), Romi acabou cedendo e…

Nota: Se você quer saber o que eu achei da cena de sexo entre Romi e Kelsey… TOO MUCH! Inclusive a edição dela foi um lixo. Senti como se sexo lésbico fosse 1-vergonhoso, 2-mecânico e 3-rápido.

***Whitney***

Whitney vai para San Francisco para ser atração numa balada lésbica. Ela está querendo ficar longe do drama de Los Angeles. E você, cara leitora, precisa sempre ter em mente que quando uma lésbica diz que quer ficar longe de drama ou odeia drama, na verdade ela inevitavelmente vai ter drama.

Claro que na festa Whitney se depara com uma ex… E reparem como até a estagiária que cuida das legendas dos nomes da pessoas que aparecem está de saco cheio dessas exes Whitney:

Aí, obviamente, Whintey dá um depoimento falando o quanto ela e Jaq tem uma química maravilhosa e quanto ela e legal e…

E, aí como é de praxe, o drama segue Whtiney na forma de Rachel vindo para San Francisco. E temos uns momentos awkward com Rachel e Jaq no mesmo recinto…

Aí a Whitney fica constrangida, obviamente. Enfim, resumindo… é a história de sempre da Whitney. A única diferença dos outros 11 episódios é que Whitney decide não ir para balada e prefere ficar em casa.


***OFF POST***

– Sábado que vem, dia 16, haverá Marcha das Vadias em Curitiba e eu estarei lá. Se alguém ver uma lésbica segurando um cartaz dizendo algo sobre enfiar strap-on em homens bêbados, sou eu! Pode falar comigo, no problemo!

-Agora… SUPER PROMOÇÃO VIRE MINHA BFF NO FACEBOOK!

Eu estou precisando de uma pessoa que dê conselhos para as lésbicas perdidas desse blog. Ao mesmo tempo que eu tô cansada (pra não dizer outra coisa) de ficar aconselhando, não quero negar ajuda pruma lésbica em necessidade (afinal, todas nós já tivemos uma fase assim…). Normalmente não passa de 5 comentários pedindo ajuda por semana.

E o que você ganha com isso? Além de poder ler histórias incríveis de diferentes lésbicas, você poderá virar minha BFF no facebook e eu curtirei todos os seus status, elogiarei todas as suas fotos e enviarei todos os pedidos que você fizer de FarmVille e Treasure Isle. [/not at all]

Então, o que você está esperando? Mande já seu currículo para flexoeslesbicas@gmail.com!

EDIT: Já temos uma vencedora! Obrigada a todas as milhares de moças que participaram. Aguardem por mais novas promoções!

Compartilhe com a irmandade!Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on TumblrShare on Google+Email this to someone
Esta entrada foi publicada em Mídia e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

35 respostas para The Real L Word – s02e03

  1. @ainatty disse:

    Essa fixação por esperma tá bem enfatizada no programa, elas não fazem mais nada D: / Sajdah fazendo a apegada xD / Claire, get out fuck of the show! / Kelsey (L) / Whitney caindo na real?! O_o
    Nada mais real do que muita DR, tendo ou nao R no meio lésbico.

    Ah, eu quero ser BFF no face ‘-,’ que currículo você se refere? get out fuck of the show! / Kelsey (L) / Whitney caindo na real?! O_o
    Nada mais real do que muita DR, tendo ou nao R no meio lésbico.

    Ah, eu quero ser BFF no face ‘-,’ que currículo você se refere?

    • Jac disse:

      Currículo era só piada =) Mas deixa, já achei a pessoa hahahah

      E nunca vou entender esse amor pela Kelsey…

      • larissa disse:

        Ah, qual é! Ela é a cara da Emily Blunt, somando ainda com o charme do ar sempre blasé e as roupas meio de garoto. Até eu que sou hétero acho que Kelsey tem um certo.. apelo, sei lá =P

  2. Ju disse:

    Ô Jac, vc já me conhece, preciso mandar curriculo?
    Pára de implicar cuá fofuxa da Claire. aahahahahahahahahahah
    Cara, vou te mandar uma história por email depois.
    bjos

  3. iolanda h. disse:

    Ai, que puxa! Eu non tenho facebook, mas vou fazer, pode aguardar, maluquinha!
    … e Kelsey? meeeeeeeeeeeeuuuuuuuuuu Deeeeeeeeeuuuuuussssssss!!!!
    Eu não sei não, ela é muito viril, eu fico doida assim! Eu quero uma dessas, Deus, sim?!

  4. Guiga disse:

    Também achei a cena da Kelsey e da Romi too much. Também achei a Sajdah too much. Só tenho a comentar que o 4º episódio é o melhor de todos. Não vejo a hora de aparecer o release dele por aqui! hahaha

  5. Luana disse:

    Adorei o pedido de namoro da Sajdah estilo “voto de cabresto” (reparem na diferença do quadradinho do “Yes” e do quadradinho do “No”)… E eu não sabia que lésbicas faziam pedidos de namoro, achei que ficava meio que subtendido entre as juras de amor e os contratos imobiliários…

    E eu odeio cenas de sexo em reality show. Sempre fico imaginando o cameraman por ali, meio voyeur, com cara de tarado (ou de constragimento). Sei lá, é esquisito.

  6. Gabriela disse:

    Bom… não é novidade nenhuma que um dia as boazinhas se irritam e daí mandam as outras pro inferno. Na discussão da Claire com a Vivian, até achei muito engraçado aquela parte lá que ela fala vai ver quando que vai viajar pq poha, alguém tem que trabalhar nessa bodega.
    E no mais, DR, drama e trocentas exes. Muito do além toodas elas terem ido Pra Mesma Cidade que a Whitney tava. Achei digno ela ter ficado em casa pra dormir.

    Luana:
    – Cenas de sexo: é verdade mesmo… já parece até que rolaria alguma piadinha do tipo “hm, esse take não ficou legal, bora repetir” e daí um bando lá, olhando… =S
    – Lésbicas pedem em namoro sim! ^_^

    Marcha das Vadias! Vem, gente!

    Apesar do post ter me tirado vc boa parte do domingo e vc ter me aguentado reclamando dele pela casa, ficou ótimo! =DD Beijo baby! ^___^

  7. V. disse:

    Desculpa, mas que saco esses posts sobre The Real L Word. Esse blog sempre foi tão legal…

    • Jac disse:

      Desculpa, sei que os post sobre TRLW não são unanimidade aqui, mas quem prefere outros tipos de posts vai ter aguardar =S

  8. Elis disse:

    – “Magina se filmassem minha vida, por exemplo! Se assistir TRLW já não é tão prazeroso, imagina assistir eu assistindo TRLW e fazendo review depois?” – HAHAHAHAHA – Sad…
    – A Marisa é a amiga HT que todas nós devemos ter.
    – O bilhetinho não foi tão ruim, vai…
    – Hahah, Marilac’s feelings! *-*
    – É, acho triste abusarem das cenas de sexo sempre -.-
    – Whitney precisa deixar o exu da 1ª temporada de lado e mudar um pouco essa vida..
    – Adorei a frase que você vai usar na Marcha das Vadias! HAHAHAHAH =D

  9. Raquel disse:

    Namoral, odeio ser sapata, porque, viu… odeio DR, odeio relacionamentos que evoluem rápido demais, odeio um monte de coisa, só não odeio a Sara, porque, né… bitch lover. s2

  10. Ju disse:

    Sou sapa, casada a 5 anos e não tive metade das DR’s dessas meninas que tão ficando tem 2 semanas. Mulé é um bicho muito complicado sabe?

  11. Laura Falé disse:

    Girls, eu tenho milhões de questões!!
    Primeiro, o que é DR? Acho que cá em Portugal ñ se usa essa abreviatura…ou então eu estou desatualizada :X
    Then, Jaq, tu tens um pó à Claire que só visto! ahahah! Eu juro que me diverti a ler! Ohh, também gostava de aconselhar… fica para a próxima.
    Mais…eu não tenho esses enredos (mas tb me apaixono à primeira :X)

    **

    • Jac disse:

      OMG! Mil perdões, nem me toquei que algumas expressões podem ser difíceis de entender em portugues de Portugal =S

      DR = Discutir a Relação (termo que já virou substantivo no Brasil). É aquele momento em que um casal (preferencialmente lésbico) fica conversando e conversando e conversando e conversando sobre o relacionamento dele. TRLW tá cheio de exemplos! (como a DR em que a Kelsey ficava reclamando da vida sexual dela com a Romi).

      Espero que me fiz entender =D

  12. Clau disse:

    concordo com V. , muda o disco, esse the Real L word é chato p caraleooooo e comentado ainda, aff, o não Real era melhor, vc tem assuntos mais interessantes, ahh tem…
    abraço.

  13. Monalisa disse:

    hey Oi Jac, hey Girls muito legal o site parabéns tava eu mexendo no twitter e eis q acho a linda cosplay de Emily Blunt Kelsey eu já to seguindo quem quiser ai tá @kelseychavarria kisses 😉

  14. ju disse:

    ja são 3 posts do the real l word…
    posta outra coisa mimimimi

  15. Ju disse:

    Ai Jac, volte a fazer outros post, quem não assiste isso e detesta qualquer tipo de reality show se sente perdida!

  16. Ju disse:

    Por mim continua postando sobre TRLW quem não gosta, não lê.
    Mas achoque a Jac anda meio ocupada e por isso a escassez de posts.

  17. Bruna disse:

    Se puder dividir seu tempo entre o The real L world e o “De Real Mund lésbic”, seria ótimo
    Mas não importa o que vc escreva, é sempre um belo texto..Vejo sempre e adoro!

  18. Ju disse:

    Mas eu não leio mesmo, só venho aqui procurando novos post, aqueles que eu gosto, para aí sim poder ler!

    mas quer saber, retiro o que eu disse já que estamos na lógica dos “incomodados que se mudem” ou melhor nesse caso ” se não gosta, não leia”, ainda que eu ache que é importante eu e qualquer outra pessoa dar uma opinião de leitora, já que somos frequentadoras desse blog. leia”.

    Beijos!

  19. Ju disse:

    Mas se ela como Dona do blog GOSTA de assitir a série e fazer posts sobre e mais pessoas gostam, vc concorda comigo que ela pode continuar escrevendo?
    Não fui grossa de maneira nenhuma, só fui lógica, não gosta de TRLW, não leia posts sobre. Hoje ela postou sobre outra coisa, só que como eu já disse, ela anda meio ocupada e por isso poucos posts ultimamente.

  20. Chica disse:

    Cadê a conselheira? Correee, divulgaaaaa!!! Ou já já o país se chocará com o caso de lesbicidio mais brutal da história! (não, não é um afronte geral… é pessoal e intrasferivel, direcionado a minha ex)

  21. Sophie disse:

    meu em que canal vc vê a segunda temporada? ou ve pela net? conta ae

  22. Ju disse:

    Santo Google.

  23. Yára disse:

    alguem sabe onde eu posso ver esse episodio online? …eu meio que preciso ve-lo… ^^

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *