The Real L Word – s02e05


***Kacy and Cori***

Kacy e Cori voltam a programação normal de esperma-gravidez-bebê. Elas vão a uma obstetra/ginecologia para fazer a inseminação. O melhor dessa parte é as caras que a ginecologista e a butch faziam:

Aí rola um drama com quantidade de potinhos de esperma, parar de fumar e perder o celular. Ou seja, nada relevante comparado com o que está por vir.

***Sajdah***

Depois de mandar a Chanel calar a boca porque ela sabia o que estava fazendo, Sajdah percebe que pode perder sua namorada de 3 semanas se for estúpida com ela (é, até algumas lésbicas têm auto-estima). Aí elas ficam de nhenhenhe falando como se o relacionamento delas fosse coisa de anos. Está estampado na cara dela Lésbica de Primeira Viagem!

É, Sajdah, não tem absolutamente nada a ver com o fato que você não estão juntas nem um mês completo ainda…

Aí no meio do nhenhenhe Sajdah nos revela que elas já fizeram sexo…

É… Chanel não considera “aquilo” como sexo. É… lésbicas podem ter diferentes conceitos sobre sexo. Até aí Sajdah estava vivendo um verdadeiro conto estereotipado de fadas lésbicas. Até o momento em que Chanel pede para as duas fazerem exames de sangue e AIDS antes de terem uma relação sexual de verdade.

Por que diabos não aproveitaram e falaram da vida sexual pregressa delas?

Assim… Eu sei que eu deveria falar que esse é o certo a se fazer e que lésbicas podem pegar DSTs e blablabla, mas cá entre nós, quantas lésbicas aqui fizeram exame de AIDS alguma vez na vida? Ou um check-up para exames de DST antes de ter uma relação carnal? Sei de heteros que fazem isso, mas… lésbicas? Enfim, só quero deixar claro que me surpreendi porque essa não é um procedimento muito usado por lésbicas.

***Romi***

Romi continua na sua determinação de virar gente grande (i.e. ter um trabalho decente e parar de encher a cara). Ela consegue um emprego de faz-tudo num show room de uma marca recém lançada.

E agora até tem dinheiro para contratar um mexicano para ser o pai dela…

[/piada levemente politicamente incorreta]

Ela e Kelsey vão a primeira festa do episódio, PYT, e obviamente Kelsey fica bêbada. Aí obviamente as duas brigam…

Blablabla quero beber blablabla sou muito jovem blablabla fases diferentes da vida blablabla

Muito, muito drama depois, as duas decidem que Romi vai na festa da Whitney enquanto Kelsey vai no AA com o pai-amigo-mexicano da Romi. Mas então o pai-amigo-mexicano fica empolgadinho com a ideia e não sai mais da casa delas depois do AA e Romi fica putíssima com isso.

Aí mais drama, drama, drama e vamos logo para a Whitney…

***Whitney Rachel***

Mal Whitney terminou em definitivo com Sara, e já estava de olho numa criança de 19 anos. No meio do flerte, elas conversam sobre quando se descobriram gay (sic) e a menina começa a desconversar quando perguntada se ela era gay (sic).

Eu não sei vocês, mas se uma mulher começa a dar mil desculpas para evitar falar que ela é lésbica ou bissexual, as chances dela comigo se reduzem a exatamente zero. Mas sabem como a Whitney é, né?

Mais tarde, Rachel chega na festa e eu, a princípio, acho que ela está super kawaii meio deprimida…

Mas depois ela ganha meu coração com isso:

Acho que Whitney e Mel estão flertando na festa, mas Mel é realmente muito nova e, sabe, você não pode mandar uma garota fazer o trabalho de uma mulher.

Morri! Nem o que se seguiu depois tirou o impacto da frase!

Muita vergonha alheia…

Depois desta cena, a participação da Whitney se resume a se atacada pela Sara num photoshot para a festa que ela está promovendo. (Nota: acho que uma das DJs ali no ensaio é a irmã da Natalie da primeira temporada)

***Claire***

É, eu sei que vocês estavam loucas se segurando para não me dar spoilers dessa delícia. Muito obrigada, afinal pude ter a experiência incrível de ver um barraco melhor ainda do que o da Sajdah (e reality show sem barraco não é reality show) com a Claire como protagonista – e se ferrando, obviamente.

“He, olhe para meu sorriso meio de canto de pegadora!”

Claire foi para a primeira festa, PYT, com a amiga samurai. Ela chega a mencionar que o que ela quer mesmo é usar a Whitney para promover o site dela. Ambas são protagonistas de TRLW, mas Claire sabe reconhecer que ninguém vai entrar no site dela se ela for garota propaganda – provando que ela tem noção de alguma coisa no site dela, ao contrário do que eu pensava.

E segundo o livro Cool For Dummies, a primeira regra que alguém cool deve seguir é não pagar pau para outra pessoa.

Mas enfim… na buatchy Claire estava bem de boa, na dela, isolada, quando uma lésbica figurante começa a chamar ela de Deb. Pelo que eu pesquisei já que a legenda em português que eu tinha foi claramente feita pelo Google Translator, Deb é uma pessoa que deixa o clima chato e pesado.

Ignore o fato que nenhuma tem um pau natural para ser chupado…

Seguiu-se uma sessão de “você é tão feia”, “desculpe, mas eu pego mais pussy que você”, “você nunca pegou mais pussy do que eu”, “você não sabe as gurias que eu peguei”, “e você não sabe as gurias que EU peguei e eu garanto que são melhores que as tuas”.

Testosterona batendo forte!!!

Pontos positivos do barraco: A butch falando que Claire nem é tão cool assim e que se acha “too cool for school”.

Pontos negativos do barraco: Essa baboseira de Deb isso, Deb aquilo. Parece tão patricinha de 13 anos inventando uma palavra nova pra xingar as outras que ficam sem entender.

Então Francine quebra o pacto de silêncio com Claire, que aproveita pra reclamar da outra.

E Francine decide que não vai deixar o meu top para a Rachel e vai lá e… vira bff da guria que acabou de xingar a Claire!!!

Nesse ponto da história eu decidi que Claire passou a fazer parte de um grupo não-tão-seleto de uma regra que eu tenho desde os 11 anos: não zuar o tão obviamente zuavel. É aquele momento que a pessoa tá tão na pior, mas tão na pior que você começa a ficar com pena. Por isso é mais fácil vocês me verem falar mal de Pink Floyd do que de Justin Bieber/Restart/Calypso. Eu não chuto cachorro morto.

Eu comecei a ficar com pena da Claire porque eu me identifico com a história uma-contra-todas, mas ela me decide mandar uma mensagem de madrugada para a Francine (vamos pular a parte em que ela fica rindo com a Samurai da Vivian por ter se preocupado com ela). Sabe aquele tipo de mensagem de gente bêbada na madrugada? Então, eu não posso deixar de comentar…

E assim termina a primeira delícia de festa do episódio. Na segunda festa, a  da Whitney, Claire vai dar uma de boazuda indo perguntar pra Francine quando que ela podia ir buscar o resto das coisas dela. Aí rola um pouco de drama na frente do novo affair da Frannie, que por um acaso do destino, é a chefe de cozinha amiga da Romi de outro episódio atrás.

No final do episódio, Francine pede para o amigo que coloque as coisas da Claire do lado de fora. O cara, como bom homem, pega as coisas e simplesmente taca no meio da rua esparramando tudo.  Provando que além de foda é boazinha, Francine recolhe todas as coisas e coloca decentemente na varanda da casa. Tem como não amar?

(Não que eu ache que uma pessoa sem-teto deva ser tratada assim…)

E ainda pegou a Kristianne – mesmo eu achando que ela merecia coisa melhor, mas pra quem pegou a Claire, já é um bom avanço

the-real-l-word-francine-2

 

Compartilhe com a irmandade!Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on TumblrShare on Google+Email this to someone
Esta entrada foi publicada em Mídia e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

11 respostas para The Real L Word – s02e05

  1. Raquel disse:

    Cara, eu amei a Rachel desde o começo, né. Aí nego ainda se pergunta WHY?

  2. @ainatty disse:

    Eu não entendo a revoltinha de alguns, mesmo que não curtam TRLW, a Jac escreve muito bem esses spoilers, eu morro de rir xD Não deixo de ler nenhum.
    Jac, continue assim escrevendo sobre o que vier na mind. yay/ abração

  3. Primeira Dama disse:

    Nossa, também total achei que a Francine merecia algo “melhor”, mas enfim… e a Claire é uma vergonha. Como vi depois os capítulos, só vem na cabeça aquela cena fail com as produtoras. E a segunda cena é a da festa, do quanto ela foi bem bocó, achando de certo que a outra ia se tracar no soco com a mulher que tava enchendo o saco.
    Não esperava o lado vid4 lok4 da Kacy. Achei legal a Cory, que se manteve super calma durante todos os ataques de mau-humor.

    Ah! E eu nem tinha reconhecido a tal Kristianne pq achei que era um cara! Nem vi seios, daí sei lá, achei que fosse um gay huahuiah

    Beijos, mor =***

  4. Tata Barbbati disse:

    TRLW não surpreendendo mais uma vez lol
    Mas esse capitulo foi até descente, ja teve piores hahahaha
    Adoro suas reviews, não perco desde a primeira temporada XD
    P.S.: Morro de saudades do drama Rose/Natalie e da Stamie T_T

  5. KKKK mew essa Khristianne é muito estranha o.o
    Ah a Claire é um saco PQP
    E a Whit e a Rachel se comendo KKKKKKKKKKK /hotornot? #prefiroasara

    E siiim, cotinue resenhando sobre TRLW Jac *-* /eucurto

  6. Bruna disse:

    Não gosto de séries de tv, não assisto TRLW, mas seeemmmmpre leio o que vc escreve e adoro! Quanto mais comentários teus melhor.

    E siim, continue escrevendo Jac *-* /eucurto

  7. Luisa disse:

    A Francine é muito fofa!!!! *—* tão pkena e kawai. Também acho que merecia melhor ‘-‘
    Nem comento a Claire, porque acho ela o cúmulo da aberração do egoísmo e super-auto-ilusória-estima. -.-‘

    Jac, eu acho que a Whitney merece um pequeno elogio. Bem pequeno: ela REALMENTE terminou com a Sara! =OOO Isso não merece um destaque? Ela foi atacada pela bitch, e não se rendeu! Fucking Aleluia! Isso mostra que ela está aprendendo a pensar um pouco mais com a cabeça (e menos com os hormônios).

    aaaaaaaah.. Muita coisa ainda está por vir! iaheiuae
    eu assisti até o 8 ontem, e fiquei imaginando as cenas que a Jac irá comentar!

  8. carla disse:

    Ah claire é cachorrona,mas é uma gata mil vezes ela do que aquela feiosa da boate,aquilo foi puro despeito ela nem conhecia a claire e a clair que merece gartmas biaqe ssa apinha !

  9. Aline disse:

    Eu gosto da clair hahahaha³ achei um absurdo a bitch da francine ter ficado do lado da outra e não defender a ”amiga” vá para o inferno francine tambem :*

  10. Luisa disse:

    Eu gosto da Claire, é a unica que eu pegaria.
    E ela é realmente mais cool que essas asiáticas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *