The Real L Word – s02e04

É, é, estamos de volta com o show da vida real das lésbicas!

***Romi***

Para meu espanto, Romi está decidida a mudar de vida mesmo e não deixar mais filmarem ela usando passivamente strap-on. Como se não bastasse parar de encher a cara beber, ela começou uma atividade física (porque todo mundo que quer mudar de vida começa acordando cedo e se exercitando).

Amei o visual atleta indie! E o cameraman passando 30 min tentando focar nele deu um charme todo especial à cena.

Romi quer aproveitar a vibe e mudar de emprego também. Mas para ela poder largar, Kelsey precisa encontrar um novo. Então Kelsey tirou um dia para deixar currículo e Romi ficou felicíssima da vida.

E a participação relevantíssima no episódio de Romi termina com ela começando a confeccionar “jóias” com uma amiga, afinal os brincos de pena da temporada passada aparentemente fizeram sucesso e todas as lésbicas que eu não conheço de L.A. começaram a usar. [/novela-da-globo-com-algum-acessório-estranho-que-todo-camelô-quer-comprar feelings]

Não tenho nem legenda engraçada para essa foto…

***Kacy e Cori***

Mais surpreendente que Romi não ser comida no episódio, é ver Kacy e Cori fazerem algo não relacionado com esperma. Um casal de amigas das duas está na cidade e quer jantar com um outro casal. E, para meu completo choque (not), o “casal” é…

Olha, tá certo que o mundo lésbico é um ovo de codorna, mas tá meio difícil de engolir essa de que Sara-Whitney e Kacy-Cori tem amigas em comum! Mas enfim, quem sou eu para reclamar do roteiro do reality show, né?

E então descobrimos que a… a… ehm… tá, já esqueci quem é quem no casal… a femme na verdade tinha uma V1D@ Mt0 L0K@ (beijos, Rose, estou com saudades!) antes de conhecer a butch.


Aí segue-se uma sequência da femme sendo porra louca, agarrando a esposa e uma história de dupla personalidade quando bêbada (que bom se todo mundo pudesse falar que tem dupla personalidade quando se está bêbada) e é isso.

***Sajdah***

Depois de longas 2 semanas de namoro, já era tempo de Sajdah conhecer os parentes e amigos de Chanel. Ela organizou uma festa na casa de uma Natasha (não sei bem se era a casa dela, mas enfim…). Tudo muito lindo, tudo muito perfeito até que os hormônios da Sajdah começam a entrar em ebolição.

Então ela leva Chanel para um quarto vazio na casa [/igual em filme americano], dá de presente um diário onde ela escreverá sobre seus sentimentos [/lésbica], começa a chorar [/lésbica] e depois agarra ela [/igual um homem que se mostra sensível mas no fundo só quer pegar a mulher].

Mas não foi dessa vez que Sajdah conseguiu fazer sexo com Chanel. Enquanto isso, na festa, os amigos de Natasha vão chegando e os donos da festa mudam. Aí Sajdah quer dar o fora, mas Natasha quer que ela limpe a casa antes, mas Sajdah acha um absurdo limpar a casa com gente dentro e festa acontecendo e as duas se pegam! Não no sentido lésbico.

Sajdah sai revoltadíssima metendo os cascos na Chanel e como se todo o barraco delícia não fosse o suficiente…

A noite termina com Sajdah sendo um verdadeiro homem: ameaçando terminar o namoro com a namorada que só chora (sempre me corta o coração ver uma mulher lésbica chorando).

Depois descobrimos que Sajdah joga profissionalmente futebol americano.

Obviamente só hetero no campo!

No próximo encontro de Chanel com Sajdah, as duas tem uma DR e falam coisas sobre confiança, respeito e blablabla…

***Claire***

Preciso confessar que esse foi o primeiro episódio em que as partes da Claire não me deixaram com raiva e indignação. Começamos com Claire se mudando para o novo apartamento depois de levar um lindo pé na bunda da Francine.

Morro de dó de você, Claire.

E o que uma pessoa fracassada no amor faz? Enfia a cara no trabalho! E Claire conseguiu um encontro com umas mulheres do Power Up, um grupo lésbico de filmes, provando que há, sim, uma Máfia Lésbica.

Duas mulheres vão conversar com Claire. Uma delas é ninguém mais, ninguém menos do que Jamie Babbit (But I’m a Cheerleader e Itty Bitty Titty Committee). E seguiu-se uma seqüência linda de morrer…

Resumindo, a pessoa vai apresentar um projeto de site pra alguém e não sabe quem vai fazer o site, quem vai patrocinar, o que vai ter, qual o diferencial, admite que não escreve bem e ainda ofende a pessoa. Totalmente sem noção!!!

***Whitney****

Como eu não estou com muita paciência para explicar tudinho o que a Whitney fez durante o episódio e algumas de vocês também já deixaram claro que odeiam TRLW, vamos ao resumão:

1) Drama com Rachel dizendo pra ela o quanto o relacionamento com Sara é ruim;

Blablabla Sara blablabla Tóxico blablabla sou sua amiga blablabla você está se machucando…

2) Sair com outras personagens do reality show;

3) Discutir a relação com Sara na cama;

-“Será que algum dia nós seremos normais?”

4) Contar as novidades-que-não-são-novidade sobre o relacionamento com a Sara para a Scarlett (quanto tempo!);

5) Acompanhar a ex na casa de umas amigas da ex onde a ex vai cortar o cabelo dessas amigas.

6) Agüentar ex drogada bêbada se declarando;

-“Eu te amava…” – “He he”

7) Contar o que aconteceu com a ex para a melhor amiga;

“Ela definitivamente deu em cima de mim…”

8 ) Discutir a relação com a ex;

9) Ir buscar a atual e ver a aparente-ex-peguete dela saindo da casa dela;

Olha a vagabunda saindo da casa da minha muié!!!

10) Terminar o não-namoro com Sara.

Compartilhe com a irmandade!Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on TumblrShare on Google+Email this to someone
Esta entrada foi publicada em Mídia e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

15 respostas para The Real L Word – s02e04

  1. Laura Falé disse:

    Eu simplesmente adoro esses comentários sobre a claire xD

  2. Ostra disse:

    Choro de rir com o resumo dos episódios! Só assistir é pouco, rs Parabéns!

  3. Flá disse:

    haiuhaiuhaiuhaiua,eu não preciso NEM BAIXAR, é só ler os reviews que já fico satisfeita! haiuhaiuhaiua,amoooo!

  4. frankie disse:

    Jac eu adoro seus post E gosto mto dos post sobre TRLW, sempre depois q assisto fico anciosa pelo post pq como diz a ”OSTRA” ai em cima So assistir e pouco!!! PArabens jac…

  5. masnemsei disse:

    ai mulheeeeeeer, amo ler o que tu escreve, sério
    me faz tão bem, pois é.
    me sinto tão perdida às vezes, aí venho aqui, leio e vejo que as coisas que estão acontecendo comigo não são só comigo, entende? ai

  6. Sofia disse:

    AAAAH VAMOS maatar a Claire!

    Morro de rir com você, muuito bom mesmo os posts.

  7. Lei de Gaga disse:

    Hahahaha! ;D
    Adorei como sempre! Mas preciso fazer a observação que a Scarlett entra no meu top, acho ela linda!
    E a Claire consegue se queimar nas mais diversas situações possíveis! O pior ainda está por vir (/spoiler) hehehe

  8. Nayla disse:

    hahahahahah.. seu resumão é muito engraçado.. jah to aguardando o do episódio que a Sadjah faz a “caquinha” mor e supera a Claire na otarice (spoiler) hahahahha

  9. Patricia disse:

    Pra mim o momento climax do episódio foi claro a odiosa claire com seu projetinho mais frajuto e muito sem noçao sendo incapaz de se dar conta do vacilo e quiemaçao de filme dela com as meninas do Power Up.

  10. Ju disse:

    Ahahaahahah eu SI divirto lendo os reviews da Jac. ahahahahahah

  11. thami disse:

    Eu gosto da whitney pelo menos ela joga limpo com todas…já a claire sem comentarios pra ela clarie suck’s

  12. Sofia Mello disse:

    tadinha da Claire ela é linda…e uma fofa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *