Preconceito de lésbicas contra bissexuais

É, às vezes a gente não consegue escapar de assuntos espinhentos. Uma leitora bissexual enviou um e-mail sugerindo esse tema e relatando suas dificuldades como bi na comunidade lésbica. Bem, havia um certo motivo para eu não ter abordado esse assunto antes…

Voz-interior-da-justiça: Veja esse e-mail! A leitora reclama do preconceito que sofre por ser bissexual. Ela conta que quando diz que é bi, as lésbicas olham para ela com aquele olhar “você vai me trair por um homem“. Algumas amigas sapas tiveram a coragem de falar na cara dela que não ficariam com mulheres que ficam com homens e que se ficassem não as levariam a sério. E tem mais! Lésbicas chegaram a dizer que as bis pegam doenças de homens e passam para elas. Quanta barbaridade!

Voz-interior-da-realidade: Vamos falar que estamos cheias de assuntos de post para fazer e que vamso deixar para outra oportunidade.

"É que eu quero evitar a fadiga... e o atrito."

Voz-interior-da-justiça: Ué, por quê? Vai dizer que não é um bom assunto? Vai dizer que lésbicas não tem preconceito contra bis? Vai dizer que Eu já não havia pensando em escrever sobre isso antes?

Voz-interior-da-realidade: Você sabe que eu gostaria de pensar como você, mas acontece que eu não penso e não podemos fazer um post politicamente correto, anti-preconceito sem estarmos sendo parcialmente falsas.

Voz-interior-da-justiça: Vai dizer que você tem preconceito com bissexuais?

Voz-interior-da-realidade: Ah, convenhamos, se você namorar uma bissexual você realmente pode ser trocada por um homem.

"... ou por uma mulher. You know, é esse o conceito de bissexual..."

Voz-interior-da-justiça: Ah, sim, porque lésbicas não traem de certo. Você se esqueceu da Fulana, é?

Voz-interior-da-realidade: Não. Sei que tem muitas lésbicas que traem suas namoradas, mas elas traem com mulheres – não com homens.

Voz-interior-da-justiça: E não é tudo traição? Vai dizer que se sua namorada te trair com uma mulher você vai ficar tranquila? Ou você considera a traição com mulheres uma coisa mais light? Pensei que Eu odiasse pessoas com esse pensamento.

Voz-interior-da-realidade: Não é isso. Mas é fato que a maioria das lésbicas preferiria ser traída com uma mulher do que com um homem. O que é uma lógica inversa da hetero (“se meu namorado me trair, que me traia com um homem porque eu vou saber que o problema não é comigo”). Depois de muito pensar nos motivos disso eu cheguei a uma conclusão: uma traição com um homem, além de ser uma traição, o que afeta uma lésbica pela sua individualidade, é uma negação da sua identidade lésbica. É como se a bissexual mandasse uma mensagem “hey, lésbicas, experimentei da sua realidade, mas agora vou voltar para o status quo e para os meus privilégios de hetero”.

"Esse meu vôo de volta para a heterolândia está meio atrasado..."

Voz-interior-da-justiça: Você sabe o que na realidade quer dizer “bissexualidade”? Não é ficar alternando de X para Y depois X depois Y. Ela pode simplesmente não te trair. Ela pode te trair por outra mulher. Ou ela pode ter se apaixonado por um homem, independente de ter privilégios ou não.

Voz-interior-da-realidade: O que não muda o fato de ser um tapa na cara de todas as lésbicas.

Voz-interior-da-justiça: Ah, quando é uma mulher largando um homem para pegar a mulher, as lésbicas super comemoram. Agora uma mulher largando outra para ficar com um homem, as lésbicas ficam putas da vida.

"Um peso e duas medidas, né?"

Voz-interior-da-realidade: You know, tem uma graaaaaande diferença entre um e outro. Todos os seres humanos deste planeta nascem e já são considerados heteros e são ensinados a serem heteros e são empurrados a serem heteros. Todas as lésbicas em sua origem foram tratadas como hetero em algum momento da vida. Então não é que uma mulher é hetero e larga um homem para ficar com uma mulher – ela simplesmente está se descobrindo lésbica.

Já heteros não precisam se descobrir, você não é forçada a ficar com uma mulher. Então se você já ficou com uma mulher e volta a ficar com homens (porque 99,999% das mulheres no mundo já ficaram com homens), você está preferindo um lado – um lado que, por um acaso, é o Status Quo, é o padrão, é o privilegiado.

Voz-interior-da-justiça: Você percebeu que você está fugindo do assunto, né?

Voz-interior-da-realidade: É… Me extendi um pouco, mas falei o que penso.

Voz-interior-da-justiça: Tá, para você pode ser pior ser traída por um homem, mas você não namoraria alguém só pelo fato de ela ser bissexual?

Voz-interior-da-realidade: Eu não deixaria de namorá-la, mas confesso que precisaria de maiores provas de que ela estaria séria com relação a nós.

"Eu deveria escrever um livro Como Perder Metade das suas Leitoras em Um Dia..."

Voz-interior-da-justiça: God! Você é tão preconceituosa! Fica assumindo que a mulher está menos séria só pelo fato de ela se bi. Pensei que nós soubéssemos diferenciar o que é pintado pela mídia e do que é real. Na TV existem milhares de bissexuais promíscuas, mas não é porque bissexuais são promíscuas, e sim porque essa é uma ótima forma de lesplotation: faça a mulher bissexual para ela dar uns pegas em mulheres para aumentar a audiência, mas faça ela ter um relacionamento duradouro com um homem para esperança de homens e alegria de conservadores.

"Chamou?"

Você sabe o quão mal a mesma mídia que diz que bissexuais são vadias trata as lésbicas. Ou somos as vilãs roubando a mulher do mocinho, ou somos as mulheres se fazendo passar por homens (o que tem uma diferença de butches), ou somos mulheres sem nenhuma vaidade e por aí vai. Bissexuais já sofrem preconceito vindo dos heteros, não precisam também serem mal-tratadas por lésbicas.

Voz-interior-da-realidade: O motivo de eu ficar com um pé atrás com bissexuais não é nem pelo fato de eu achar que elas são mais traíras nem nada disso. Mas, cá entre nós, quantas mulheres que se dizem bissexuais, são bissexuais mesmo? A primeira coisa que 90% das mulheres falam quando já não podem mais esconder que não são heteros é “sou bissexual”.

Elas se definem como bis no começo de carreira porque até anteontem gostavam de homens. E elas normalmente têm pouca ou nenhuma experiência – ou têm sério problemas de aceitação ou são paranoicas para não dar pinta. Muitos problemas para meu gosto…

Voz-interior-da-justiça: Falou quem se considerava lésbica antes de sequer beijar uma menina.

Voz-interior-da-realidade: Mas é um pouco diferente. Eu fiz O Mergulho muito rápido, mas 90% das bissexuais não fizeram O Mergulho. Muitas e muitas lésbicas assumidas hoje em dia se consideram bissexuais em início de carreira. Really, não dá para contar muito com o que elas dizem que são. A própria leitora que enviou o e-mail começou com um “apesar de estar iniciando a minha carreira no mundo GLS…”.

Poucas são as que voltam depois d'O Mergulho.

Voz-interior-da-justiça: Pare de ficar julgando a sexualidade alheia! Qual a diferença de você dizer que uma bissexual é bissexual por não ter pegado mulher direito e de um homem hetero dizendo que você é lésbica por não ter provado do %$@#! dele?

Voz-interior-da-realidade: O Mergulho é muito mais do que “pegar mulher”. Envolve amor, sexo, paixão, filmes, seriados, amigas, sites, família… Mas vem cá, eu talvez não possa me justificar completamente por ficar com um pé atrás com bissexuais, mas o fato é que eu ficaria se me relacionasse com alguém que fosse.

Voz-interior-da-justiça: Isso tem uma justificativa sim. Você tem um pouco de preconceito com bissexuais.

Voz-interior-da-realidade: Desculpe.

Mas continuo com um pé atrás…

250 ideias sobre “Preconceito de lésbicas contra bissexuais

  1. Na verdade eu acho que é tudo uma questão de paixão. Não me considero bissexual, mas não posso dizer que sou totalmente lésbica. Tenho muito mais atração por mulher, sem dúvida. Mas antes de pegar mulher namorei sete anos um cara, e fui feliz. Repetiria a dose se, por ventura, me apaixonasse por um homem. Então, no momento, estou gay, mas vai saber se amanhã não aparece o homem da minha vida na porta de casa.

    • Isso, é questão de paixão mesmo, sentimento, e todas lésbicas, héteros, bis correm esse risco, já vi muito casos!

    • Tá aí o problema do pq que as lésbicas não se envolvem com as Bi! Vc teve um relacionamento de 7 anos com um cara, deus do céu.. não dá mesmo pra confiar em uma bissexual! Ainda repetiria a dose… O fato é que a maioria das bissexuais, senão todas, não são pra casar! Elas são somente pra pegar e pronto, e depois jogar fora! É difícil confiar, pq uma garota bi chega em vc, te ilude (é, como elas sabem seduzir alguém) e depois fica com o seu melhor amigo! A maioria delas tbm tem namorado ou tem um caso mal resolvido com homem, aí depois de ter implorado pra ficar com vc ela diz: Fulana, eu tenho um caso mal resolvido com o João. Pronto, seu mundo acabou! Ela fez de tudo pra te conquistar e depois pede pra vc aceitar… Com isso, vc acaba aceitando pq é uma trouxa, aí ela diz que gosta dos dois e que não tem como decidir com quem ficar. Daí ela diz pra uma amiga que vai desistir dos dois, e ainda pede pra te contar pq nem coragem ela tem de falar isso pessoalmente. Como ela desiste dos dois, no fim ela acaba pegando um terceiro, neste caso um homem. E vc ainda vem dizer que ficaria numa boa com uma bi?! Que levaria ela a sério e tudo mais? Então vc é trouxa! E quer é ser traída mesmo ou então ficar sempre em segundo plano. Eu fico sim com as bi, mas nunca as levo a sério!

      • Putz, você falou tudo. O pior é que é extamente por aí mesmo.A maioria se envolve só por diversão, tiram uma onda e depois caem fora, com uma desculpa bem das esfarradas…rsrsrs… Essa é a maioria, sim, com certeza. É raro, mas eu já ouvi relatos de lésbicas que deram sorte e encontram bissexuais fiéis. Eu acho que isso é possível, porque assim como há mulheres falsas, há também pessoas legais. Isso é do ser humano. =) .

      • Vc teve o azar de encontrar um garota sacana e/ou imatura… Mas nem todas são assim, acredite! Nem toda bi vai te trair e se trair, como vc pode ter certeza que será com um homem?

      • Ameiii ! Está acontecendo isso comigo =’( Namoro uma FDP há 6 anos . Descobri que ela me sacaneia com homem e que namorou ( ou namora ) com ESSA PESTE! ODEIO ESSA GAROTA! P MIM ELA É BI ATÉ A MORTE !! Mas ela nega, como sempre. Descobri muitas coisas dela e tô saindo fora desse LIXO DESSA GAROTA que atrasou minha vida por 6 anos ! Ela n me da paz e fica me infernizando PQP! Quero distância dessa PRAGA! NOJO DELA! Me identifiquei muito com o seu comentário!

      • Depois de meses sem vê-la, eu fui no niver de um amigo. Ela estava lá, com o namorado. Ela me tratou normalmente, como se eu fosse qualquer pessoa. Conversamos naturalmente… (eu sou orgulhosa demais pra demonstrar que gosto de um lixo como ela) Percebi que ela não gostava mais de mim, nem um pouco, pq ela ficava alisando o namorado na minha frente. Chavama ele por aqueles apelidos ridículos… Eu queria desaparecer. Todo mundo estava comendo, e eu nem consegui comer nada, apenas bebia vodca… No final da festa, ela disse: Foi bom te ver. E eu fui tão burra que disse o mesmo. A pior besteira que fiz foi ter ido nessa festa, me senti humilhada. Mas foi bom pra eu ver que ela era um lixo mesmo. Hoje superei, perdoei, mas não quero vê-la nunca mais. Acho que não tem nada a ver eu ser amiga de alguém que despedaçou o meu coração.

        • Nesse caso então, seu problema foi mais ter sido trocada por um HOMEM – se foi mesmo uma troca, não me pareceu claro isso. Quer dizer que, se ela estivesse com outra MULHER isso não lhe seria tão humilhante? E é SIMPLESMENTE a partir disto que você julga TODA mulher bi como imprestável? Não confiável? Na boa… o problema, neste caso que você dividiu, parece ser mais seu do que dela. Independente do que ela tenha feito a você – te traído, te mal tratado, e etc – é questão de caráter, o que independe da preferências sexuais dela. Na minha opinião, uma vez que você própria dividiu sua história nos comentários – dando espaço, portanto, para isso – é que você sentiu ciúme e não a esqueceu. Talvez por muita mágoa – não me parece ter sido pouco dado o ressentimento em suas palavras. Mas, é fato… no passado ela ainda não está. Abra a mente pq, o que realmente deveria importar, são as PESSOAS e não suas PREFERÊNCIAS. Uma bi ainda pode te fazer a mulher mais feliz o mundo um dia… e por bobagem, vc vai fechar a porta.

          • Eu sou lésbica e cheguei a uma conclusão: se vc não quer se magoar nunca se envolva com um bissexual, eu me envolvi, acabei sofrendo pq ela era bi e como tal ela era apaixonada por um homem, eu não aceitei a condição de ela ficar com ele, daí, terminamos. Sofri pra caramba, pq é muito difícil vc aceitar que a pessoa que vc ama tem que ficar com outra pq é bi. Não tenho preconceito, mas sim receio, pois elas têm mais chances de ficar com alguém, de te trocar e trair. Depois de várias tentativas com as bissexuais, passei a optar por não ficar mais com elas, pra não correr o risco de me apaixonar e sofrer novamente.

            Sem falar nas doenças que os bissexuais são mais propícios a terem. Lésbica, previna-se contra o HIV e outras DST’S.
            “As mulheres casadas e as que têm namorado são mais propensas a pegarem DST’S /HIV, mesmo com apenas um parceiro fixo. Por confiarem em seus parceiros elas não usam preservativo, e acabam sendo infectadas. O HIV deixou de ser uma doença exclusivamente dos homossexuais, e as maiores vítimas passaram a ser as mulheres casadas e monogâmicas. O marido/namorado se contamina em uma relação extraconjugal e, depois, transmite a doença para sua esposa. Com isso, as mulheres bissexuais transmitem para as suas parceiras lésbicas”.
            “É possível ocorrer transmissão do HIV em relações homossexuais. Durante o ato sexual as mulheres tocam as genitálias, por ex, fazendo contato íntimo com a secreção vaginal (ou sangue) e neste momento pode haver contaminação, sim. Durante o sexo oral também ocorre contato da mucosa oral com a mucosa vaginal ou anal, o que pode possibilitar contaminação”.

            Sexo seguro entre mulheres: http://www.athosgls.com.br/noticias_visualiza.php?contcod=18409

      • Querida eu sou lésbica assumidíssima, não fico com garotas bissexuais pelo mesmo motivo q não fico c garotas hétero, simplesmente não tenho interesse – Tenho tara por lésbicas semelhantes a mim, mas isso não me dá o direito de proferir palavras tão duras contra elas. Na verdade sinto nojinhos de pênis e talvez por isso eu não me interesse por pessoas q gostem dessa fruta entende? Mas isso não tem haver com o fato dela ser bi. Tem haver c o fato de curtirmos vibes diferentes e modos distintos de encarar a sexualidade. Tenho uma admiração profunda por todas as mulheres, mas o meu tesão, afeto e paixão é das lés.
        E mau caráter tem haver c a pessoa e não c a orientação sexual delas

        • Tenho nojinho da fruta masculina tambem, mas se a gata é novinha e diz que é bi, eu faço o que todas as bi fazem…uso, abuso e descarto.
          Eu gosto da coisa (muitooooo!) e não dispenso uma noite de “brincadeirinhas” e depois deleto o telefone dos meus contatos.
          Paixão e amor, só por lésbicas como eu e as bi, são só para sexo, mesmo!

  2. eu sou lésbica , e ja ”peguei ” uma bi , mas na boa , eu não curto ta conversando com a mina e ela vir falar que o fulano ta gatinho.
    pô eu não tenho nada contra velho , mas acho que tipo. SE DECIDE VEY , ou gosta de buceta ou de pinto.
    mas tipo , estamos ai ne. porque geralmente as bi’s são mais femininas e vaidosas , exatamente por gostarem de homens tbm.
    mas eu acho la no fundoooooo que isso OFENDE AS LESBICAS.
    as vezes a garota tem namorado , e sai beijando menina. –’

    • Natasha.. vc fala “eu já peguei uma bi” como se fossemos vagabundas e não é bem assim.. meu amor..vc nunca vai ouvir de uma bi isso “olha como ele ta gatinho”..e não somos vaidosas por gostarmos de homens não.. nus arrumamos pra vcs notarem.. vc sabia que mesmo casada com um homem e sendo bissexual, quando estou em algum lugar com ele.. eu e todas as bis.. gostariamos que vcs dessem aquela olhada? vc é já provou um pinto?.. aguardo resposta. xero

      • Ahh.. vou ter que me meter, desculpa…
        Primeiro que siiim.. as bi falam sim que tal cara tá bonito.. fofo e tal, não sei se é pra simplesmente provocar ou se não tem semancol.
        Segundo, francamente.. a pessoa que chega e diz que mesmo casada, quando vai a um lugar com o marido quer que outras mulheres a olhem não merece respeito.
        Se você está em um relacionamento, hétero ou lésbico.. o que tem que haver é respeito.. a partir do momento que estou com uma pessoa, vou me produzir, me arrumar e querer que aquela pessoa me olhe.. não vou ser hipócrita e dizer que receber elogios é ruim.. lógico que não.. mas não me arrumo para os outros.. me arrumo pra pessoa com quem estou no momento! Se vou provocar outras pessoas, isso é só consequência!

    • Realmente, é brochante… acho que falar de pinto na hora em que se está com uma mulher uma tremenda sacanagem…rs… maior falta de respeito, sobretudo, de sensibilidade. Eu sou lésbica, mas as bissexuais são melhores em muitos aspectos, a começar pela aparência e pelo trejeitos que não são masculinos. Praticamente todas as lésbicas com quem cruzei até hoje infelizmente não se preocupam com a vaidade nos detalhes, como unhas pintadas, cabelos com cortes femininos etc. E isso pra mim é decisivo na hora de eu me interessar por uma mulher. Senão, não rola a menor atração, não dá nem pra saída. É complicado. Aliás, acho que a maioria das lésbicas confunde a opção de serem lésbicas com a figura masculina; só que uma coisa não tem absolutamente nada a ver com a outra.

      • Que parada de caminhoneiros voce frequenta?
        Eu sou lésbica e sou super feminina e só me aproximo de quem é muito feminina tambem.
        Sou mulher, que gosta de mulher com todos seus encantos e frescuras.
        Não curto as masculinizadas (nada contra quem curte!), mas se eu gostasse de projeto de homem, ficaria com o original….mas xixi encanado, não é minha praia.

  3. Que todo mundo trai é verdade, mas num relacionamento com uma Bi as chances de ser chifrada são maiores já que o gosto é pelos dois sexos..rs Agora me digam uma coisa, quem conhece uma Bi que é casada com uma lesbica? Ou que tem um namoro duradouro do tipo 6 anos? Não acho isto motivo pra preconceito, mas…

    • Minha irmã era bi, ela teve um relacionamento com um homem e não deu certo. Casou com uma mulher lésbica assumida, todo mundo dizia que minha irmã era lésbica, mas ela disse que se não desse certo o relacionamento dela com a mulher, ela ia procurar outra pessoa independente do sexo dela. Ela não traiu a mulher até o fim da vida dela, deu certo pra ela, mas realmente podia não ter dado certo.

    • eu : D e inclusive estou pra casar, não é lindo?
      Estamos juntas ha 4 anos e nunca tinha ficado com mulheres. Nunca chifrei e ela foi super compreensiva comigo, afinal foi um mundo totalmente diferente que tive que aprender a entender e passei a amar… Se ela não tivesse tido paciencia (quando digo paciencia, foi em relação a todo o medo de me assumir e pronto) não estariamos juntas e eu não seria tão feliz…
      Nunca falei com ela sobre pinto. Inclusive ela levou uns 3 anos pra começar a criar coragem de ouvir sobre meu passado… respeitei e ela me respeitou… hoje ela conhece meus ex e eles riem juntos…
      Acho que qualquer generalização pode ser prejudicial pra nossa felicidade… : D

    • Eu!!! Sou bi, tenho um relacionamento com um lésbica há 5 e meio, além disso, moramos juntas há 3 anos, temos apartamento, carro, contas pra pagar, viagens nas férias e nosso próximo passo é ter uma filha… Enfim, um casal comum! E pelo menos de minha parte, asseguro que nunca houve traição… Não por eu nunca ter me interessado por uma outra mulher ou até mesmo homem, já me interessei sim, mas nunca, repito, NUNCA passei dos limites, sabe por que? Por eu a amo e respeito, e isso não tem a ver com minha orientação sexual e sim com meu caráter!!!

  4. Não tenho preconceito com bis. Volta e meia fico com alguma. No fim das contas, é mulher também. Mas o brilho deste post está n’O Mergulho! AHHAHAHAHA “Assim você me mata…”

  5. Qual o problema de ficar com alguém que se considera bi? Se for por ela estar em inicio de carreira, por exemplo, vc pode ajuda-la ou leva-la ao mergulho! ; )

    • É isso ae… as vezes as garotas Bi so tao com medo de se afogar! Preferem ficar com metade do corpo em baixo da água (da cintura pra baixo, logico! haha) do que dar O Mergulho completo!!!

  6. Esperava mais desse post, já que só li o que todas dizem sobre as Bi, mas enfim, foi isso….

    Não sou Bi, mas acho uó qualquer discurso semelhante.

    • A questão é que se eu tentasse um discurso politicamente correto, eu não teria nenhum argumento além do mais clichê ainda “cada pessoa é uma pessoa e não se deve julgar sem antes conhecer”.

      • Acontece que você ficou no mesmo discurso. O do “mal” mas ficou. Uma voz “politicamente correta que mal explorou o assunto e a outra da clichê realidade preconceituosa!

        E o discurso “politicamente correto” vai além de tudo o que você disse, Jac. Vai além do “cada pessoa é uma pessoa e não se deve julgar antes de conhecer”.
        Nós tendemos a fazer com as bissexuais o que todos os outros serem desse nosso mundinho fazem com nós lésbicas, ou seja, pegar um modelo de lésbica e generalizar, enquadrar, criar “verdades” em cima delas, etc.
        Vejo muita gente dizendo que as bissexuais tem carácter duvidoso por gostarem de ambos os sexos, que não se decidem, que fazem para se aparecer, que na verdade gostam é de pinto mesmo, ou em outras vezes que são lésbicas enrustidas, inseguras e que não tem coragem de se assumirem…sempre nós tentando jogá-las para uma polaridade. É sempre isso, nós construindo verdades em cima desse grupo de pessoas. Nem paramos para pensar que sofrem de dois lados, por serem como são, por estarem marcadas por uma verdade criada em cima delas.
        E olha só, o pior é que nós, NÓS que também sofremos o mesmo por sentir algo que alguns não sentem e não entendem…
        Pessoas sem caráter, infiéis, indecisas, sem vergonhas, safadas, que brincam com os sentimentos alheios…existem!!! E isso não é algo inato das bissexuais. Também existem aquelas em inicio de carreira lésbica que se dizem bissexuais, o que é absolutamente normal quando passaram a vida toda até ali acreditando ou mesmo sendo héteros.
        Para falar a verdade, ser bissexual não significa que você precise estar alternando entre dois sexos para se sentir feliz, significa um exercício bem legal na nossa mente, que nem tudo pode ser enquadrado, que a vida não se resume a “sim ou não”, “bem ou mal”, isso ou aquilo”, e essa quebra de dicotomia vale também para o que associamos as bissexuais, que elas por serem bissexuais não necessariamente serão isso ou aquilo, podem muito bem serem isso e aquilo ou nem isso e nem aquilo.
        O fato é: Somos seres complexos, não há tutorial de ninguém, ainda mais quando envolve a sexualidade (lembrando ser algo bem dinâmico e totalmente mutável) e caráter que uma coisa tão particular.

        Eu simplesmente entendo, mesmo não sendo bissexual, o que é não querer ou se sentir rotulada ou limitada a algo tão bom como se apaixonar!

      • Tudo isso eu já sei. E tudo isso eu disse no post. A minha voz politicamente correta não foi bem explorada porque eu não penso como ela – ela só representa minha culpa, o que eu sei que é o certo.

        E no final você também não fugiu do veeeelho argumento que “cada pessoa é uma pessoa, não é pq ela é bi que ela vai trair”

      • É…você disse, bem genericamente e conseguiu refutar muito bem a sua “consciência”, e Acho que se não queria cair nos discursos fartos de mesmos argumentos, deveria nem ter escrito, pois, com todo respeito, você choveu mais ainda no molhado tentando não fazer o discurso “politicamente correto”, pois ao meu ver, o que você deveria ter feito é discutir os preconceitos e não afirmá-los (pelo menos era o que eu imaginava e se eu fosse uma leitora sua e bissexual era o que eu desejaria, assim como a menina que te mandou e-mail deve ter desejado – não é atoa que disse a você que sofre preconceito). Queira ou não Jac, você de alguma forma os afirmou, mesmo trazendo sua consciência. E aposto que nenhuma bissexual queria ouvir ou ler alguém dizer: “eu até teria uma relação com uma bissexual, mas com pé atrás” – poxa, quer dizer então que uma bissexual para conquistar alguma lésbica tem que provar duas vezes mais ter caráter? precisa passar por uma prova de fogo duas vezes mais difícil?
        Acho tão ridículo ver pessoas comentando, “não me envolveria com bissexual”, aí eu penso, – ah! então es pessoas conseguem escolher de quem gostar? Por que não escolher serem héteros e fazerem os pais e mães felizes?
        E refletindo…
        Seria o mesmo desse ser um blog hétero e a escritora escrever um post sobre “preconceito contra homossexuais” e ai no decorrer do post fazer o mesmo exercício de consciência e realidade, ora dizendo que eles não são pessoas confiáveis, que queimarão no fogo do inferno, ora dizendo que são gente e merecem tolerância, pois ainda estão nesse mundo e nós como cristãos devemos pregar o amor e não o extermínio ou mesmo que por amor devemos convertê-los em cristo nosso senhor!

        Achei desnecessário…mas o blog é seu e num blog pode-se se postar o que quiser e qualquer opinião…só queria dizer que esperava mais, sei lá…

        • Não bastou lacrar 1 vez, foi lá e lacrou de novo. Emocionada!

          PS: Adoro o blog mas esse post sobre as bi foi extremamente preconceituoso, pra quem vive o preconceito na pele é “muito feio” (eufemismo) reproduzir o preconceito e ainda por cima disseminá-lo em um blog…

      • Excelente comentário, Lo! Infelizmente continuamos a reproduzir preconceitos e pre-julgamentos a partir daqueles que sofremos e vivenciamos. E vivemos nessa roda viva, a-critica e cruel!

    • Lo, vc disse q ñ é bi, + a forma q vc ta defendendo ai fala como tal….pq tomo as dores das Bi c vc ñ é? calma, foi só 1 post….p dialoga e ñ estressa como foi estressou ne, e querendo ou ñ, percebeu q vc julgou a Jac? Pelo simples fato dela t abordado o assunto….mew vc c sentiu ofendida + ela acabou ajudando a garota q mandou email p ela, saco? Eu ñ tenho nada contra bi ñ, + tb ñ é p tanto vc fala assim ne, teve 1 vez q eu me senti ofendida c 1 resposta q eu tive aqui pq tinha pedido conselhos…. e nem por isso estressei batendo de frente c a pessoa ne

      • “Lo, vc disse q ñ é bi, + a forma q vc ta defendendo ai fala como tal….pq tomo as dores das Bi c vc ñ é? calma, foi só 1 post….p dialoga e ñ estressa”

        Preciso ser bissexual para defender? Eu tenho outras razões para estar defendendo, que não vem ao caso… mas se você precisar ser algo para defender, se continuarmos nessa lógica, não há esperanças para muita coisa… E se você não percebeu, é bem isso DIALOGAR que estou fazendo…dialogando com a Jac sobre o que eu esperava do post dela, já que sempre li coisas que ela posta aqui e gostei muito, sempre achei que ela abordava assuntos muito bem, como da vez que fez entrevista com uma transexual lésbica…poxa, eu realmente tinha que esperar mais desse post!

        “e querendo ou ñ, percebeu q vc julgou a Jac? Pelo simples fato dela t abordado o assunto….mew vc c sentiu ofendida + ela acabou ajudando a garota q mandou email p ela, saco?”

        Não saquei! Não julguei ninguém, não mesmo e não me senti ofendida, só estou expondo minha opinião, não é para isso que serve isso aqui? E justamente por ter gostado de tudo que ela já escreveu que estou expondo minha opinião.

        “Eu ñ tenho nada contra bi ñ, + tb ñ é p tanto vc fala assim ne, teve 1 vez q eu me senti ofendida c 1 resposta q eu tive aqui pq tinha pedido conselhos…. e nem por isso estressei batendo de frente c a pessoa ne”

        Você pode não achar para tanto, ok! Eu acho! Ok? O preconceito contra bissexuais é tão naturalizado que ninguém está nem aí e parece tudo de menos! Elas são mais invisibilizadas e injustiçadas que nós lésbicas ( e isso para mim devia ter sido abordado no post, seria ótimo se esse post tivesse tido uma maior seriedade), parece pouco mais isso é muito. você criar uma verdade em cima de um grupo, vide o “pé atrás com elas”, é muito!
        É nessas coisas que parecem pouco que pecamos, sabia? É numa cena de novela que fazem de um gay o “rosa chiclete” que um conceito sobre gays são formados, mas parece pouco, né?
        Mas esse só foi um exemplo.

    • Eu concordo bastante com a Lo.
      Sou bi e nunca tive crises em ficar com mulheres ou homens… Tenho quase trinta anos, há pelo menos uns 10 me relaciono com mulheres e nunca me senti angustiada por não fazer escolhas, como alguém aí em cima disse que tem que acontecer…
      (curioso, neste ponto, é que a maioria esmagadora das lésbicas defendem que sua homossexualidade não é questão de escolha, então, como podem esperar as bis “se decidam”?)
      Não entendo bem esta insegurança em ser trocada por um homem, nem o que isso tem de pior que ser trocada por uma mulher, um carro, um cachorro, whatever… o que explica é apenas preconceito mesmo, do qual, de longe já deveríamos tod@s estar livres.
      Gente e é tão, tão chato, quando uma mulher “te deixa falando” depois que fica sabendo que você é bi… ou então o cara que fica de pinto duro a qualquer sugestão da nossa bissexualidade… aí, o que resta, é se esconder para os dois lados, pois para qualquer um deles você é puta, ou a que vai trocá-la por um homem, ou a que vai realizar a fantasia de menàge a trois com duas mulheres dele…

      • Putz, olha… essa parte do “quando uma mulher “te deixa falando” depois que fica sabendo que você é bi… ou então o cara que fica de pinto duro a qualquer sugestão da nossa bissexualidade”, ruim mesmo! =SS

      • Concordo…as pessoas sao livres se querem fazer a escolha ou nao …e em relação ao preconceito , acho que as chances de traição sao iguais, vai de cada pessoa e nao de cada sexualidade.

      • Concordo aee… traição não é menos pior se for com mulher ou com homem! Acho q é uma “safadesafilhadaputisse” de qualquer jeito! Pq tudo tem que ser rotulado neh? Quando conheci minha atual namorada eu tava no “inicio de carreira” e disse que era Bi ela quase me “deixou falando sozinha”… agora eu nao sei mais nada!! Odeio rotulos sabe, prefiro ser EU MESMA e pronto! :)

  7. Eu sou Bi e não tenho preconceito! (2) .. talvez seja só o começo de carreira como vc disse, mas preciso realmente passar por isso, então vamos viver o bissexualismo sim!!!!

  8. Ludmila, concordo totalmente contigo. Nuca comentei por aqui, porém hoje decidi deixar minha opinião. Nós deveríamos aceitar as diferenças, já que sempre exigimos que nos respeitem, não é mesmo ? Estaríamos sendo mega hipócritas se não o fizéssemos. Adorei o post, porque realmente retratou toda essa questão entre lésbicas e bissexuais. Rola essa desconfiança, mas deveríamos antes gostar da pessoa e confiar nela, ao invés de ficarmos paranóicas se ela nos trairá ou não.

  9. É complicado mesmo, já namorei uma bi por 1 ano e sempre rolava aquela dúvida no meu interior. Mas temos que lhe dar com preconceitos todo dia, independente do tipo, e bis, get over it, ignorem quem exercer o preconceito, sejam honestas com suas(eus) parceiras(os), e busquem provar (ou não) que isso é um mito (ou não).
    ~nem sei se fugi do assunto~
    Abraços e sucesso.

  10. muito bom o post jac.
    cara muito bom esse tema do post, sempre muito complexa essa historia de bi.
    muito bom o dilema entre a vozes qe vc colocou, pq tenho certexa qe é o msm dilema qe muitas de nós temos tbm.
    um dia ja fui dessas qe em começo de carreira se entitulavam bi, até depois de muito tempo qe nao ficava com homens tentar ficar com um e nao sentir tesão nenhum. Hoje levanto a bandeira das anti-homens.
    Nao é qe eu seja preconceituosa com as bis. Minhas melhores amigas sao bis, acho qe todo mundo tem o direito de gostar de qen qiser. Maaaas, nao sei como serei interpretada aqi, mas pra mim, isso é em relação a minha vida msm, eu qando tentei ficar com um cara de novo foi exatamente pra eu ver oq eu qeria. Pq pra mim, gostar dos dois nao dava, ou eu gostava de um ou de outro. Eu nao conseguiria viver nessa dos dois mundos. Aceito as bis, mas essa caso nao serviria pra mim.
    e concordo, qe tentar manter um relacionamento com uma bi é complicado, pq vc acaba se sentindo ameaçada pelos dois lados.

  11. Gostei desse Post, tô procurando por esse assunto (Lésbicas e Bissexuais) a mais ou menos 1 mês, tenho 20 anos, um filho, namorei por uns 3 anos com o pai dele, tô solteira a 1 ano, e tô mto carente, ai tipo: Não kero confundir as coisas. Sempre senti uma atração por algumas garotas acho q no fundo não keria admitir, agora tô sentindo uma atração mto forte por uma amiga minha, no outro dia eu deitei no colo dela e ela fiko passando a mão no meu cabelo, e nesse mesmo dia a gente deu um SELINHO de despedida, e eu fikei EXCITADA! Fikei mto confusa,ai gente não me chinga Please, só keria desabafar um poko.

  12. O que mais gera insegurança com bis não é nem essa suposta promiscuidade. Acho que é a insegurança de a menina não aguentar a barra e correr pro lado mais fácil.
    A hora que começa pressão da família, sociedade e etc ela pensar “eu gosto de pinto tb, pra que complicar então?”.
    São poucas as bis assumidas. A maioria é hetero pro mundo e qdo namora uma menina é super escondido. Aí haaaja paciência.

    • Concordo com vc, Karen, em partes. A pressão é realmente mt grande, e se há outra opção, né?! Homossexuais não têm a segunda opção”. Mas veja bem, o amor é maior q qq coisa. E qdo vc ama d verdade, não rola isso d correr para o mais fácil. Pelo menos não comigo. Namoro uma mulher há cinco anos. Já passamos por mtas situações críticas, mas penso que enquanto eu amá-la, ficarei com ela. Se um dia acabar, não será por conta das dificuldades de um relacionamento homossexual possa enfrentar, mas pq o amor não existe mais. E aí estarei com o coração livre para mulheres ou para homens, como sempre estive.

  13. Pouts, escoregou na jaca em jac?

    Caramba, num post só eu vi todo o tipo de preconceito contra bissexuais:

    - Dizer que somos indecisas/promiscuas, como se a gente fosse bi só para ter “50% mais de chances” de pegar alguem;

    - Dizer que bissexualidade não é nada além de uma “fase”, pode até ser para algumas lésbicas/gays mas isso não significa que todos os bis estejam apenas fazendo um “período de testes, essa é uma visão muito tosca, de como desejar os dois sexos nunca fosse uma atração genuina, isso pra mim é um tipo de invalidação horrorosa;

    - De que uma pessoa bi que está namorando uma lés derrepente ao voltar a ficar com um homem quisesse dizer que está bem na “heterolândia” e que apenas fez uma “excursão” no mundo lésbisco, isso pra mim é a tremenda de uma afirmação megalomaniaca, poxa achar que a pessoa necessita negar a vivência homo que teve é dizer que ela é mais importante até que a própria vontade da pessoa a voltar a ter um relacionamento hétero, como se o mundo homo fosse mais importante do que tudo, a medida das coisas, algo que uma pessoa bi tem que negar por obrigação para se afirmar, nem que seja hétero no fim das constas ¬¬

    - Enfim, não achei que vc faria um post desses…

  14. Questão dificil essa né!?
    Sou leitora assídua do blog, nunca deixei minha opnião, apesar de amar sempre os post´s, está ai uma coisa que intriga, nunca em hipotese alguma eu me defini para alguém, justamente por saber desse preconceito com BI, e justamente por saber disso, ou justamente por ser assim, nem sim ,nem não, simplesmente é paixão, envolvimento, posso amar ele ou posso amar ela…e por que sofro preconceito se apenas amo????…
    Pra se ter respeito, devemos respeitar o gosto de cada um..(tá é bem clichê, mas como não dizer??..rs)…Eu penso assim mesmo sabendo que o preconceito continua..e talvez nunca se acabe =/

  15. Questão dificil essa né!?
    Sou leitora assídua do blog, nunca deixei minha opnião, apesar de amar sempre os post´s, está ai uma coisa que intriga, nunca em hipotese alguma eu me defini para alguém, justamente por saber desse preconceito com BI, e justamente por saber disso, ou justamente por ser assim, nem sim ,nem não, simplesmente é paixão, envolvimento, posso amar ele ou ela…e por que sofro preconceito se apenas amo????…
    Pra se ter respeito, devemos respeitar o gosto de cada um..(tá é bem clichê, mas como não dizer??..rs)…Eu penso assim mesmo sabendo que o preconceito continua..e talvez nunca se acabe =/

  16. Sou bi e estou mt certa da minha bissexualidade.
    1º namorado – 3 anos
    2º namorado – 4 anos
    3ª namorado – 2 anos
    1ª namorada (com uma lésbica) – 2 anos
    2ª e atual namorada (tb bi) – 5 anos

    Posso dizer que os problemas de relacionamento são os mesmos, independente de gêneros (rotina, desgaste da relação por milhares de brigas bobas, traição, ciúmes). As alegrias são semelhantes. Consegui sentir-me plena sentimentalmente e sexualmente com os homens e mulheres. Atualmente namoro uma mulher bissexual (há 5 anos). Sofri preconceito com a namorada lésbica. Os homens apreciavam minha sexualidade e atual namorada tb.
    Meu maior argumento para legitimar minha bissexualidade é que as pessoas me encantam, apaixono-me por pessoas. E sim, há toda uma química, uma compatibilidade sexual, aquela coisa de pele, de cheiro, de gosto, mas isso, comigo, rola com homens e mulheres, sem qualquer distinção. O sexo é uma conversa entre esses corpos que, para mim, estão muito além de qualquer gênero.
    Em relação à promiscuidade… Sorry, mas conheço tb mtas lésbicas promíscuas, lésbicas que acabam repetindo comportamentos de um homem heterosexual típico de uma sociedade patriarcal. Claro, existem mtas mulheres bissexuais promíscuas tb. Entretanto, mulheres, em sua maioria, independente do gênero, estão inclinadas a relacionamentos monogâmicos.

  17. Qto mimimi pra falar de preconceito. Amigas nós somos humanas todas temos defeitos, incluindo pré-conceitos, que mal há nisso???
    Eu tenho os dois pes atras com bi sim! Eu sou assim. Todas as bi’s que eu tive oportunidade de conhecer são estereotipadas, entao, isso já ficou em mim, ja formei a minha opiniao baseada no que eu vi.

    • Lembrando… existem regras e existem exceções… e lembrando também que estereótipo é uma generalização baseada em características externas, ou seja, está no mesmo campo semântico que preconceito.
      Somos humanos, sim, somos. Temos defeitos? Lóogico, mas nós não temos direito de sermos preconceituosos… e se somos (pq ninguém é perfeito) temos a obrigação de entender / estudar / analisar e reavaliar nossa leitura de mundo… pq como diz a sabedoria popular “errar é humano, mas permanecer no erro…”

    • Todas as experiencias que eu tive com lésbicas não foram muito boas, elas eram infieis e manipuladoras e nem por isso eu acredito que todas as lésbicas sejam assim. é errado generalizar!
      Que mal à em ter pré-conceitos?(de boa mesmo?) Todo, eu acho que todas nós sofremos com o pré-conceito vindo de todos os lados, mas vindo da própria comunidade LGBT é ainda pior! É uma vergonha que pessoas que sabem o que é sofrer preconceito sejam preconceituosas! :S

    • concordo com vc amanda. comigo aconteceu o mesmo, a maioria das garotas com quem fiquei, eram bissexuais, e só sofri… não tem nada de bom em sofrer! então já que cm todas foi assim, acabei formando uma opinião baseada na experiência que tive, q não foi nada boa!
      pra mim elas serão as eternas indecisas. quando ouço a palavra bissexual já me dá asco, tenho nojo!

    • Mas quando vc sofre não é mimimi não é mesmo? Aí é intolerância, homofobia, vamos começar a nos colocar no lugar do proximo? Se todos agissem assim não haveria tanto sofrimento para nos assumirmos perante a família e amigos, não haveria espancamentos motivados apenas pela opção sexual.

      Como dizia minha vó: “Em casa de ferreiro o espeto é de pau”

  18. Fato que é complicado. A Karen falou tudo aí em cima. O problema é o negócio de achar que quando a barra enfeiar, a menina simplesmente vai escolher o mais conveniente. Eu já passei por isso… graças à pressão familiar (entre outros motivos), ela resolveu dizer que ia ficar com homem. E ficou, mas ficou com mulher também e o nosso relacionamento de dois anos já tinha ido água abaixo. Antes disso, no meu começo de carreira, falei que era lésbica… como me perguntavam se eu já tinha ficado com uma menina e eu dizia que não, já nem me levavam a sério. Então não basta dizer que vc não é bi, tem que dizer que vc ficou com uma guria. E sim, esse pensamento todo é errado. Não somos um montante de pessoas com idéias simples e perfeitas.
    Como já disseram também: traição é traição não importa se é lésbica ou bi, dói do mesmo jeito.
    Eu sou uma das que ficaria com um pé atrás, por já ter vivido isso e por já ter visto “n” situações onde a dor acabava acontecendo.
    Tem outra: na minha família (exceto pai e mãe), aceitaram muito mais facilmente porque eu sequer apareci com um homem/ficante/whatever em casa. E meeesmo assim, mil anos depois de eu ser assumida pra família, minha mãe volta e meia dá umas cutucadas, achando que quem sabe eu acho o homem da minha vida. Isso é um saco, sinceramente. E acho que a guria que vai ficar com uma bi acaba pensando nisso também, pq pode começar a ter esse tipo de pressão, de incomodação desnecessária. Enfim, não são levadas a sério pela família e esta última não leva muito em consideração a(o) suposta(o) “namorada(o)” da filha(o).
    Não sei vcs, mas eu tenho MUITO pé atrás com família que fica tentando achar marido pra quem eu tô… pq quando vc tá com uma pessoa, não tem como isolar ela do mundo e dizer que vai ser só vcs duas e fim.
    E também concordo com o que disseram ali em cima, que temos que ser menos paranóicas e deixar de nos preocupar tanto se vamos ser traídas ou não. Isso é fato, mas não é uma coisa fácil de se fazer. Entra em outro aspecto, que seria o relacionamento sério, coisa que nem todo mundo está apto a entrar. O que mais se vê é que por algum rabo de saia as gurias (bi ou não) traem e ainda dão risada. Daí, por que mesmo do casamento gay? Se em 1 ano, 2 anos, sei lá, já se traiu tanto que não sobra mais nada? Não sei não viu. Mas enfim. Isso conta contra nós, lésbicas, infelizmente.
    Sou lésbica e tive receio de ficar com gurias bi sim. Gosto de mulher e sou fiel a uma pessoa só, porque acredito que dá pra amar uma pessoa só, com certeza, e quero ser feliz com ela, ter filhos e afins. E as bis não me dariam esta segurança.

  19. É fato que rola essa competição entre homens heteros e mulheres lésbicas, eles não nossos “adversários mortais”, digamos assim; e perder pra quem você simplesmente detesta é pior ainda. Não é questão de ser bi ou não, e sim de como usufrui essa opção. Honestidade acima de tudo, ficando com homens ou mulheres deve haver uma linha de respeito estabelecida, o que inclui NÃO TRAIR seja lá com quem for. Eu penso assim.

  20. rs.
    Eu sempre fiquei com um pé atrás quando alguma menina me dizia que era bi. Isso porque duas amigas minhas (e várias colegas) diziam que eram, mas na realidade apenas beijavam meninas, nada mais que isso (e nem tinham vontade de fazer algo a mais).
    Então esse preconceito, no meu ponto de vista, se justifica pelo fato de que algumas (ou seriam muitas?) meninas que sentem curiosidade de beijar uma menina ou que gostam de APENAS beijar meninas se auto-intitulam bissexuais, “ferindo” aquelas que são realmente bissexuais (ou seja, sentem atração SEXUAL por ambos os sexos).
    E apesar da minha experiência com essas “bissexuais”, após conhecer várias mulheres, fui percebendo que existem, sim, meninas bissexuais, mas que, ao meu ver, são pouquíssimas. Aliás, minha namorada é uma delas, embora isso não me impeça de ficar com um pé atrás quando conheço alguém que se intitula bissexual.

  21. De boa jac sei muito bem que muitas lésbicas ficam com o pé atrás com a bissexualidade porque eu sou bi e já aconteceu muito isso comigo. Enfim é verdade sim que tem muita menina que antes de se aceitar, ou assumir lésbica diz que é bi mas isso não pode ser generalizado. Sou bi e sinceramente acho que sempre soube que seria, lembro até hoje que quando era bem pequena minha mãe me explicando o que ser bi significava e eu pensando que maravilha poder ficar com os dois. De certa forma sempre foi natural pra mim e eu acho que as pessoas tem de parar de achar que a bissexualidade é só uma fase de transição de uma coisa para a outra, existem sim pessoas que se sentem igualmente atraídas pelos dois sexos, claro que não por qualquer pessoa como muita gente pensa. Já tive várias namoradas lésbicas que eram super piradas com isso, tinham ciumes de tudo e se justificavam dizendo que eu podia trair elas qualquer “coisa”. O que pra mim é um absurdo não é porque sou bi que sou bígama. Ou não posso me envolver e me comprometer com alguém. E já namorei garotos que achavam que era tudo uma brincadeira, e não acreditavam que eu poderia ter uma relação de verdade com uma mulher. O fato é que sei que apesar de me sentir atraída por homens não posso simplesmente ignorar minha atração por mulheres e dizer que sou hétero, e nem posso dizer que sou apenas lésbica. Me sinto igualmente atraída pelos dois e posso me apaixonar por alguém seja homem ou mulher e ter um relacionamento sério, sendo fiel. Eu penso que traição é traição e não tem nada a ver com sexualidade e sim com o carácter das pessoas envolvidas. Enfim somos todos humanos e ninguém e livre de preconceito, mas seria ótimo que não somente as lésbicas mas todos deixassem de ter essa mentalidade e esse conceito de que bissexualidade tem a ver com promiscuidade e infidelidade.

    • As meninas que disseram que se sentem com o pé atrás porque: o problema é o negócio de achar que quando a barra enfeiar, a menina simplesmente vai escolher o mais conveniente. Mas ai é que está, quando você gosta das duas coisas você não pode simplesmente escolher gostar apenas de uma. E a mesma coisa de dizer que uma lésbica pode se tornar hétero. Se eu decidisse que iria me relacionar com homens apenas por ser mais fácil, eu estaria mentindo para mim mesma, porque não iria conseguir deixar de sentir atração por mulheres.Eu sei que é meio complicado pra algumas pessoas entenderem, mas assim vocês meninas quando namoram com uma garota simplesmente não deixam de sentir atração pelas outras, ou param de sentir atração por qualquer pessoa que não seja a sua namorada, mas sim deixam de se envolver com outras pessoas porque estão apaixonadas e comprometidas com uma só.Se eu estou namorando uma garota continuarei sentindo atração por homens e mulheres, mas não é por isso que vou trair minha namorada.

    • Apoiado! Existe todo tipo de pessoa e estamos sujeitos a lidar com vários tipos de situação (envolvendo amor ou não).

  22. A Karen e a Gabriela realmente souberam explicar o que passa na cabeça de uma lésbica ao ficar com uma bi. Insegurança em um relacionamento não dá… Não me refiro a questão promiscuidade, mas essa de sentir atração por homens ou mulheres é muito cômodo; tipo vou ficando com a garota até que um cara bom me apareça… A pessoa tem que assumir aquilo que sente, barra sempre vai existir… Só não dá para ficar fugindo, adiando, sonhando, achando que um dia o homem perfeito aparece, enquanto isso passa tempo com mulheres.

    • Isso não mostra um pouco de complexo de inferioridade em vocês, não? Tipo, uma bissexual poderia muito bem “ir ficando com o cara até que uma garota boa apareça”. Ela pode ter preferência por mulheres, mas gostar de homens também. Isso não seria mais bissexual ou menos bissexual do que o contrário. Mas ainda assim algumas de vocês parecem achar que uma bissexual sempre prefere homens e pega mulher só de vez em quando, para tirar onda, quando não tem nada melhor por perto, etc. Acho que é uma generalização injusta.

  23. Olha, longe de achar que bissexual é necessáriamente promiscua ou filha da puta, mas eu entendo o pé atrás. Mesmo porque eu tenho um pouco sim, acho que todo mundo que se define como lésbica mesmo tem [ainda que pouco]. E a Jac tá certa [em parte] na razão. É sim uma ofensa ser trocada por um cara, e causa uma dor horrivel, mesmo pq se é homem que a bi em questão quer não tem nem como competir. Agora, adicionando gasolina na fogueira, esse pézinho atrás tambem é muito motivado de que se vê muito meninas bi que eventualmente sentem falta de pegar homem, e acabam magoando namoradas. Eu mesmo já vi uma pá de sapatões amigas que “arriscaram” relacionamentos sérios com bissexuais e lá pelas tantas tomaram chifre pq a menina sentiu falta de pegar macho. E faltou uma outra discussão: existem sim graus de bissexualidade. Tem muita menina que se diz bi, mas na verdade simplesmente não tem ataques epiléticos de nojo com a idéia de pegar um cara, assim como tem aquelas que nunca iriram até o final com outra garota embora goste de beijar meninas.

    Parebéns Jac pela coragem de falar coisas que as pessoas tem um certo receio de botar pra fora! ^^

  24. Pra sintetizar e a paz reinar agradando todo mundo, melhor fazer assim: Bi so fica/namora com bi e les so com les.
    Eu nao curto garotas bissexuais e nao fico com elas. Fim de papo. Nao vejo necessidade, portanto de estender uma discussao que nao leva a lugar nenhum.
    A menos que as mocas bissexuais prefiram as sapas, ne? Pq serio que uma bi nao deve ter “a pegada”. Rsrsr

  25. Jac, achei super como vc se posicionou no post! Foi de uma puta sinceridade e uma coragem maior ainda. Excelente! E foi exatamente isso que provocou toda essa polêmica maravilhosa. Adorei!

  26. Olha.. Confesso que eu sou meio “cuca-fresca” demais, acho que tudo é paz, amor, respeito e não se fala mais nisso. Mas não sou idiota e sei que o meu mundinho particular é bem diferente da vida real. Não tenho preconceito com ninguém.. Bissexuais, transexuais, heterossexuais etc. Acho que se uma guria bi quer se relacionar com uma lésbica o mínimo que ela tem que fazer é ser sensata e entender que uma mulher não pode ser mulher e homem ao mesmo tempo, ou seja, não ficar falando sobre homens, coisas de homens, que sente falta de homem e blá, blá, blá.. Eu penso assim. E a mesma coisa se ela estiver namorando um cara. Também não concordo com essa coisa de as lésbicas dizerem: “ah, eu nunca ficaria com uma bi! não curto.”. Minhas filhas, quando a paixão, o tesão, o amor ou sei lá mais o que aparecem, as diferenças evaporam! É assim que acontece. Bjs

  27. É veii, acho f*da esse preconceito que lésbicas tem contra nós bissexuais…
    Não é porq sentimos atração por ambos os sexos que vamos sair por ai ficando com um monte de homens e mulheres ao mesmo tempo, muito menos trair uma pessoa de que gostamos, não importa se é com homem ou com mulher, traição é traição, e se a gente gosta mesmo não trai.
    Pensem um pouco em todo o preconceito que nós sofremos de ambos os lados… Já é difícil se enquadar na sociedade por você ser bissexual e a maioria das pessoas ao seu redor serem héteros ainda por cima também sofremos preconceito das lésbicas… é f*da!

  28. Tenho preconceito sim, mas não tanto pela questão da traição.
    Por quê não existe um movimento que lute especificamente pelos respeito dos Bi’s?
    Simples! Por quê não existem Bissexuais femininas inseridas em movimentos lutando por isso, pelo menos eu nunca vi no Brasil.
    Todas as meninas bissexuais que fiquei não eram assumidas pra sociedade. Por quê na cabeça delas pensam assim: “quem sabe um dia não me caso com um homem, então nem vale a pena assumir para meus pais”
    Aí, tem que namorar escondido e a lésbica fica sendo algo a parte da vida dela, um mundo paralelo da menina Bi, porquê na heterolalia em que ela vive não tem espaços para lésbicas. Não vai poder andar de mãos dadas na rua, etc…
    Pelo menos essas foram as minhas experiências, tô pra ver alguma Bi militante e assumida para os pais.

    • Achismos e achismos. Existem sim bis militantes.

      Você tem preconceito porque nunca conheceu uma bi militante? Uma não assumida?
      Besteira, até mesmo porque o que mais existe no mundo é lésbica e gay não militante e não assumido.
      Cada um faz as suas escolhas. Se a pessoa não quer militar nem se assumir, são escolhas dela. Se ela acha que isso vai ser o melhor que ela pode fazer, ela faz.
      Agora, me diz… Como você quer que uma bi se assuma bi sendo que existem pessoas que, como você, as julgam sem ao menos conhecer? É complicado… Você se baseia em relacionamentos passados, mas cada pessoa é única, portanto, cada relacionamento é único.
      Só fico chateada porque o que os homofóbicos fazem com as lésbicas as lésbicas fazem com as bis: partir de uma ideia geral pra definir um grupo de pessoas que eles nem conhecem, já julgando e tacando pedras.
      É foda querer falar de militância LGBTT colocando as palavras “tenho” e “preconceito” numa mesma frase.

  29. Droga! Só fiquei com menina que se diz bi! Espero fazer logo 18 anos, conhecer lésbicas realmente etc. Cansei das bi sex bitch da minha escola. Se todas as bi forem que nem elas, my god! Às vezes, penso que sou a única que SÓ gosta de mulher. Sério, sem dramas, mas isso é confuso.

  30. Bom. Namorei dois anos e meio e olha… até hoje guardo certas magoas, porque minha namorada me traiu com um cara. E uma vez que demos um tempo ela ficou com outro cara também. Acontece o seguinte: e muito foda você perceber que tem que disputar com um cara, alguem que você quer. Porque as coisas sao muito diferentes, e você não vai poder dar certas coisas que os caras podem e tal. Até ai tudo bem. Só que existe uma concepção (que amigas minhas deram, que são bi) que diz que quando se esta com uma mulher, sente falta de homem. E quando se esta com um homem, se quer uma mulher. Não sei… Mas olhando assim, uma bi realmente nao da segurança num relacionamento. ;x

  31. Oi Jac.. gosto mto dos seus post.. já venho aki a um bom tempo mais nunca tinha oq falar..!
    Eu tinha preconceito com bis exatamente pelo fato de me trocar por um cara.. mas atualmente eu namoro uma “hetero”! Rs..
    No início foi difícil qndo ela falava ‘Hoje eu vo sair com as meninas tah?!’ mais agora com 2 anos de namoro a pressão passo e se ela me trocar por um cara.. foda-se eu fiz oq eu pudia!!
    Mentira.. vo procura esse cara e corta pinto.. pra ser justo! shaIUSHaius

  32. Gente, sinceramente, não entendo… Se são bissexuais e sentem atração por ambos os sexos(?), então por que reclamam da desconfiança das lésbicas? É só deixar pra lá e ficar com homens, ora… Já que gosta de ambos os sexos, quando não tem um, ainda tem outro. Sem complicação…

  33. É ridículo achar que uma pessoas tem que se decidir por homem ou mulher. Sou bissexual assumida, e caso a bissexualidade não existisse eu não teria motivos para dar minha cara a tapa para toda a minha família e a sociedade.
    Sentir atração por homens e mulheres é diferente de querer putaria, como o senso comum julga. Quando namoro com alguém o que me importa é a cumplicidade com a pessoa, independente do que ela tenha no meio das pernas.
    Infelizmente existem muitos casos de meninas que por curiosidade ou por modinha se denominam bi e acabam criando essa imagem conturbada.
    Só deixo aqui meu comentário pedindo que não generalizem modinhas, putarias e bissexualidade. Conheçam a pessoa antes de afirmar que bi não presta, que vai trair com homem….

  34. Sou BI, vaidosa, tenho namorado, gosto muito de mulher bonita, cheirosa e bem cuidada. Já tive um affair com uma mulher durante o atual namoro e achei interessante. Nada foi feito escondido. Relacionamento com homens são diferentes de relacionamentos com mulheres e acredito que dá sim pra conciliar, desde que exista respeito ao espaço de cada um.
    Tenho dificuldades em me aproximar de mulheres, pois muitas acham que por eu ter namorado quero putaria, mas não é nada disso. Quero apenas ser feliz sem ter que esconder nada de ninguém!

  35. Eita mania humana de colocar as pessoas em caixinhas com rótulos! Sou lésbica e concordo com a Lo! Somos singulares demais para aplicar em todos a experiência vivida com uma ou duas pessoas. Sair rotulando milhares de pessoas pq uma, única, fez algo comigo! Entendo que ser trocada por homem não é nem um pouco legal, e não é mesmo, mas daí duvidar do caráter de alguém por conta de um rótulo? Duvidar e julgar alguém por causa de orientação sexual? Seria extremamente engraçado se não fosse completamente trágico.

    Me entristece ver a repetição de um preconceito que nós sofremos, me dói ver que sendo vítimas disso, somos ainda capazes de reproduzir com o outro, tão semelhante a nós. Mas eu entendo, é muito mais fácil afimar pelo outro e julgá-lo do que se despir de morais e valores vazios e se dispor a entendê-lo. Pq pra entender tem que saber do que se fala, tem que pensar, pra pensar tem que destruir ideais estúpidos que sustentam a nossa razão para, então, reconstruí-los, e isso dói, é difícil! Então, vamos todos ficar na facilidade de apontar pra grama do vizinho e ele que se exploda, pq caráter, personalidade, respeito e tudo mais depende, exclusivamente, de orientação sexual, claro! Por isso que muito homofóbico por ai tem razão em dizer que AIDS é exclusivamente de gays, que são todos pedófilos, promíscuos. Triste ver que temos Jair Bolsonaro no lado colorido da história.
    ” Tristes tempos os nossos! É mais fácil desintegrar um átomo que um preconceito.” Einstein

  36. Eu penso parecido com a Jac e tenho noção de que é puro preconceito. Nem eu sei fundamentar muito bem. Claro que não se pode generalizar as bissexuais, mas que muitas mulheres querem simplesmente estar na moda, isso é verdade, além de ser muito difícil ver uma bi casada ou com um relacionamento sério com outra mulher.
    Mas eu tenho uma sugestão: talvez uma bissexual pudesse escrever o próximo post defendendo seu ponto de vista. Dessa forma fica mais democrático. Afinal de contas, a base para qualquer preconceito é a desinformação.

  37. Nao tenho preconceiito nenhum
    pois se tivesse preconceito pra que serve o movimento LGBT??
    Que defende nos TODOS pela msm causa

    ———————————————————————————————————
    Se eu vesse que a mina ta beem firme comigo demontrando sentimento e tal
    pra quer ter medo de ser traida
    isso e sinal de desconfiança
    so se a mina tb fo muiito vagaba
    coisa que nunca acheii uma Bi assim pelo menos EU nunca vi
    maais ta ai ne

  38. krak… Nunk tinha passado mais de dez minutos lendo comentarios de posts mas esse ai amiguinhas… Pelo q eu vejo em algumas de vcs comeca a criar-se outro grupo pra sofrer os mesmos preconceitos que outrora sofremos mais do que agora… Sou de acordo com um pouco do que cada uma de vcs disse ai. Fato ‘e! Todas gostam de mulher e ao que parece num futuro nao tao distante estarao se classificando de tal forma que um dia nao havera mais espaco pra tanta divisao e o titulo sera.
    Heteros X O Resto
    E o que vai sobrar de nos depois de tanta rotulacao desnecessaria.
    Perda de tempo#fato!

  39. Gosto de homens e de mulheres.Não sei pq essas lésbicas tem tanto preconceito.¬¬ Talvez seja pq nossas chances são um pouco maiores de catar alguém em uma balada,bem mais fácil desencalhar né!kk

        • Bom… resolvi deixar um comentário. Tenho frequentado o blog à um bom tempo, leio tanto os posts quanto todos os cometários, pois sempre rola alguma coisa que em outras ocasiões me tiraram muitas duvidas. Sou bi, (infelizmente nunca saí do armário, mas quem nunca morou dentro de um, que atire a primeira pedra…rs), eu acho q o q vale mesmo é o amor. Se eu me apaixonar por uma mulher (o que já aconteceu e meu coração está partidaço nestes ultimos dias…rs (Ela não me dá moral! Buah…rs ) ou me apaixonar por um homem, o q tenho q ter em mente é q devo ter respeito, sinceridade e muito amor pra dar e receber independente de sexualidade… :) E é isso aí. Não tenham preconceito de nós não Les. Somos duas vezes mais faladas. Sofremos preconceito dobrado. Se vcs não nós levarem a sério quem levará? Vamos juntas. Sei q não tem nada à ver, mas ando meio carente, daí queria compartilhar com vcs a seguinte perguntinha. Quem neste exato momento gostaria de ter ao lado uma Shane do seriado The L World? Bjos meninas. O bixo pegou aqui hj hein? :)

    • É exatamente isso que acho ridículo.
      Olha o nível.. “é bem mais fácil desencalhar”… francamente viu..?!

      Tenho 21 anos e sou lésbica, (ou não, vai saber). Digo isso porque no momento só me interesso por mulheres, se por ventura.. um dia aparecer um cara e eu me apaixonar, não terei vergonha nenhuma em largar tudo e dizer que virei hétero novamente. (Se bem que acho difícil kkkkk)
      Porque isso? Porque uma pessoa só pode ser uma coisa só.. ou lésbica ou hétero. Lógico que podemos nos enganar, nos apaixonar por uma mulher depois por um homem.. mas ficar oscilando nisso a vida inteira não cola.

      Pra mim quem diz que é bi.. só quer ter um leque maior.. pra poder dizer assim como você.. que tem mais chances no “mundo”. Se for ver por esse angulo todas nós temos.. porque podemos ficar com homens ou mulheres mas preferimos fazer uma única escolha do que ficar em cima do muro, sem saber o que realmente quer.

      Um dia querer um homem e no outro uma mulher, pra mim é putice.. diferentemente de se apaixonar.

      • Gosto de pinto e de boceta. Não sabia, não conseguia conceber. Imagino que seja muito mais difícil de entender do que perceber que gosta do seu próprio sexo. Vc não deveria diminuir os sentimentos alheios. até pq, se vc diz que vai voltar a ser hétero” fica parecendo aqueles programas de evangélicos bitolados (pq existem os evangélicos sadios) que se dizem ex-tudo. Vc nunca deixa de ser quem é. Nssa minha vida aprendi uma coisa. Nós devemos nos deixar apaixonar pelas pessoas e não pela sua genitália. Eu gosto mesmo é de gostar de gente. Não importa se for pinto ou boceta, se me fizer feliz é o que vale.

    • Seu comentário acabou endossando o preconceito…
      Penso que não tenha sido sua intenção mas…
      Você vulgarizou as bissexuais.

  40. Preconceito (pre- + conceito)
    1. Ideia ou conceito formado antecipadamente e sem fundamento sério ou imparcial.
    2. Opinião desfavorável que não é baseada em dados objectivos. = INTOLERÂNCIA
    3. Estado de abusão, de cegueira moral.
    4. Superstição.

    Bem, nunca me manifestei neste blog e sequer sou uma leitora assídua. Uma amiga comentou sobre o conteúdo deste artigo, fiquei curiosa e resolvi dar uma lida. Até agora não consigo entender no que a autora que se revela lésbica quis fomentar com esse tema. Apesar de achar desnecessário atribuir uma orientação sexual ao meu comentário e a mim, sou hétero. Tenho amigos e amigas gays, bissexuais e não os defino ou os rotulo por isso. Percebi que aqui é levado em conta este detalhe sórdido e não só a opinião. (infelizmente) Antes de tudo, fiquei curiosa e li os outros artigos do blog, assuntos interessantes, com um teor de humor bem elaborado. A maioria dos textos é bem dinâmico. Parabéns! Porém, este é simplesmente um desastre, apesar da tentativa de suavizar o texto com metáforas e o bom humor característico é deprimente lê-lo. A ideia é obsoleta, arcaica, indigna e imprópria. Absurdo é perceber que, aparentemente, a maioria (pelo menos das leitoras) concordam. Teve até uma leitora que disse não existir bissexuais militantes. rs. Como defensora dos direitos humanos e como uma pesquisadora das relações humanas, depois de ler, inclusive, todos os comentários essas ‘atribuições’ e ‘rótulos’ atribuídos aos bissexuais é insegurança. Uma mulher, independente de orientação sexual, quando se sente bonita, atraente (feminina ou não), quando está segura com seu corpo e sua mente esses questionamentos se tornam tolos e irrelevantes.

    Paixão
    1. Impressão viva.
    2. Perturbação ou movimento desordenado do ânimo.
    3. Grande inclinação ou predilecção.
    4. Afecto violento, amor ardente.
    5. O objecto desse amor.

    Tem coisa melhor do que estar apaixonada? Independente do gênero vivam, arrisquem, AMEM. Relacionamentos acabam por diversas razões. Sentimentos se desgastam, ideias mudam, verdades não são absolutas. Antes de cobrar respeito, antes de promover a militância, defenda e aja em concordância com os Direitos Humanos. (que abraça ideias bem além) E não propaguem o PRECONCEITO. Assim, estarão justificando a ideia daqueles que não toleram ou discriminam com veemência mulheres por serem lésbicas. Ou negras. Ou pobres. (etc)

    • S. Bueno, que resposta incrível! Finalmente alguém com embasamento sólido, inteligente. Penso que é bem por aí mesmo. Eu sou bi e amo. Ponto final.

    • E quando eu achei que não veria mais nenhuma resposta tão boa e bem elaborada quanto as de Lo e Nanda, vem S.Bueno com uma dessas. Parabéns falou tudo e mais um pouco!

  41. karai manow adorei teu
    blog sério mesmo, sou de
    porto alegre e aqui no
    centro e nos shoppings
    da região existe uma
    grande concentração de
    lésbicas.
    obs: eu sou uma hahah
    eu tenho 19 anos e uma
    namorada maravilhosa *-*
    tudo o que você postou
    eu ja ouvi muito, e isto
    acontece mesmo.
    quando contei a meus
    pais eu tinha 16 anos e
    não tive apoio nenhum só
    preconceito, mas nunca
    liguei para o que eles
    pensam ou deixam de
    pensar sou feliz assim e
    fiz a minha parte .o/
    concerteza continuarei
    lendo os teus post’s

    não sei é a minha opnião, mas este tema é muito de cada um, o que você pensa pode ser diferente do que eu penso e isto causa conflitos, mas muito legal o assunto e isto acontece, por exemplo eu não tenho nada contra bi mas creio que bi é uma pessoa muito incerta não tem certeza do que quer então usa e abusa dos dois termos e magoa gente pra poha :s
    mas isto é a minha opnião :)
    bi é furada hahah
    muito demais parabéns pelo blog!

  42. O que eu quero ver é ter culhões pra expôr um assunto tão complicado, quanto mais expressando e admitindo seus próprios pré-conceitos. Tentou suavizar sim e quem de nós não tenta suavizar uma coisa que sabemos que está errada? Ninguém tá pensando que uma pessoa se empenhou a falar sobre isso mesmo sabendo das suas fraquezas. Não tem essa de “não sei o que a autora quis fomentar com esse tema”… ah sim, claro, é que pra ficar bom só tem que falar nada de assunto polêmico então? Ou só dramas gerais… ah tá, entendi.

    Não sei quem que está propagando preconceito aqui. Até onde interpretei estamos debatendo pontos de vista, idéias, experiências… ou eu perdi alguma coisa?

    E sinto muito, mas não concordo que o post foi um desastre e nem que é deprimente ler.

    • Respeito sua opinião! Como eu já havia escrito anteriormente os outros textos são incríveis, você acaba rindo alto. E mesmo pra quem não está nessa realidade, nem conhece alguns termos.. Agora veja bem: eu só achei absurda a ideia de que (M)ulheres são julgadas e discriminadas por serem bissexuais, talvez até desacreditadas por esse simples fato. Lésbicas também são apontadas como promíscuas, pra não dizer outros adjetivos terríveis. Então muito me espantou tamanha polêmica. Que ao meu ver inexiste. E ponderei o seguinte: muitas leitoras aqui são bissexuais, sim? É um público considerável, que prestigia o blog, participa.. Enfim! Pois bem, colocá-las em patamar diferenciado pra mim foi um desastre! E me deprimiu porque na minha cabeça um grupo que tanto sofre levanta pre-conceitos dentro do outro grande grupo LGBT (não sei se está correta a denominação). Surreal!

      • Hmmm… bom. Mas é claro que eu concordo que não há como generalizar e tudo isso… e também concordo que existem adjetivos horríveis descrevendo as lésbicas e etc. Contudo, se caso vc não fosse hetero e estivesse inserida nessa nossa realidade do mundo lésbico, perceberia que muita coisa é verdade e tem coisa que é exagero. Parece natural discutir sobre isso tudo…
        E sabe… o tal de pré-conceito falado todo mundo tem. A diferença é o que a gente escolhe fazer com ele.

    • Quando eu vi o título desse post eu já sabia que a coisa ia ferver e pensei ” A Jac sabe no que ela está se metendo?? No estouro que isso vai dar…??” Mas imaginei que seria necessário e (com jeitinho) ela tentou…

      Você bem falou o que eu queria Gabriela. Um pouco mais de consideração pessoal pela nossa cara Jac que tenho certeza que na hora de escrever esse post suou frio e já sabia “lá vem bomba…” Esse assunto tinha que ser abordado, sorry se a Jac não fez isso de forma 1000000% perfeita que traria a aprovação de todas. O bom é que várias pessoas estão comentando e compartilhando suas experiências e tals. Afinal é isso o que fazemos aqui. Compartilhamos e aprendemos umas com as outras. Tem nada de desastre aqui não, o assunto é polêmico e PROVOCA….

      Sejamos menos agressivas com nossa cara autora que tentou trazer luz a um assunto. Seu post abriu portas para quem quisesse ajudar a ‘shed some light’.
      Eu tambem tive meus preconceitos (que eu nem queria admitir) mas graças ao post e os comentários que seguiram eu refleti bastante e isso me ajudou.

      Continuo admirando seu trabalho e simplesmente adoro esse blog. Once again, thanks Jac (& Gabriela).

      xoxoxo

  43. Concordo com a Gabriela. A autora tratou o tema com humor e suavidade, tema este proposto por uma leitora bissexual… Agora, pra falar a verdade, o que desagrada não é o texto e nem a autora, mas sim a dificuldade em escutar (ler) aquilo não quer…
    Todas as pessoas que aqui postaram deram suas opiniões ou experiências e a lésbica tem o direito de não confiar em bissexual. Agora, só porque algumas bi (?) não querem escutar certas opiniões, se defendem dizendo que a ” vcs estão rotulando” ou “vcs estão sendo preconceituosas” ou, então, chamando o texto de deprimente. Não é por aí, nem gente…
    E, pra constar, tb não sou lésbica, mas minha prima-irmã é, tb tenho vários colegas homossexuais, que conheci através da minha prima e são boas amizades. Conheci o site tb através da minha prima e decidi postar neste tópico, pq não acho que a autora foi preconceituosa, ao contrário, ela expôs aquilo que muitas lésbicas sentem, inclusive minha prima que tb teve uma experiência ruim com uma moça bi (?); Ao mesmo tempo, a autora deixou um espaço para que o outro lado tb tivesse sua manifestação e defesa. Sinceramente, acho que foi um tópico democrático.

  44. Esse assunto é realmente muito sério. Vou explicar minha situação pra que vcs entendam pq penso assim. Namoro a 6 anos com uma mulher. Já sei que vcs dirão “qual o problema? ela é lésbica então”. Mas não é bem assim. Quando eu a conheci, ela se definia como bi, e desde que a conheci, ela sempre foi muito atraente. Muito feminina e sensual. Eu tb sou, apesar de ser lésbica, mas acontece que eu sou lésbica e sempre me defini assim, entendem? Pois então… apesar de namorarmos a 5 anos, me sinto super insegura com ela, a ponto de nossas brigas serem muito sérias e já quase terminamos várias vezes. E o motivo das brigas? Os homens, sempre eles. Nunca brigamos uma única vez sequer por ciúmes de alguma outra mulher.Ela diz que dizia ser bi, apenas por medo de assumir ser lésbica, e só assumiu de verdade depois que me conheceu. Mas ainda hj me sinto insegura com o comportamento dela. Ela se veste de uma maneira que atrai cada vez mais a atenção dos homens. .Ela quer sempre estar no meio dos amigos homens. Não entendo pq ela age dessa forma. E pra piorar tudo, ela tem dildos, toys,etc. Sou apaixonada por ela, mas essa é uma questão que me atormenta demais. Imaginem sua namorada recebendo ligações todos os dias de homens convidando pra sair, ou dando em cima na cara dura mesmo pra sentirem na pele do que estou falando….
    Algumas de vcs disseram que ser traída, tanto por homem quanto por mulher é a mesma coisa. Não é. Qualquer lésbica sabe que não é assim. Se vc está com alguém tanto tempo quanto eu, se vc nota sua namorada cada dia mais insinuante para os homens, não te parece que ela está indecisa, ou passando uma msg dupla? Que no fundo o que ela está querendo dizer é: “estou cansada de vc, agora quero um pinto pra me comer direito?” E se formos honestas e concluirmos que É ISSO MESMO que elas querem dizer, isso não significa uma profunda HUMILHAÇÃO pra qualquer lésbica?
    O problema não é o preconceito com as mulheres bissexuais, pois como a Jac disse no post, toda lésbica, no inicio, foi bi. O problema está nas pessoas que se dizem bi, pra fugir de certas verdades e desejos internos, e acabam usando as outras pessoas para os seus propósitos e depois simplesmente quando enjoam, ou quando enfrentam uma situação na vida, em que é mais fácil correr pro status quo, é assim mesmo que agirão. E não adianta mimimimi sobre preconceito, pois todas nós MULHERES, sejamos lésbicas, bi , ou heteros, não queremos ser passadas pra trás ou humilhadas por quem nós amamos e nos dedicamos tanto tempo.

    • Carol, concordo plenamente com você, principalmente na parte em que diz “estou cansada de vc, agora quero um pinto pra me comer direito?” nem todo mundo teria coragem de dizer isso, mas é verdade.
      Acho que esse é o medo das lésbicas, pois quando você está com uma bi, você sabe.. ‘ela gosta de mim, ela gosta do que eu gosto, mas ela também gosta de algo que eu não tenho.. e se uma hora ela quiser relembrar.. como fica?’ Por melhor que você seja na cama, se ela gosta de homem também, você nunca vai ter TUDO que ela gosta. O problema está, quando ela se dá conta disso.

    • Namorei um homem durante três anos e passei pela mesma situação. Ele tinha sempre um monte de mulher em volta, dando em cima na cara de pau. Sabe qual a minha conclusão: não leve a mal, falo na lata pq me identifiquei com sua história) ESSA MINA N TE QR MAIS. SEJA COM HM OU MH, ELA VAAI TE LARGAR, ENTÃO DÁ UM PÉ NESSA FIA!!!@$#34 E VAI PROCURAR ALGUÉM Q TE RESPEITE. Bj

  45. Complementando o que eu estava dizendo no meu comentário anterior. Eu não acho que o post foi preconceituoso. Acho que tratou de uma realidade, pois não cabe uma análise simplista, dizendo que seja preconceito.
    O que acontece é uma questão bem mais profunda, de todos nós seres humanos. Ninguém quer ser traído, E mais ainda, ninguém quer ser e se sentir traído e humilhado justamente por quem mais amamos.
    Se vc é lésbica e foi traída por sua namorada, e foi trocada por outra mulher, beleza, vc pode ainda tentar reconquistá-la com as mesmas armas da sua rival. E se a traição aconteceu, não significou que sua namorada não estava satisfeita com vc, com o seu sexo, o seu gênero. Ela não está negando a vc o amor dela por vc tb ser uma mulher.
    Mas no caso de vc ser lésbica e sua namorada te trai e te troca por um homem, o que significa isso? O que está implicito nessa atitude?
    É por trás dessas questões que está o fato muito real mas poucas vezes admitido, de que homens héteros e mulheres lésbicas competem, pq tanto um quanto o outro se sentem profundamente humilhados quando essas coisas acontecem: o homem ser trocado por uma mulher, como ele vai competir, como ele pode lutar pela mulher que ama,se ela deixa nítido que gosta de outra mulher? A mesma coisa vale pra uma mulher lésbica que foi trocada por um homem, como ela vai poder brigar pelo amor dela sem as mesmas armas? Dirão que há outras maneiras, mas não é bem assim que acontece e todas vcs sabem disso.
    Não tenho preconceito algum com bissexuais, desde que sejam de fato bissexuais e deixem isso às claras numa relação, pra depois não acontecerem surpresas desagradáveis.
    O problema como eu disse antes, são as pessoas que tem problemas internos mal resolvidos, e enganam as outras, iludem, traem, mentem sobre o que sentem e sobre o que de verdade desejam.

    • Eu curti³ (Y). Mesmo. E no outro post, o do “Estou apaixonada por uma mulher e agora?” tem um comentário deixado recentemente que comprova. A guria conta que terminou com a menina que gostava muito porque “pq queria q fosse real sabe alguem aki comigo troca carinhoo” e por fim, ainda diz “mas sintoo vontade de fika com mulher demais mas deixa isso de lado quando for a hora eu partooo pra cimaa delas”.
      0o

      • Esse tipo que a Gabriela mencionou é justamente o tipo de mulher que as lésbicas correm a léguas de distância. Ninguém quer ser magoado.
        E essas meninas que se dizem bi, pelamor né gente?
        Vc aí, mulher, leitora, e que acha que é bi, vou perguntar bem diretamente e em bom português: vc gosta de chupar uma buc%%%¨???? Ou gosta apenas de ser a passiva da coisa toda? Ou gosta apenas de beijar na boca e pegar no peitinho? Páre e pense por um minuto. Será que vc é bissexual mesmo? Sabe pq pergunto isso? Pq uma bissexual de verdade gosta de sexo tanto com mulheres quanto com homens. Igualmente.
        Será que vc não está querendo compensar alguma coisa que te falta na relação com um homem buscando isso em outra mulher? Um exemplo? Sente falta de mais carinho com o namorado, e quando não encontra começa a buscar isso em outra mulher, o que se resume apenas em carícias e beijinhos, e nunca uma relação completa. Não há sexo , não há compromisso algum com a outra garota, é apenas carinho, carícias e beijinhos?
        Desculpa, isso não é ser bissexual.Isso é ser bissexual?
        Atualmente a mídia mostra mulheres “bi” pq está na moda e muita garotinha que está se descobrindo, acaba achando que por sentir uma atração por uma amiga, o que é normal na adolescência, já acha que é bi. Pergunta pra qualquer lésbica se alguma vez ela teve dúvidas se gostava de verdade de mulher. Vemos a Megan Fox dizendo pra todo mundo que é “bi”, mas nunca ninguém a viu com qualquer outra mulher, com exceção de filmes. Pq ela diz isso, se tem um NOIVO do lado 24 horas por dia? Pq dá ibope. Querem exemplo mais claro do que a Angelina Jolie, que agora tá casadérrima com o Brad Pitt? E no meio dessa palhaçada toda temos a Kristen Stewart, que pra mim, é lésbica ao quadrado, mas que aparece na mídia com namorado de fachada pra agradar as fãs adolescentes tapadas do Twilight.
        Não seria melhor se nós fôssemos mais HONESTAS com nossos desejos e sentimentos do que ficar mentindo, enganando, iludindo os outros?
        Se vc é bissexual, ótimo, mas diga isso as pessoas que vcs se relacionam, não mintam, pq vc pode estragar a vida de uma pessoa legal, que poderia até ser o amor da sua vida se vcs se permitirem.

  46. Pra resumir tudo: lésbicas não tem preconceito algum contra mulheres bissexuais, lésbicas tem sim, é DESCONFIANÇA. Nenhuma lésbica dorme tranquila ou sente segurança quando está num relacionamento com uma bissexual. E não esqueçam que falei lá no início de minha própria experiência, pois quando conheci minha atual namorada, ela se dizia bissexual. E mesmo estando nesse relacionamento a 6 anos, ela apresenta sinais no comportamento dela, que indicam que ela é mesmo bissexual, por mais que jure de pés juntos que “agora é lésbica”. Azar o meu não é?Infelizmente, no coração, a gente não manda….

    • Carol, eu senti isso na pele no início do meu relacionamento! Ela era noiva de um cara e criada (praticante) igreja evangélica! Nunca tinha se relacionado com uma mulher antes e tal, Velho foi uma merda… eu desconfiava de todos… eu simplesmente me descontrolava virava o ” HULK versão les”, mas tipo quando não aguentei mais coloquei ela contra a parede e falei tudo que me incomodava e todos os seus atos que alimentavam a minha desconfiança! Já de cara muita coisa mudou positivamente e conforme fomos nos relacionando, novos conflitos foram surgindo, novos desafios, coisas do cotidiano ou não, no entanto, como nos amávamos [e ainda nos amamos], não tínhamos outra escolha além de combater isso! Velho muita conversa e muita paciência de ambas as partes! Pois por vezes era piração minha e as vezes ingenuidade dela! Então valeu muito o bom senso e empatia, se vc realmente ama se cola no lugar dela e exige a mesma coisa! É isso que faz um relacionamento forte! a transparência e a comunicação acima de tudo. É evidente que vc a ama, no entanto, em primeiro lugar deve ir seu amor próprio, vá em frente fale tudo e veja no que dá, mas sofrendo vc não conseguirá ir para diante, apenas irá se afundar e com tanta desconfiança pode contribuir para afundar seu relacionamento. Tudo de bom!

    • puts carol..vc disse tudo que tá entalado aqui…é mesmo (desconfiança) que sentimos em relação as (bi) estou vivendo com uma,,e digo não está sendo fácil..saber que ela gosta de homens tbm. na verdade é uma droga saber disso.

    • Acho que ao invés de desconfiança a palavra mais adequada seria INSEGURANÇA… (“ou sente segurança quando está num relacionamento com uma bissexual”)

      Falta um pouco de confiança em si mesma nesa história, um relacionamento de 6 anos sem confiança? Se não tem confiança não tem relacionamento, creio que vc está num relacionamento de 6 anos se sentindo insegura. A pessoa assume um relacionamento sério com vc, que já dura há 6 anos e vc não tem confiança nela? Está com ela pq então? Temos que ser verdadeiros, se vc se sente insegura, tem medo de que ela lhe troque por um homem, converse, exponha seus medos, suas dúvidas. Nada d fingir que não tem medo ou ciúmes, ou transferir uma insegurança sua (falta de confiança em si própria) para a parceira alegando que a falta de segurança é nela. Não dei se é esse o seu caso, mas alguns relatos aqui pareceram exatamente isso. 2 bjs

  47. OI, MENINAS, O MEU COMENTÁRIO É O SEGUINTE: JÁ MAIS FICARIA COM UMA BI.
    BI,TÔ FORA!
    NÃO GENERALIZANDO, MAS 98% SÃO TRAÍRAS MESMO

  48. Primeiramente quero parabenizar mais uma vez a Jac, pelo seu post! Tanto pela qualidade do post, de tentar abordar de forma empática ambas as partes e quanto, ou melhor, principalmente por abordar o assunto assumindo o seu ponto de vista algo totalmente corajoso, que estava claro que havia ciência que isso iria acarretar [polemica]! Mas enfim genial mesmo!

    Referente a minha posição, quando algo me confunde eu tento procurar o que a ciência diz a respeito, assim deixando de lado minhas visões pessoais e trabalhar diretamente com a imparcialidade. Bem, desta forma faço minha caixola voltar a coisas lidas, documentários, artigos, temáticas sobre sexualidade de uma forma geral, a visão que se têm [que me recordo] é que o ser humano (leia-se indiferente do seu sexo ou gênero) ele pode se relacionar com qualquer outro ser humano, simples assim, pois os seus sentidos, isso, o sentir pode ser ativado por qualquer um, isto é, o ser humano é um forte correspondente sensorial, portanto, se um individuo “Y” se aproxima de outro individuo digamos individuo “X” e o acaricia, o individuo “X” fisicamente irá sentir-lo. Já outras coisas são os bloqueios mentais construídos através preceitos, moral, religião, construídos pelas sociedades de uma forma geral, entretanto, voltando a natureza humana, o ser humano tem essa peculiaridade de poder se envolver com outro independente de seu sexo. Freud já dizia que o individuo nasce bissexual e que ao longo de seu crescimento e vida iria adotando uma identidade sexual, obviamente ligada ao contexto social de sua “formação”.

    Portanto, sou lésbica e me identifico dentro desta cultura, entretanto, conhecendo a natureza humana não descarto que nenhum individuo inclusive eu, possa ter um relacionamento afetivo com qualquer outro independente de seu sexo.

    Mas deixo claro que, questões culturais e mais especificamente valores, como monogamia ou bigamia, não são exclusividade ou sinônimos de alguma orientação sexual, isto é muito especifico de cada individuo perante sua educação, religião, valores, etc. Em outras palavras, heteros podem ser monógamos, bígamos ou polígamos ou nada, podem ser o que querem, assim como homossexuais e bissexuais, qualquer um dentro destas orientações pode ter uma relacionamento monógamo bem sucedido ou não, a orientação sexual não difere em nenhum aspecto a conduta moral de cada individuo.

    Preconceitos, existem, ninguém está livres deles, pois sofremos uma grande repressão social, mas, não devemos escondermos e aceitarmos todas as situações, devemos sempre rever os nossos valores de modos críticos. Vale citar aqui as palavras do grande Rousseau “O homem nasce puro e a sociedade que o corrompe”. Sabemos que nossa sociedade nos transformou, mas porque acomodarmos a isto e esquecermos de nossa natureza?

    Então, isto tudo foi apenas uma provocação para uma (im)possível reflexão.

    Um grande abraço a todas!

  49. Tenho amigas q se ofendem com esse assunto e uma me disse pq… pq tem medo que seja verdade, pq nao sabe o que quer!
    ja me rotulei como bissexual qnd eu namorava um homem.. e logo após terminar com ele e namorar uma mulher… só que vi que inegavelmente mulher é muito melhor e nao tenho mais tesão em homem.. todas são passíveis de sentir alguma coisa por um cara… porém todas as bis e lésbicas do blog nao devem julgar a Jac por pensar como 90% das lésbicas do planeta.

  50. Bem, eu tenho 17 anos ainda ñ fiquei com meninas, mas sou bissexual, apesar de ñ ter iniciado uma vida sexual ainda, gosto mto de sexo, lendo e pesquisando descobri que sou bi, perguntei de uma amiga minha lés, se eu deveria falar aos meus pais, ela disse que ñ pq ainda ñ tinha ficado com nenhuma mulher, mas eu acho que fiquei frustrada com esses comentários preconceituosos, mas eu não vou deixar de ser bi por causa disso, eu gosto de homens e mulheres femininas e gostosas! E qual o problema de ter fantasias sexuais com menáge? Ou com várias mulheres? Quem ñ gosta de sexo? Nossa eu duvido se a maioria das lés ñ tem fantasias com várias mulheres. Gente acho uma coisa; q em algumas relações vamos querer só sexo, outras vai rolar sentimento, e se vc está em uma relação vc corre o risco do outro lhe trair: ninguém é dono(a) de ninguém! E vem cá falando sério, vem dizer q vcs ñ adoram nosso jeito delicado e feminino de ser? Ah me poupem! E me perdoem ñ querendo generalizar, mas já generalizando a maioria das lés são infiéis! Se alguém quiser me add no msn: feh_gostosa@live.com

  51. Eu gostaria de fzer uma pergunta pra vcs, se puderem me ajudar, tenho 17, e há dois meses descobri que tenho desejos sexuais com mulheres tbm, quero saber se conto ou ñ pra minha família, por mim eu contaria, sem problemas nenhum, mas minhas amigas dizem, que eu ainda ñ tenho certeza, pq ainda ñ peguei nenhuma menina, mas tenho certeza de uma coisa : quero sentir e dar prazer a uma mulher! Eu ñ tenho problema de falar sobre isso com minha família, pq eu sou uma pessoa que é o que é, e ñ gosto de falar uma coisa e fzer outra! E penso q se eles ñ gostarem eu ñ vou deixar de ser filha deles por isso, e apesar de ter certeza de que eles vão ver como algo anormal “kkkkkkkkkkk” eles vão ter q aceitar e pronto! A vida é bela e cada um curte do melhor jeito neh! Iaí oq vcs acham? já devo contar ou só depois q tiver uma experiência sexual com uma mulher e ter certeza que realmente gosto de homens e mulheres?

  52. Eu gostaria de fzer uma pergunta pra vcs, se puderem me ajudar, tenho 17, e há dois meses descobri que tenho desejos sexuais com mulheres tbm, quero saber se conto ou ñ pra minha família, por mim eu contaria, sem problemas nenhum, mas minhas amigas dizem, que eu ainda ñ tenho certeza, pq ainda ñ peguei nenhuma menina, mas tenho certeza de uma coisa : quero sentir e dar prazer a uma mulher! Eu ñ tenho problema de falar sobre isso com minha família, pq eu sou uma pessoa que é o que é, e ñ gosto de falar uma coisa e fzer outra! E penso q se eles ñ gostarem eu ñ vou deixar de ser filha deles por isso, e apesar de ter certeza de que eles vão ver como algo anormal “kkkkkkkkkkk” eles vão ter q aceitar e pronto! A vida é bela e cada um curte do melhor jeito neh! Iaí oq vcs acham? já devo contar ou só depois q tiver uma experiência sexual com uma mulher e ter certeza que realmente gosto de homens e mulheres? Iaí Jac oq vc acha?

  53. Eita post grande! kkk mas me divirto com essas conversas entre vc e vc mesma… Sabe hoje me considero bi… mas sinceramente nem sei se sou mesmo kkkk sei que gosto de mulher, eu to tentando entender agora que diabos eu sinto por homem… mas enfim… quando alguem me pergunta se sou bi a resposta é: Até que eu decida o que realmente quero com o sexo masculino SIM! E que se foda se alguem não gosta rs rs rs

    Gostei do post pq entendi um pouco do pq desse preconceito contra bissexuais… e não vou deixar de ler aqui por isso rs Só acho que nesse mundo GAY o que a gente menos precisa é de preconceito, seja com o que for… ^^

  54. Eu ainda não Mergulhei como diz vc Jac,mas sei com toda certeza que sou lésbica,acho que o pessoal que se diz Bi ,devia sair de cima do muro,tipo se vc qr provar vai lá e faz nao precisa ficar nesse vai e vem pra fazer estilinho,como a maioria faz,ou é lésbica ou não,mas o povo inventa de tudo se tá em cima do muro fala que é “curiosa”e pronto kk
    Bjooos seu site é foda

    • Que bom p vc q sabe exatamente o q acende o seu desejo. Eu tbm sei. Seja chupar um pinto atraente ou uma boceta gostosa. Não existe “em cima do muro”. Eu gozo com homem ou mulher. Seja dando ou comendo.

  55. Preconceito é a maior doença do mundo,sei bem o que estou falando;sou mulher,negra e bissexual.Já desisti de ter pena e ficar indignada com a visão distorcida e tacanha em relação a bissexualidade,mas mesmo assim não posso deixar de lamentar.

  56. Estou passando por uma situação irritante de estar me relacionando(mesmo que não seriamente) com uma menina que se define Bi, mas que se assumiu lésbica pra mãe. Como proceder? Fico chateada com essa frescura toda dela, mas tento entender, mesmo achando que isso de ser Bi não existe, e sim que sua sexualidade se define a partir do momento que você para pra refletir e pensar como quer uma vida conjugal: Se com homem ou com mulher.

  57. Eu sempre fui uma farsa. sempre namorei homens por medo de me aceitar, casei, fui mãe,, e não teve um único dia que eu não sentisse repulsa e desejasse estar com uma mulher ao invés de um homem.
    Casei porque resolvi sair do desejo platônico,e enfim comecei A transar uma garota e foi tuuuuuuuuuudo de bom, nos apaixonamos.Eu tive certeza que era lés, tudo que eu não queria ser. E casei com um homem, para fugir.
    E não acredito em bissexualidade.Acho que é indecisão e só.Eu sempre soube o que eu queria. Só não tive coragem para assumir.

    • Como já disse para a Mary, a bissexualidade existe sim. Eu sinto desejo por homens e mulheres, com mais ou menos intensidade, dependendo de como me sinto naquele dia…deve ser hormônios kkk. Não sejamos tão fatalistas. Devemos é parar com a porra da discussão e ir dar uma boa trepada, seja com um pinto ou uma boceta.

      • Garota como vc é baixa! vc é o tipinho q eu quero distância… aliás, tem várias aqui que só fizeram reforçar mais ainda o preconceito contra as bis. gente como vc só me dá asco! desculpe a sinceridade, mas ainda ressalto, fujo mesmo de garotas assim. Vc é a vergonha da nossa sociedade.

  58. Nós sabemos que a grande maioria são os heteros, então observe bem, não acredito que bissexuais sofrem mais preconceito que lésbicas, pois entre ser bi ou les um hetero prefere que vc seja bi, ja passei da minha fase de bi, q durou muito pouco… e eu era bem mais privilegiada pelos heteros do que agora que sou les, mas sei q rola um certo receio de les com bi, não acredito q seja preconceito, mas sejamos realistas q somos arriscadas a serem traidas por elas com homens, traiçao e ruim de qualquer forma, mas todo mundo sabe que toda les prefere ser traida por sua parceira bi com outra mulher, pelo fato de mesmo a parceira sendo bi, ela esta tendo uma relação homossexual. E acredito q a les tem mais confiança em numa bi quando sabe que ela separa os sexos, estando com uma mulher e so com a mulher, e estando com um homem e so com o homem, ela sabendo fazer isso, e passando essa segurança, tudo fica mais tranquilo.
    VOLTO A REPETIR LES NÃO TÊM PRECONCEITO COM BIS, E SIM RECEIO, COISA QUE É NORMAL, INSTINTO DE AUTO PROTEÇAO.

    obs: ser feminina ou não é independete de ser les ou bi, pois sou les mas muitoooooo feminina!

    beijos para todas bis e les :D

  59. Gostei. Do ponto de vista estrutural, o post ficou interessante, com aquela brincadeira da dupla personalidade, você abordou o tema da forma que entende ele, mas não consegue deixar de ter um pé atrás… então acaba ficando parcial neh!

    Acho que seria interessante Jac ou o LesZone promover um debate sobre o tema! Tem muitos comentarios que vao pra varios lados, lésbica convicta, lesbica flexivel, bis convictas, enfim… Só não pode haver intolerância neh meninas!

    Antes de ser lesbica, bi, hetero, whatever… somos seres humanos, com caprichos e erros! Nao é um clichê, é apenas a verdade! Hahaha

  60. Primeiro quero dizer que amei o blog!
    Como já é tarde da noite eu não li todos os comentários…
    Mas não posso deixar de escrever que minha primeira namorada me traiu com um homem.
    Foi bem frustrante! Jurei que nunca mais ficaria com outra mulher e blablabla….
    Agora tô namorando há 9 meses uma mulher que era hetero. Estamos super bem.

  61. Ah, e o bom é que a gente já namora pensando na traição que virá né… –’ Se for assim faz sentido não quererem namorar com bi já que as chances pra elas são maiores…

  62. recado para Voz-interior-da-realidade
    eu sou lésbica, casada com uma bi, e a unica traição que existiu fui EU (idiota) que trai e foi ELA (maravilhosa) que me perdoo e fez de tudo para o relacionamento não acabar.
    hj eu n tenho ciumes nem de homem nem de mulher.

  63. Putz, é incrivel como nós bi temos q aguentar coisas desse tipo. As lébicas e os héteros ficam te dizendo que você é indecisa pelo fato de vc gostar dos dois ¬¬. Eu pensei que as lésbicas entenderiam melhor a gente. Tipo os héteros n julgam errado ser gay pelo fato de n conhecer aquela realidade, pelo fato de ter nascido hétero eles pensam que já q eles n conseguem se sentir atraidos por pessoas do mesmo sexo, os gays tbm n podem.
    As lébicas estão fazendo o msm com as bis pensando desse jeito. Apenas pelo fato de elas só conhecerem o modo hétero e o modo gay de ser, elas acham q n é possivel uma pessoa gostar dos dois sexos ¬¬
    E sinceramente eu n suporto mais as pessoas dizendo q um bi nunca está satisfeito e pq gosta dos dois sexos e bla bla bla. E pra mim q sou bi, o nosso modo de amar é muito mais verdadeiro, pq nós n ficamos olhando o se a pessoa é homem ou mulher nós sisplesmente amamos.
    Vcs deveriam pensar mais, já q são tão discriminadas por ai, antes de discriminar as bi. Vocês deveriam tentar ver o nosso lado.

  64. É engraçado como algumas formas de preconceito são permitidas e aceitáveis e outras não. Pra mim, que sou bissexual assumida desde os 16 anos, hoje com 28, não, não aceito nenhum tipo de preconceito. É errado, ponto. Por mais que todos tenham seus preconceitos incrustados dentro de si, é errado, e deve ser mudado, não alimentado. “Eu tenho um pouco de preconceito” Então quebre!!! Não se ache certa por senti-lo, pois nunca estará certa. Este post está cheio de generalizações sobre bissexuais, coisas que eu poderia inverter e dizer sobre lésbicas ou héteros, generalizações de algumas experiências vividas ou frustrações. Daí se joga a culpa toda em uma orientação, achando a causadora do problema. Eu poderia contar histórias frustrações com lésbicas, eu poderia listar várias namoradas que deram em cima de amigas minhas, eu poderia dizer de namorados que me traíram também. Eu prefiro é pensar que gente, independentemente do gênero ou orientação, erra, e não cabe a mim culpar os gostos pessoais de cada um. A minha forma de amar é inteiramente minha, e não cabe a ninguém julgar se eu sei amar ou se eu quero me sentir atraída e se isso faz eu amar ou não o meu parceiro. Abram suas mentes, o mundo vai muito além do modelo que pintaram para vocês de relacionamento, e cada um vive como bem entender, pra mim, é até válido encontrar uma lésbica que tenha preconceito com bissexuais. É valido para que eu me afaste de alguém que vive baseado em generalizações sobre pessoas que nunca vai conhecer completamente.

  65. Talvez eu leia os outros comentários ainda, então, não sei se já comentaram: “é uma negação da sua identidade lésbica”? Porra, fia, e como fica a negação da identidade bissexual? Isso você não respeita, né? Isso tem até nome, se chama Bi-erasure e vou te contar: é muito dolorido, é uma escrotidão. É como ser negado de sua própria existência.

  66. Bem, eu tenho 20 anos e namoro uma garota há 1 ano. Foi a primeira que beijei, mas não foi a unica (enfim, ja beijei mais uma além dela…cof cof). Não me julgo NEM lésbica NEM bissexual ainda. Apesar de amar muito a minha namorada, eu ainda tenho pra mim que gosto de homens…como citei, ja fiquei com um homem quando eu e minha namorada terminamos e ficamos um tempo terminadas. Senti pelo cara o mesmo que sentia antes. Como se minha cabeça hetero estivesse ali, só que com o plus da homossexualidade agora. Enfim, não sei explicar, e é por isso que não quero definir-me ainda. Pra que delimitar? Impor nomes? “Diga do que vc é afim que te direi o que és”…isso é pressão! Eu não me defino justamente porque não quero banalizar nenhum título: nem de lésbica nem de bi.
    Garotas com medo (precinceito,cof cof) de assumir que é lésbicas, se julgam bi. Mas nem toda bi é bi porque tem medo de se assumir lésbica! Podemos gostar das duas coisas, em momentos diferentes, de maneiras diferentes (ou não rs…).

    No final de tudo, a única coisa que é válida é que PRECONCEITO É ERRADO, seja com homo,hetero ou bis. E seja VINDO DE homo, heteros e bis.

    Jac, EU gostei do post… achei dígna a ideia de dividir a plateia entre quem concorda com a voz interior da realidade e a voz interior da justiça. O que conta mesmo é a discussão que rola nos coments e a interação com vc! Acho uma delícia trocar ideias e opiniões, a enquente então foi uma ideia bapho. Parabéns!

  67. A questão maior, que faz com que tenhamos um pouco de preconceito, pelo menos na minha opinião, é pensar que a BI REALMENTE gosta tanto de homens como de mulheres (pouco óbvia essa minha frase né? rs) Mas então, sempre se tem a impressão de que em algum momento a pessoa vai sentir falta de um dos lados. Eu já namorei uma BI por pouquíssimo tempo, e nesse pouco tempo eu me lembro de várias vezes ficar perguntando se ela sentia falta de homem (e ela sempre me respondia “até agora não senti falta não” “não tenho sentido falta” “no momento não me sinto atraída por mais ninguém”) Eu sei que no fundo é uma puta insegurança da minha parte, mas conversando com amigas sobre isso eu sempre noto a mesma insegurança. Parece que a/o bissexual nunca vai estar satisfeito completamente, como se por ser BI ao invés de poder escolher entre um dos “lados” ele precisasse de ambos.
    Quanto à questão de traição, não acho que bissexuais sejam mais ou menos promíscuos que os outros seres humanos. A questão é que o Bi tem um leque de opções muito maior. Estatisticamente maior a chance de se sentir atraído por outra pessoa, o que aumenta a insegurança de quem tem um relacionamento com um bissexual.
    É preconceito, é uma idiotice, mas é assim que a maioria se sente. E não adianta bancar a hipócrita pra ser politicamente correto, se o preconceito continua lá. Achei extremamente interessante a forma como a Jac escreveu justamente por colocar os dois lados. Assumir um preconceito e tentar entende-lo é um passo fundamental pra tentar eliminá-lo.

  68. Tenho vários amigos gays, nunca contei pra nenhum que sou bi justamente pelo preconceito. A única pessoa que sabe disso é meu namorido (namorado há 4 anos e “marido” há 2 anos). É muito difícil eu me apaixonar seja por homens ou por mulheres mas desde que me entendo por gente quando me apaixono é sempre por alguém interessante, inteligente e outras ótimas qualidades rs, a surpresa é que essa pessoa pode ser homem ou mulher. Tive 3 namorados e nenhuma namorada e nunca tive nenhuma namorada por medo mesmo de fazer papel de boba, por não saber como agir, por não saber mostrar que to interessada. Nesses joguinhos de conquista só me ensinaram a jogar com meninos e muito mal. Então tô “casada” e feliz da vida quando por sacanagem do destino me apaixono muito apaixonada mesmo por uma mulher :/ uns 25 anos (com pequena margem de erro 2+ ou 2-) mais velha que eu :/ :/. Conto isso pro namorido e ele me manda viver essa paixão, em teoria temos um relacionamento aberto apesar de nenhum dos dois ter tido outros relacionamentos em toda nossa trajetória juntos e não tivemos porque não queremos trepar por aí por simples capricho, a nossa condição para outros relacionamentos é estar apaixonado e ser totalmente honesto um com o outro e com a pessoa envolvida (não queremos gerar karma oO), difícil? ah é e nada de Ménage à trois, o novo parceiro é como “mulher de amigo meu” (o que pra mim não faria sentido rs mas faz), então acho que essa será mais uma paixão platônica porque além de ficar super insegura por eu ser nova (23) e essa mulher ser linda e interessante e eu agir feito idiota sem cérebro perto dela, consigo falar as coisas mais estúpidas, desvio o olhar toda hora, só de ouvir a voz dela fico vermelha (e isso ela já percebeu), gaguejo, tropeço, e sou o pior estereótipo de uma geek apaixonada, além do rolo que é explicar uma relação poligâmica….etc, etc, etc Enfim, tô contando tudo isso porque BI sofrem, parece que ninguém entende, de tanto que acham q vc ta em cima do muro vc acredita nisso, nem pros meus amigos GAYS posso contar que meu cérebro é todo errado (curiosidade sou ambidestra tb ¬¬ ), posso viver bem sem trair (não sou sacana, tenho caráter), não sou promíscua (nem sair beijando os outros por aí no ano novo de zoa eu faço, e é pq não quero, não pq não posso), NUNCA fiz sexo sem preservativo, nunca fiquei com ninguém sem amar e não trocaria uma mulher por um homem ou vice versa. Agora uma coisa é verdade, bissexuais tendem a ser complicados (como todo o resto da humanidade). Lá vai meu dindin com terapia….

  69. algo que admiro nas bissexuais é que elaqs amam independente do sexo, isso é lindo,pena que quase ninguem compreende.

  70. Parece que deus e todo mundo já comentou neh…
    mas aqui vai a minha opiniãozinha…
    ao menos pra mim, o problema com as ‘bi’ (ao menos as que eu conheci) eh que sempre querem dar um jeito de por um homem no meio da nossa cama tbem… tipo propaganda de cerveja ‘vai, experimenta’.
    Agora… o namoro em si, tanto faz a guria ser lésbica ou bi porque vou esperar carinho, compreensão e fidelidade de ambas.

    uhm…

    bjo p as ‘vozes’
    =**

  71. Eu nunca tinha ficado com nenhuma mulher. Me sentia levemente atraída. Namorei homens por toda a minha vida. Com 23 anos conheci a minha atual namorada, que é lésbica, tem alergia a homem e pronto. Fiquei muito afim dela, cheguei nela e expliquei que não queria simplesmente ficar com ela.
    Ela teve (com toda razão) muito medo de ficar comigo… Mas se entregou. Estamos juntas há 4 anos e eu sou o ser humano mais feliz do mundo… Nunca mais fiquei com nenhum homem nem nada… É muita informação, é muito preconceito, tive que mudar muitos dos meus amigos que eu nem imaginava serem preconceituosos (inclusive o meu melhor amigo que é gay – vou morrer sem entender o preconceito dele)

    Mas no mais só tenho uma coisa pra dizer: AINDA BEM QUE ELA ACREDITOU. Se não fosse assim, se ela tivesse tido preconceito, eu não estaria com ela hoje…

    A grande maioria dos amigos dela botaram pilha pra ela sair fora… hoje a gente se diverte…
    O que é pra ser simplesmente é…

  72. Me ajudem a entender isto: Conheci uma garota bi, ela tem namorado mas quer ficar comigo. Ela disse que o namorado dela sabe que ela é bi. Assumir compromisso ela não vai, mas quer ficar comigo. Devo levar a sério uma garota comprometida? Não né! Pq afinal, ela só quer sexo! Vai transar comigo até arranjar outra melhor ou enjoar.. rs A maioria das bissexuais são assim. É muito mais conveniente namorar homens e dar apenas uns pega numa mulher. Mas estou gostando dela, mesmo sabendo que não tem futuro. E outra, nunca deu certo com nenhuma bissexual, sempre saí sofrendo! Teve uma que me largou pq não segurou a barra, estava precisando de dinheiro, aí me trocou por um playboy. Hoje nem nos falamos mais! Fiquei sabendo que ela não suporta ouvir alguém falar sobre mim, muda de assunto imediatamente, cheguei a pensar que ela tivesse pego ódio de mim… Eu nunca briguei com ela, mas ela sabe que eu saí chateada. Na época eu fui boazinha demais, disse que a compreendia e tudo mais… E ela apenas disse que eu era muito fofa, mas que não dava mais pra ficar comigo. Foi um baque! Pensei que fosse morrer. Depois disso, conheci outra garota bi, até hoje não saí com ela pq tenho medo de pegar doenças. Ela é muito safada, fica com vários e ainda teve a cara de pau de falar que uns dias atrás transou sem camisinha pq estava bêbada… Mas eu estou com vontade de curtir com ela, já que não estou tendo caso sério com ninguém, e também pq ela muito fácil, isso me dá prazer, nunca vi uma mulher tão fácil. Ela ainda teve a cara de pau de dizer que só ficaria comigo se eu não me apaixonasse, pq ela não costuma namorar garotas. A minha vontade era de ficar com ela, aliás, transar já que ela só serve pra isto, mas a saúde é sempre mais importante. Ficar com mulher rodada é muito arriscado. Como é engraçado, elas nunca querem compromisso com uma garota, então o que faço quando estou solteira é me jogar e não levar nada a sério assim como elas.
    Todas vcs bi e lésbicas deveriam ler esta reportagem, fala de uma mulher que se assumiu bissexual e perdeu todas as amigas lésbicas: http://www.casadamaite.com/node/3451

    O que vcs acham das casadas que querem dar uma fugidinha com outra mulher? Eu não gosto muito dessa ideia, mas hj em dia é o que mais tem no mundo! E se vc não pegar acaba ficando na seca. Nunca nenhuma lesbica se interessou por mim, mesmo eu sendo feminina, apenas as bissexuais. Cheguei a pensar em desistir do mundo gls, pq as vezes dá uma frustração. Estou cansada de pegar mulheres mal resolvidas. Percebe-se que existem mais bissexuais do que homo! Mas elas passam despercebidas por nós. Quando vou à boate gls o que mais eu vejo são casais, eu acho uó! também vi muitos casais na parada gay.

  73. Olha só,NÃO EXISTE ISSO DE ‘SE DECIDE GAROTA!’
    Ponham na cabeça,ou preferem que todas sejam hétero?!
    Qualé? Uma ditadura sexual em vigor das suas próprias inseguranças?!
    Quem sabe conquistar uma mulher de verdade,não desconfia tanto assim da namorada…
    Sou bi,sou mulher,e como toda mulher,nós bi,gostamos de estar com quem nos faz bem,certo?!
    ~Pra mim,isso é uma babaquice,preconceito de gente insegura,só isso!
    Eu fico triste e ao mesmo tempo com muita raiva…puta da vida mesmo!
    Um pessoal que luta taanto contra o preconceito,cair justamente nas garras do mesmo,pior ainda,preconceito contra as aliadas,avá…que merda viu?!
    Beijos,bissexuais a todas!Que afinal,digam lá,é uma delícia ;)

  74. INFELIZMENTE, me sentiria insegura se minha namorada fosse BI. Não sei porque, não é lance de traição, não é lance de caráter, não é rotulagem… simplesmente é insegurança mesmo, é difícil fundamentar este sentimento. É uma questão também de identificação com a sua história na vida lesbiana, gosto de mulheres que enfrentaram e enfrentam o problema da vida lésbica, dos problemas familiares, na vida sexual durante a adolescencia, problemas carácterísticos das lésbicas, etc. Acredito que a bissexualidade é real e verdadeira de fato, mas não me identifico, só isso. Não gostaria de me sentir deste jeito, mas no íntimo não há como evitar aquele pezinho atrás. Esse lance também rola com homossexuais homens/bissexuais, não é só lésbicas/ bissexuais. Não sinto preconceito, pois conheço e me relacionei com bissexuais, é uma questão de identificação e escolha, da mesma forma como uma pessoa hétero não escolhe namorar alguém gay.

  75. um pouco radical o pensamento, mas sou Bi e jamais, trai pra ficar com o sexo oposto, sempre fui uma pessoa que colocou as cartas na mesa em funçao de relacionamentos e quer saber?
    Isso é pessoal. Traiçao é traiçao. Se uma mulher, bi ou lesbica, ou homem me trair, seja com homem ou mulher, vai afetar meu ego e vai fazer eu me sentir uma merda. Você está sendo radical. Eu sei que isso é o que a maioria pensa. Mas há que relativizar e saber que existem pessoas diferentes. O mundo é um achado. E merda sempre acontece.

    ponto.

    • No meu caso, não é nem questão de ter medo de ser traída, o problema que tenho contras as bissexuais é o fato de elas serem bastante inconstantes! Ela hoje diz te amar, amanhã termina com vc e no dia seguinte aparece com um macho pra dizer que agora tá pegando homem e que cansou de mulher! (É… A maioria é assim! Experiência própria). Elas ainda fazem comparações da diferença entre a pegada masculina e feminina! Já vi muito por aí, dizem que a mulher nunca vai ter uma pegada como a de um homem! Diga-me uma coisa, existe alguma mulher bissexual que seja mais velha e casada com mulher? Nunca vi e nem ouvi falar, no final das contas elas sempre se casam com homem e tem filhos, para só depois quererem uma mulher novamente, mas no caso a parceira tem que aceitar um ménage à trois para satisfazer o marido da bissexual. Eu não gosto das bissexuais serem neutras, gostarem de tudo e todos, pq se for pensar bem, há preferência, assim como no caso de vc saber quem ama ou quem amou mais. Não existe esta coisa de dizer que foi feliz com todos os parceiros, como vejo sair da boca de muitas bi! Eu penso em casar, quero algo duradouro! E vcs bi? O que vcs querem? Querem só abusar das outras e depois sair fora?! Pq é o que parece… Todos os meus relacionamentos foram com bissexuais, eu só peguei uma lésbica até hj e ela não me levou a sério pq eu sou bissexual! Não insisti com nosso caso pq sabia que ela gostava de outra. Inclusive, acho que sou a única bissexual que tá falando mal das outras bi. Mas o problema é que eu tenho preferência, e é por mulher! E com homem eu não suporto ter um relacionamento, apenas faço sexo e eu nem sei se poderia me considerar bissexual. Eu transo com homem quando me sinto sozinha, pq nem sempre é fácil encontrar outra mulher. Eu tenho vergonha de falar isto pra vcs, sobre minhas frustrações com alguém que está inserida no mesmo grupo que eu, mas acredito que exista sim grau de bissexualidade e é por esta razão que tive coragem de falar tudo isso. Nenhuma mulher foi boa o suficiente pra me transformar em lésbica, talvez se tivesse encontrado a mulher ideal não faria sexo nunca mais com homens! Até pq, é um prazer passageiro, não me sinto completa como sou quando estou com uma mulher. E outra, eu nunca assumi nenhum namoro com nenhum homem! Não consigo namorá-los. Portanto, eu não sou indecisa, apenas não encontrei a mulher certa! Eu sou pra casar…

      • poxa, Julia, entendo vc! eu tbm quando fiquei com outras meninas Bi, me decepcionei, e digo que vc nao está errada, mas existem exceçoes, até pq algumas mulheres sao heteros, estao brincando de experimentar e pra mim, isso nao é ser bi.
        Eu fico com homens e tbm mulheres, tenho preferencia por mulheres sim, na verdade cada uma pessoa tem um universo diferente independente do sexo. Mas qndo namorei alguns homens fui feliz e algumas mulheres tbm, mas nao traí, nem terminei pra trocar, eu respeito a particularidade e digo uma coisa SER BI nao é pegar homem e mulher loucamente, é ter uma preferencia pelos dois sexos e saber lidar com as diferenças dos mesmos sem atingir a particularidade e a sensibilidade de ninguem. Nao vou defender grupo A ou B, eu sou eu. E tem gente imbecil de ambos os times, seja no time das lesbicas, no time dos gays e no time dos heteros, entao.. focar e dizer que só quem é Bissexual é promiscuo, nao dá, é perigoso e preconceituoso.
        O que eu acho essencial é respeito sabe. Eu tenho respeito pelas pessoas que me relaciono. E digo pra vc que na verdade, prefiro anular os rótulos.
        Nao sou A nem B, sou aquele e aquela que me amar e me respeitar como pessoa.
        Entao. bem, eu acredito que sou bem resolvida na minha sexualidade, Se as outras estao brincando de serem Bi, por ser uma modinha ou pq passou no BBB, bem… só suja a imagem.
        Entendo seu posicionamento, até pq vc acabou de dizer que é Bi tbm, e entende meu lado.
        Também nao defendo algumas meninas, mas já conheci mulheres bissexuais e homens tbm que tinham parametro e respeito pelos seus parceiros.
        Uma boa noite pra vc. Fica bem
        bjao

  76. ei Julia, você perguntou sobre uma bi que se casou com uma mulher… eu conheço um casal assim. São minhas professoras e são mais velhas. Além disso, me considero uma bi que vai se casar com uma mulher… Como já disse aí em cima, namoramos há 4 anos, ela foi a primeira mulher com que fiquei e provavelmente a última… Só não moramos juntas ainda porque queremos melhorar a situação financeira…
    e, como eu também disse aí em cima, ainda bem que ela não teve preconceito. (preconceito que eu nem sabia que existia rsrsrsrs só fiquei sabendo por causa do blog : P )

    Bjos pessoas…

  77. Oi, adorei seu blog, é bem engraçado, mas me identifiquei em muitos pontos com ele. Bom, sou lésbica, desde sempre, desde que eu ficava com meninos pra fazer a linha hétero. Mas hoje eu já me assumi e alguns familiares e amigos e conhecidos também sabem, enfim. Não saio dizendo por ai pq também não sou obrigada… Já namorei e fiquei com meninas que se diziam bi, não me sinto confortável porque no final fico pensando: homem e mulher são duas coisas completamente distintas, não sei como alguém pode amar um homem, depois uma mulher e vice-versa, agora se é só uma questão de prazer acho mais fácil entender, mas isso me dá nojo.
    Fiquei com meninos enquanto eu passava pelo processo de aceitação sabe… de como eu iria dizer isso pra alguém, mas depois que falei para mim mesma que mulher era o que eu gostava e tal, eu passei a viver só uma vida, a minha de verdade em que não tenho que ficar atuando pra fazer ninguém feliz além de mim mesma!

  78. Fui traída por uma namorada bi. Mas ela me traiu com outra mulher.
    Ai, estou me sentindo beeeeeeem melhor agora NOT

    Gente que não presta é gente que não presta e ponto. :S

  79. Bissexualidade feminina: fase ou não?

    Segundo um estudo psicológico recém-publicado a bissexualidade feminina não é apenas uma fase de transição ou indecisão, mas sim uma orientação sexual específica. 79 mulheres não-heterossexuais entre 18 e 25 anos foram estudadas e acompanhadas por pesquisadores ao longo de uma década e observaram que as bissexuais mantiveram-se com atração tanto por homens quanto por mulheres durante todo o período.

    A psicóloga Lisa Diamond, da Universidade de Utah, nos Estados Unidos, responsável pelo estudo publicado na revista Developmental Psychology, afirmou sobre a descoberta, `Se fosse um período de transição, devia ter se resolvido num período de dez anos. Em vez disso, observa-se que esses padrões de desejo não-excludente são bastante estáveis. As mulheres podem mudar de relacionamento, podem mudar o modo como se identificam, mas esse padrão bissexual de desejo se mantém`.

    A pesquisa também afirma derrubar o estereótipo de que as mulheres bissexuais são incapazes ou não buscam relacionamentos monogâmicos de longo prazo. No décimo ano da pesquisa, 89% das mulheres que durante as primeiras entrevistas se autodenominavam bissexuais estavam envolvidas em relações monogâmicas de longo prazo, assim como 85% das que preferiram não adotar nenhum rótulo como orientação sexual.

    Com Sarah Campo Dall Orto, repórter do ParouTudo.

  80. Vocês nunca pensaram que essa divisão em termos absolutos e não parciais (como homossexualidade, heterossexualidade e bissexualidade e não em porcentagens) deixam @s homossexuais muito mais inseguros?
    Quer dizer, há uma cobrança pra que você “sirva” em um dos modelos e isso gera várias dúvidas, assim como o problema da não aceitação e a falta de sinceridade consigo mesm@. Se estipulássemos, no entanto, em porcentagens (ainda que não anunciadamente, mas apenas para si), haveria a possibilidade de encontrarmos o que somos com mais exatidão.

    Claro que isso seria super complicado pras “iniciantes”, que negam a si mesmas, mas, fora isso…

  81. Eu não tenho bem a certeza se sou bissexual ou não. É verdade que sinto atração por homens, mas nunca me apaixonei por nenhum, gosto apenas de ficar com eles sem compromisso. Em relação às mulheres, já me apaixonei mesmo, elas são tão queridas, tão doces… impossível não se apaixonar! A coisa mais forte que senti hoje foi por uma mulher, eu dava a minha vida por ela (o que eu era incapaz de fazer em relação a um homem). Eu era mesmo incapaz de trair uma mulher com um homem, agora ao contrário já tenho as minha dúvidas… Até hoje só houve um rapaz pelo qual eu pensei que me iria apaixonar. Mas nem tive tempo para isso, pois ele desapareceu da minha vida do nada, por isso nunca vou saber… Neste momento tenho namorado mas nem ligo tanto para ele. Eu talvez seja bissexual com preferência pelas mulheres, não sei… Ou talvez seja mesmo lésbica, mas sendo assim não consigo explicar a minha atração por homens…

  82. sou bi e namoro uma bi…. somos mto apaixonadas, nunca nos traímos, confio nela 5000% ,e tipo vc ser bi ñ quer dizer q um dia eu tenha q voltar a ficar homens, eu posso ficar com ela pra sempre ,mas cnt sendo, ser bi quer dizer q eu tenha atração por homens e mulheres,isso apenas q vou ficar empolgada vendo na TV um homem bonito fazendo strip ou mulher bonita fazendo strip( entende essa lógica) ,isso é só um ex,mas isso ñ quer dizer q vou trair minha namo eu amo ela,nós cnv sobre q mulheres e homens achamos bonitos (Famosos sb)… e tal,isso da uma liberdade ao casal,nós tbm sentimos ciúmes coisas normais de casais,se vc for lesb e sua namo for bi ñ fique braba por ela achar o Brad Pitt bonito,pois se ela gosta de vc de vdd ñ te trocaria nem por 5000000000 de Brad Pitt’s,Eu ñ trocaria minha mozinha por 5000000000 Brad Pitt’s e Angelinas Jolie’s ,e confio q ela tbm ñ me trocaria.Confie + em vcs.

  83. Só tenho a dizer que estou CANSADA de ser tratada como promíscua, indecisa e traiçoeira por simplesmente gostar de GENTE! Já namorei e nunca trai, gosto de pessoas e isso não é uma fase, não me faz uma puta (como mamãe acha que faz) e eu aprecio e sei valorizar relacionamentos estáveis pautados em confiança!
    Se estou com uma pessoa e a amo não vou traí-la só porque “preciso” exercer minha bissexualidade transando com homem hoje e mulher amanhã.
    Quando se ama, se ama!

    • Olá, Marie.! Gostei da muito da sua declaração. Acho que é por aí mesmo. Eu falei isso aqui em um post, que há muitas mulheres que saem com outras apenas para satisfazer fantasias sexuais, para se divertir. Mas gostar de se aventurar não tem a ver com ser bissexual ou lésbica. Tem a ver com o caráter, a personalidade. Seres humanos são seres humanos. Há heteros que também “pintam e bordam” por aí. Por falar nisso, gostaria de conhecer bissexuais e não sei aonde ou como conhecê-las. Andei olhando algumas salas de bate papo, mas acho esses espaços muito chatos porque não dá pra selecionar, prevaimente, o estilo de pessoa com que me identifico . Quero conhecer pra fazer amizade.. Aliás, se quiser entrar em contato, meu msn é hellenbelli@hotmail.com
      Bjs.

  84. Sou bi convicta e sei exatamente o que isso significa. Não preciso me decidir porque não tenho o que decidir já que posso ser plenamente feliz em um relacionamento monogâmico com ambos os sexos. E sim, sofro preconceito duplo: 1 por não ser hétero e 2 por não ser lésbica. Isso é o que acontece com os bissexuais porque a verdade é que vivemos na INVISIBILIDADE COMPLETA. Não culpo a Jac ou qualquer lésbica que “fique com o pé atrás”, assim como não culpo tanto pessoas que não “compreendem” a homossexualidade, porque sei que tudo não passa de pura falta de conhecimento. Hoje em dia homofobia (mesmo aquela “branda”) já não é justificável pela quantidade de visibilidade que a comunidade gay vem tendo. Mas a bissexualidade é mundo ainda desconhecido, muito por nossa culpa. Nos infiltramos no universo gay (ou hetero, para os bis que ainda estão no armário), e simplesmente não buscamos visibilidade própria. Sendo assim, é um pouco nossa responsabilidade sermos as vadias do universo gay. Aquelas que vão trair, enganar ou simplesmente usar as pessoas. Para isso mudar temos ir atrás também. Por exemplo, quantos sites/blogs direcionados para pessoas Bissexuais existes? Pouquíssimos. É de informação o preconceito precisa. E se depois disso ainda formos rotuladas, então, a responsabilidade já não está mais conosco.
    Muitas aqui em cima já disseram, mas vou reafirmar: Bissexuais não são “indecisas”. Bissexuais nem sempre são lésbicas saindo do armário. Bissexuais não andam por aí querendo enfeitiçar lésbicas e depois trair elas com seus melhores amigos.
    Bissexuais amam pessoas independente do gênero (já que se sentem atraídas(os) pelos dois) e não necessariamente ao mesmo tempo (aliás, em sua grande maioria, não é ao mesmo tempo). Minha ex é lesbica e lidava muito bem com a minha bissexualidade. Eu era apaixonadíssima e fomos muito felizes. Por incrível que pareça, meninas lésbicas, existem mulheres bis que também se apaixonam por vocês. Vocês podem estar perdendo a oportunidade de conhecer as mulheres das suas vidas por conta de um preconceito bobo.

  85. Gostei do tema e fiquei com pena da menina q disse q a namorada bi a deixou pra ficar com um cara e disse q era pq precisava d dinheiro.
    Espero q todas compreendam q uma atitude dessa não é de uma bi,nem de uma hetero,nem de uma lésbica ou qualquer outro “rótulo” q venham dar a uma pessoa,isso é atitude de quem não ama e não sabe oq é respeitar os outros ou a si mesmo.Eu não me considero bi pq não gosto de homens mas sou vista como tal pq fico com mais homens do q com mulheres.Não gosto de ficar por ficar,por isso evito ficar com mulheres só por diversão,pq estou bêbada ou algo banal do tipo.Já os homens nem me despeço quando vou embora pq sei q no fundo não tem tanta importância(existem exceções mas tb evito ficar com esses).Agora meninas tenham calma pq existem tantos “tipos” de pessoas sacanas q se formos evitar dar uma chance pra todos, por medo de traição e etc vamos ficar sozinhas.A rejeição a bissexuais está chegando num ponto q muitas (inclusive eu)vão começar achar melhor mentir dizendo q não são bissexuais só pra terem a oportunidade de conhecer uma mulher.Sei que a última coisa q vcs querem é trazer mais mentiras pra vida de vcs.Então tenham paciência e não julgem o livro pela capa.
    Até.

  86. Noooossa!!! Você, Jac, não precisa MESMO escrever um livro intitulado “Como perder metade das minhas leitora em um dia”…, me sinto ferida com apenas “um post”… A “caca” dessa história toda é que o tal do movimento de Orgulho LGBTT está parecendo com o movimento anti-nazista/fascista da década de 40: anarquista e comunistas só se encontravam na cadeia!!! E com a gente continua sendo assim: a HETERONORMATIVIDADE conta com a nossa desunião. PONTO PARA O STATUS QUO!!!

  87. Pessoal, como é que faz para conhecer bissexuais, hem? … rsrsrs … Não sou novata como homossexual, mas confesso que sou lerda, como mosca, sou superdistraída e ainda por cima cagona, porque detesto dar furo e receber um fora. Então, não tenho a menor ideia sobre onde encontrá-las. Quero conhecer pra fazer amizade. Gosto muito de bater papo, trocar ideias. Mas eu gostaria de conhecer apenas pessoas que moram no Rio e estejam na minha faixa etária, entre 39 e 46 anos. Eu tenho 44. Andei pesquisando a respeito em sites de relacionamento, mas a maioria das bissexuais quer fazer programa em grupo, gostam de fazer sexo com a “torcida do Flamengo”, curtem sessões de tortura, sadomazoquismo, transar com porco, galinha etc .. kkkkk … Agradeço a quem puder me dar alguma dica para fazer amizades de uma forma normal e saudável…rs…

    • Hellen, eu tbm não consigo encontrar nenhuma bi por este mesmo motivo, elas sempre querem sexo grupal ou com o marido…

  88. Sou bissexual e acho ridículo essas lésbicas/hetéros com esse tipo de preconceito.Pura falta de insegurança e informação.Bissexualidade EXISTE SIM,e ser promíscua,infiel,etc…não é definido pela sexualidade mas pelo caráter.

    • Concordo plenamente com você, Mah. Existem várias lésbicas e heterossexuais infiéis, também. Sexualidade não tem nada a ver com caráter. Uma pessoa bissexual pode perfeitamente ser fiel enquanto está em um relacionamento. Normalmente esse tipo de crítica acontece por falta de maturidade de quem critica. Isso é unicamente uma questão de ciúmes de quem é contra o bissexualismo, porque as pessoas não conseguem dar uma justificativa com fundamento. Se uma mulher bissexual, por exemplo, é 100% fiel na sua relação com a parceira, não há por que sermos contra o bissexualismo, pelo menos nesse aspecto (da fidelidade).
      Eu já fui bissexual, e, nesse aspecto, o que eu poderia dizer algo em relação a isso é que hoje é que ora estar com uma mulher, ora estar com um homem confunde muito as nossas emoções. Eu acho compilicado em um momento me sentir atraída por uma mulher ou estar envolvida com uma, ora com um homem. Sexualmente, acho sobretudo muito arriscado, sobretudo, porque na transa com um homem, por mais que se use camisinha, chega uma hora que a coisa acaba fugindo do nosso controle e ocorrendo então a penetração.
      Então, como já sabemos da história de cór e sateado, homens hora estão com uma mulher, ora estão com outra. A fidelidade no homem é muito rara, pela própria natureza deles, e a essa troca de parceiros que a bissexualidade nos induz, digamos assim, acabamos ficando supervulneráveis em termos de contração de doenças, principalmente em relação a Aids, que é a mais perigosa de todas.
      A meu ver, se pudermos evitar a bissexualidade, essa é a melhor coisa que a gente pode fazer por nós mesmas e pelas parceiras com quem temos relações sexuais.
      Afinal de contas, somos, sobretudo, responsáveis pela saúde e segurança das pessoas com quem transamos, ou fazemos amor. Somos nada menos do que seres humanos, e nos diferenciamos do restante dos outros seres, que não tem o dom de pensar, de discernir e de escolher o que bom, o que é ruim, o que é saudável, seguro etc.

      • Vc disse tudo Helen! Dst’s talvez seja o maior problema no mundo bissexual, por causa dos homens que não se previnem e tal… por isso temos receio de nos envolvermos com as bis..

  89. eu também espera mais do post.. do blog.. de tudo…
    não teria que ser politicamente correto… não tem apoiar o que não acredita.. mas ser sincera com que acha… pq o que acabou fazendo é fala que sim.. vc tem preconceito.. e nem sabe pq tem (sua justificativas são fracas.. não tem nada que dá liga para que eu entende o conceito de não gostar da ideia da Bissexualidade oque passo foi o préconceito) é falo de preconceito do sentido original.. não como as pessoas costuma usar a palavra..

    preconceito
    (pre- + conceito)
    s. m.
    1. Ideia ou conceito formado antecipadamente e sem fundamento sério ou imparcial.
    2. Opinião desfavorável que não é baseada em dados objectivos. = INTOLERÂNCIA
    3. Estado de abusão, de cegueira moral.
    4. Superstição.

    (o que me deixa muito triste existir isso no meio de nos (nos, eu digo e todo mundo gay… GLBT…etc) já não basta o preconceito do mundo.. tem haver entre nós tb?)

  90. Meninas..nós lésbicas não temos preconceito contra v6 (bis) e sim (desconfiança) dá pra entender? existem sim mtos casos de meninas lésbicas que se envolveram com bi e se fuu..(fato) o que nós lésbicas não devemos deixar ocorrer..é não nos envolvermos com v6..não por preconceito e sim por insegurança que vai destruir o relacionamento.. como dormir em paz..sabendo que a sua namorada gosta dos dois lados? impossivel pra uma lésbica anti-homens. então é melhor não se envolver e nem se deixar levar. outra questão ,dizer que traição é igual..é uma pu..de uma mentira… uma lésbica apaixonada por sua namorada bi..ser trocada por um macho..fala sério..deve ser a pior coisa do mundo e infelizmente isso acontece nesse tipo de relacionamento. e vice e versa. Eu sou lésbica com mto orgulho..sempre namorei meninas lés..e no momento estou com uma bi..por incrivel que pareça..amo ela demais..me deixei levar..mas como eu vou mentir pra mim mesma que quase todos os dias essa insegurança não me corroi por dentro.? mentir pra si mesmo é sempre a pior mentira..já dizia o grande renato russo.=) . o meu relacionamento está abalado por conta disso ..por eu não saber lidar com a situação e por não compreender o mundo bi. Não tenho nada contra mulheres bissexuais..mas que é estranho é…o medo de ser trocada por um homem..é tenso..e pq é tenso? simples. Pq como nós lés vamos lutar com armas que não possuimos? E cá pra nós..conviver com esse medo ninguem merece. A minha opinião sobre a bissexualidade é a seguinte..é uma fase sim..se não for fase é putaria rsrs. como uma pessoa bissexual vai ter uma vida no futuro? se decidam de uma vez pow. gostar dos dois não dá. v6 (bi) infelizmente vão ter sempre namoradas lésbicas ciumentas..magoadas..e tristes. Pq realmente a maioria pensa assim como eu.

  91. Bacana o tema… mas muito engraçado ao mesmo tempo. Tanto o texto quanto os comentários. Muito me admira uma comunidade que luta tanto para acabar com o preconceito e ser aceita com naturalidade, ter argumentos que justifiquem uma distinção tão descabida quanto essa de lésbicas e bis. A distinção que fazem os héteros em relação aos gays é exatamente a mesma! E estamos reproduzindo isso? Com que finalidade? Com que base?
    Vi comentários que justificam o preconceito/desconfiança dizendo que bis têm mais chances de trair uma lésbica com um homem. Até onde sei, traição é questão de CARÁTER, falta de, no caso… e não de orientação/preferência sexual. O auto-preconceito está tão nítido em comentários com este argumento que o problema não está exatamente na traição, e sim no objeto da própria… é mais grave se for com um homem. Mulher… nem tanto! Pô! Traição é traição!!! (licença poética do funk carioca…rsrsrsrs) Na boa… isso, pra mim, é argumento de gente insegura que não confia no próprio taco! Quer dizer… bom, deu pra entender.
    Outro comentário descabido, ao meu ver: alguém aí pediu pra pra citar uma bi casada com uma lésbica. Beleza! Cito então a minha mulher… Vivi. Bissexual desde que a conheço – pouco mais de 4 anos – e quando iniciamos nosso relacionamento – um ano atrás – sabia disso com todos os detalhes. Estamos casadas – união estável – desde Fevereiro, e tocando nossa vida como qualquer casal, de forma NATURAL.
    Se ela vai me trair? Espero que não, pois oq temos juntas hoje não é obrigação de ninguém, e sim uma escolha que fizemos. Eu posso traí-la tb… o fato da lésbica da relação ser eu não me impede de nada…. tão pouco torna minha esposa mais pré-disposta do que eu a romper com os votos que fizemos.
    A questão é: respeito. Isso independe da preferência que cada uma de nós tem. Que o corpo responda a estímulos diversos – outros homens e outras mulheres – é normal, afinal, somos seres reprodutores com instinto de propagação da espécie! Rs…. Mas mais do que isso, tem algo bem mais forte e racional que nos une nessa história: o amor que a gente sente uma pela outra. E, na boa… a gente foi se ligar que se tratavam de duas mulheres beeeeeeem depois! Pois o dia que eu beije aquela boca, eu mostrei pra ela q não preciso ser uma super mulher ou um cara gostosão pra ser a dona do seu coração!!!! Bastava apenas que fosse eu.
    Chega de olhar só para o que gente vê… aprendam a transcender visões e enxergar bem além do que os olhos podem ver. PERMITAM-SE!!!!

  92. nunca tive esperiencia com uma mulher nao vou negar que me sinto atraida pra ter .nao sei se um dia vai rolar talves eu seja bi mais qual o plobm todo mundo tem o direito de ser o que quiser
    em vez de ficarem brigando entre si vamos lutar por uma força maior chamada homofobia. nao vamos ser igual ou pior que eles .beijos para todas ,se tiver alguem querendo uma amizade sincera sou a lele meu msn e klb_amoreterno@hotmail.com

  93. sou a lele de novo meu msn acima e anderlaine(_) nao e espaço nao ta bom e que la nao dar pra ver direito. beijoooooooooooooooooooooooooooooooooo. me add

  94. nossa, parece que a dona desse blog odeia as experientes e odeia ainda mais as indecisas que nao sabem se sao bis ou lesbicas.
    ou entao eh apenas preconceito com quem nao conseguiu se decidir ainda, pq sim, tem gente que nao eh indeciso pq quer

  95. o bissexual nao escolher ser bissexual,assim como vc nao escolheu ser lesbica, fulano nao escolheu ser hetero e ciclano nao escolheu ser gay e beltrano nao escolheu ser trans
    E outra, ela nao vai ligar das bissexuais pararem de ler o blog dela, afinal, esse blog é só para as lesbicas mesmo, exclusivamente.
    e por isso mesmo to caindo fora, nao vou ficar lendo um blog aonde n sou bem vinda e aonde n eh direcionado a mim

  96. nossa, Lo. Obrigada por ser uma voz consciente. Fiquei bem chateada ao ler os preconceitos difundidos aqui neste post e nos comentários. É fácil reclamar de preconceito, mas mais fácil ainda é perpetra-los em outra ‘minoria’. Acho o fim uma classe oprimida oprimir a outra.

  97. Acho que compreendi um pouco melhor onde se fundamenta essa desconfiança. sempre existe quem gosta de aparecer e usa esse espaço conseguido para a expressão da sexualidade como um palco para seu narcisismo.
    Infelizmente fica a opinião que nenhuma bi presta. concordo que não dá pra saber qual é a bi “de raiz” (haha) e qual está aproveitando para chamar a atenção.
    Mas, sobre relacionamentos: generalizar não é possível. terá quem ceda à pressão familiar em qualquer dos mundos possívels (imaginem todas as combinações possíveis para um casal).
    Não acredito na bissexualidade como um disjuntor que pode ser deslocado a bel prazer como muitos comentários deram a entender, algo como ‘oh é mais fácil, voltarei a ser hetero’. Nós amamos também, fortemente! (e a língua coça prá não dizer “mais”, uma vez que não fazemos distinção em relação à nenhum sexo, se és o escolhid@, és. paião! amor!)
    Não vemos órgãos, mas pessoas. não temos nojo de nada, procuramos uma boa companhia para a vida, como tod@s. Não tenho problemas com homens, mulheres e nem trans*. Nunca tive algo com uma pessoa trans*, mas, se me apaixonasse, pq não?
    Achei muita coisa aqui uma loucura. sério, gente! Um desses últimos comentários fala que é putaria ou fase, questiona ‘como vai ter vida no futuro’ (soando como um velho retrógrado soaria falando de uma pessoa homossexual), manda decidir! E vários outros ecoam isso.
    Nós (nós?) defendemos tanto que não escolheramos, que somos, que não é opção e os ca&¨%¨& e depois les e gay vem mandar bissexual decidir? GLBTT? Onde? Não me sinto representada. luto a nossa causa, mas no nosso mundinho nossa causa é inválida. pq se temos q provar coisas, algo está errado. Vcs ecoam o preconceito que recebemos dos heteros.

  98. Depois de todas as respostas repetitivas de ‘a minha ex bissexual aquela vadia me trocou por um homem que escrota’ me pareceu que esse preconceito vem exclusivamente da insegurança. “Não dá pra competir com um homem de igual pra igual” é o que tá nas entrelinhas, por isso é mais fácil dizer que a bissexual é, por natureza, desmerecedora de confiança do que amditir que tá com medo de não ser suficiente pra ela. Que medo é esse de ser trocada por macho, cara? Você não é engraçada, inteligente, boa compania, dedinhos mágicos? Se a menina preferir um cara a você, o problema é você e não ela.. É tão cansativo estar com uma pessoa que fica pensando em como vai acabar a relação oO ‘aai, será que ela vai me trocar por um cara? por uma ruiva gostosa? pela coleguinha da faculdade? o melhor amigo de infancia?’ … É o tipo de pensamento que desgasta a relação e faz ter vontade de procurar alguém com menos neura.

    • Os homens também preferem perder sua mulher para outro homem do que para uma MULHER! Qual será o motivo? Machismo? Para nós lésbicas um relacionamento sempre está carregado de afetividade, somos essencialmente EMOÇÃO! O toque físico para uma mulher vai muito além de sensações e prazeres sexuais! Talvez seja por este motivo que tenhamos tanta aversão de sermos trocadas por um homem, afinal temos amor próprio e temos que nos valorizar. Se temos convicção de que somos lésbicas é porque o que buscamos em uma mulher, não encontramos em um homem. Então como compreender uma mulher que se satisfaz com ambos! Independente disso, claro que fidelidade é uma questão de caráter, se a relação não é aberta, a fidelidade é a base para o respeito mútuo, seja para lésbica, ht ou BI! Também acho que não precisamos cultivar tanto ódio por homens! Tem espaço para todos! Se somos tão intensas, somos capazes de conquistar uma mulher, afinal não é à toa que até as HTs, que nos deixam loucas, jogam seu charme para nos provocar! Ninguém alimenta seu ego com seres desinteressantes!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
      Bjos, meninas.

  99. Pra mim não é nem uma questão de preconceito, e sim de insegurança. O meu primeiro relacionamento SÉRIO com uma mulher foi com uma bissexual. Nós não demos certo por vários motivos, mas o principal, foi por ela gostar de homens. Infelizmente, eu não podia, e não posso “compensar” essa parte. Eu ficaria de novo com uma garota bi, sem preconceito nenhum, mas com certeza, iria me sentir insegura, porque sempre vou achar que por mais que ela goste de mim, e eu dela, eu nunca serei o suficiente.

  100. Puxa vida, agora fiquei com medo…

    Eu nunca havia atração por mulheres até o dia em que meu ex me mostrou um vídeo com duas mulheres e…caramba, eu acho que nunca na minha vida eu me excitei tanto e tão rápido. Eu jamais gostei desses vídeos mas, para minha surpresa, me peguei não só desejando estar lá com aquelas garotas como passei a fingir que ele era ela na hora do pega pra capar. Foi como um gatilho que me abriu um mundo novo e mágico, um mundo que eu simplesmente não sabia que existia mas que, agora, não consiga tirar da minha mente, por mais que eu tentasse (e olha que eu tentei, não vou mentir)

    Então, mandei o sujeito pastar e pensei “vou resolver isso de uma vez” porque, afinal de contas, se for para fazer é para fazer direito. E, aí, cheguei aqui e descobri que o preconceito nosso de cada dia, para o qual eu já vinha me preparando, não era o meu maior problema – eu seria o discriminado dentre os discriminados! (porque eu posso não saber ainda o que realmente sinto por mulheres, mas sei que tive lá meus bons momentos com caras – então, devo ser bi). E, na boa, eu não sei se iria aguentar os dois lados tacando pedra em mim. Logo eu, uma quase-anã…ia dar certo não, dona moça.

    Juro que não entendi o porquê de tanto receio com bissexuais. Traição é traição. Ponto. Não importa de onde venha. Sei do que estou falado, já tive o “privilégio” de ser trocada por outra mulher e por outro homem (em ocasiões diferentes, pelo menos). E, querem saber? A dor é exatamente a mesma. Você se sente um lixo da mesma forma. Você se faz exatamente a mesma maldita pergunta: “mas o que foi que eu fiz/não fiz?”. E a vontade de capar o FDP é igualzinha também, assim como o arrependimento de não tê-lo feito.

    Além disso, muitas pessoas não nascem com a mais completa, total e absoluta certeza do gênero que querem levar para cama. E se “99,999% das mulheres no mundo já ficaram com homens” isso quer dizer que, uma hora, você vai pegar alguém que está entrando agora na piscina e que está com medo da água gelada. E o que você faz? Taca um balde de gelo na infeliz como forma de boas-vindas ao invés de ajudar no mergulho?. Não ia dar certo mesmo…

    Sabe, acho que vou aproveitar que nunca fiquei com mulheres, que nem sei onde achá-las (às vezes, acho que sou a única em raio que vai daqui até o restaurante no fim do Universo), voltar para minha zona de conforto e me convencer de que tudo não passou de uma fase

    E, pensando bem, creio até que eu nem seria considerada uma lésbica legítima: eu não poderia citar Simone de Beauvoir, não gosto de Nina Simone e acho que a arte do Homo neanderthalensis é mais bonita que o Abaporu e que poemas concretos são fruto de disenteria mental. Zona de conforto, aqui me tens de regresso

    Piadas a parte, como levar a sério alguém que, de antemão, não te leva a sério? Talvez esse seja o problema: se você espera o pior das pessoas, provavelmente é isso que elas te darão. Quanto a mim, só espero achar alguém que não me olhe torto

  101. Primeira vez que eu por acaso caí nesse blog e provavelmente a última. Sou bissexual e sofro os preconceitos disso. O primeiro ponto pra mim é o da “indecisão”. Indecisão?? Com todo o problema que eu tive pra aceitar minha ORIENTAÇÃO (não opção, orientação mesmo gente) na minha adolescência justamente porque eu achava que deveria escolher e isso me fez sofrer. A descoberta da bissexualidade foi libertadora, conhecer esse termo e o que significava. Até lá eu era praticamente assexual e sofria por isso, eu reprimia toda atração por qualquer sexo.

    O segundo ponto é pra se assumir. Para todo o meu círculo de amigos eu me assumo, não tenho problemas em ‘andar de mãos dadas e etc’. Mas pra família não. Além do profundo preconceito deles eu já tive que escutar até da MINHA MÃE num desses almoços de família que “gay é ruim, lésbica é ainda pior mas bissexual? ah isso é falta de caráter mesmo”. O que vai o “parabéns pra vocês” desse blog, porque você defendeu o MESMO DISCURSO de uma mulher hétero machista-racista-homofóbica de 45 anos. Por eu morar sozinha e em outra cidade eu tenho essa liberdade de não assumir para a família. Mas tenho mais do que claro em minha cabeça que no dia em que eu conhecer uma garota legal, me apaixonar e for sério, eu vou assumir sim.

    O terceiro ponto, relacionamento com lésbicas. Não vi nem comi eu só ouço falar. Até hoje só fiquei com bissexuais (aí vai do círculo de amizades mesmo). Já me apaixonei (e a garota me trocou por um homem e não estou com mimimi de que somos vadias malditas, eu simplesmente me apaixonei pela pessoa ERRADA) mas não resultou em namoro. Ainda.

    Já traí na vida sim. Até eu aprender que traição é uma mentira pra si mesmo. Hoje eu entraria em uma relação aberta, é o que funcionaria para mim, ou em um relacionamento fechado que eu realmente quisesse e me sentisse bem em.

    Sendo bissexual o preconceito vem de todos os lados. Engraçado que eu não hesito em defender a bandeira da comunidade lésbica, mas como eu já vi várias bis falando, eu deveria né.

    Parem com o preconceito e parem de levar histórinhas pessoais para generalização de muita gente. É questão de maturidade ver que ops, você se apaixonou por uma pessoa errada por isso isso e isso (no meu caso, ela era egoísta, carente e até diria, insegura) e não é a orientação sexual da pessoa que a fez assim.

  102. Eu acho que quando se namora e porque tem amor na relacao e quando se tem amor nao se trai nao importa a opcao sexual mas ja que tem pessoas que traem se eu tiver namorando com uma menina eu nao teria coragem de ficar com um garoto na vdd nao teria coragem nem te trair….Quando eu namoro e pra valer…Eu sou bi e se fosse para trair eu nao ficaria com um garoto porq tenho certeza que doeria mais porq eu nao doeria em min mais se fosse traida com um homen…

  103. faça-me o favor, porque eu gosto desse blog. obviamente eu sou só mais uma leitora e você não me deve satisfações, jac, mas preconceito eu não admito e faço questão de apontar sempre. não precisa publicar meu comentário, só repense. repense.

  104. Porque não namorar uma bissexual: Para no meio de uma briga você nunca ouvir que homens são realmente melhores, uma vez que eles podem fazer tudo que lésbicas fazem e muito mais.
    História verdadeira.
    Sei que não podemos generalizar, mas é um risco real ouvir algo humilhante desse tipo. Pode ser somente um trauma pessoal, mas dependendo da índole da bissexual que você namora, esse sempre será um risco real. Imagino que só ouvir isso doa tanto que sentir na pele essa troca por uma questão de gênero deva ser o fim.
    Entretanto, toda generalização é burra, e cada um é cada um, para mim esse tipo de preconceito nasceu após um pós-conceito, após sentir certas coisas na pele, me sinto insegura demais em pensar em construir algo sério com uma bi agora.

  105. Olha, sou bi, e já namorei uma bi. Ela realmente me trocou por um homem. E depois virou hétero. Eu, por outro lado, nunca faria isso. E nem vou ficar diferenciando lésbicas e bis – tanto pego quanto amo qualquer pessoa pela qual sinta atração e que queira também (e que não seja uma criancinha ou um velho, claro). Concordo com a parte de que lésbicas reclamam que sofrem preconceito, mas também tem preconceito com bissexuais, que ainda sofrem também preconceito de homens.
    Se você é lésbica com preconceito com bis, e sofre de preconceito com conservadores: não tenho a menor pena.

    • Não me incomoda o preconceito que sofro.Me incomoda é a inconstancia sexual e emocional das bissexuais.
      Entendo que uma bi, possa ter desejos pelos dois sexos, mas não acho que uma bi vá ser fiel e “aquietar o facho” com alguem.Seja homem ou mulher. As bissexuais que conheci eram manipuladoras e totalmente predadoras sexuais. Eu não me envolvo sentimentalmente com uma bi. Para sexo…maravilha,,,ja experimentei e gostei…mas sem amorzinho…só cama e nada mais!

  106. Sou homossexual e tenho o meu conceito formado contra os bis. Esse preconceito tbm acontece no universo masculino. Eu n sei pq mas acho que a bissexualidade é um termo para descrever aquelas pessoas q n sabem o que quer ou q são promíscuas. Um bissexual nunca se sentirá satisfeito com vc, isso pq eles sentem uma culpa interior por estarem com alguém do mesmo sexo, daí, o relacionamento vai por água a baixo. Sem falar que, a maioria das pessoas bissexuais tem relacionamento com alguém do sexo oposto, daí eles traem com alguém do mesmo sexo. Então, estar em um relacionamento heterossexual, vai ser bem mais conveniente para os bissexuais. Pq? Pq estando em um relacionamento hetero eles podem trair/ficar com alguém do mesmo sexo. Já os homos não aceitam essa traição como os heteros. O homossexual sempre será mais ciumento do que o heterossexual. Hj, pra namorar, eu só escolho os homens q são realmente gays. Pq eu quero casar, quero q fiquem sabendo do q curto, sem ficar preso no armário, fato q geralmente acontece no mundo bi. E tbm n quero uma simples diversão, como eles sempre querem (sexo).
    Para a garota q falou acima, Mih, todas as pessoas sempre sofrerao preconceito! Ninguem precisa de pena d ninguem.
    Se vc n quer sofrer em um relacionamento, n se envolva com os bis. Nunca os leve a sério, assim, vc n sofrerá.

  107. Em relação as bis só tenho uma opinião:
    Sabe aquelas que dizem ser bi e ficam com quem é conveniente para o momento,principalmente com homens que aparentam ter dinheiro,ou seja pessoas extremamente interesseiras que usam a historinha de ser bi para aproveitar-se da situação.
    Por isso que não quero uma bi para namoro sério.
    E isso acontece muito…

  108. Obvio que não falo de todas,apenas de uma parcela.Até porque isso depende de carater e personalidade e nao de sexualidade.
    Mas to falando do fato de usar isso como conveniencia.

  109. A questão que ainda n encontrei resposta é: se a bi está com uma mulher ela n será totalmente satisfeita, pois gosta de algo que a mulher n tem.

    • Por que você não pergunta se a mulher bi vai ser feliz com um homem, já que ela gosta de algo que ele não tem?

      Me parece que grande parte do ranço que lésbicas em geral têm com bissexuais é o seguinte: falocentrismo.

      Somos ensinadas há tanto tempo que o certo é gostar de homem que não admitimos que uma mulher que goste de homens possa gostar também de mulheres. É por isso que sempre achamos que as bis vão trair com homem: achamos que, se ela voltar a encostar num pênis, vai perceber como é melhor do que vagina e nos deixar. Não é pelo estereótipo de que bissexuais são promíscuas, é porque temos, SIM, medo de que prefiram homem. Fomos ensinadas desde o berço que homem é melhor que mulher.

      É por isso também que homens gays E homens héteros têm preconceito com homens bis: acham que o cara é gay e está só fingindo. Por quê? Porque acham que, assim que você pega num pau, vai gostar de pau pra sempre!

      Vejo muito do medo e horror a bissexuais vindo daí.

      Inclusive, um dos argumentos da Jac não faz o menor sentido para mim: e daí que a moça se identificava como bi no começo de carreira para, mais tarde, se descobrir lésbica? No que isso interfere em não poder “confiar” nela? Se você acha que no fim ela vai se descobrir lésbica mesmo, ao invés de bi, isso não deveria ser motivo para CONFIAR mais nela? Na realidade, é o resquício de medo de que, assim que uma mulher que ficou com outra tornar a ficar com homem, ela descobrirá que homem é melhor.

      Não é medo de ser traída. Não é ressentimento do privilégio hétero que bissexuais podem ter em determinadas ocasiões. É influência falocêntrica. É o patriarcado nos ensinando que homem é sempre, sempre melhor. E, por causa disso, deixamos de lado mulheres que também são nossas irmãs.

      • Nem acho que seja medo de comparação com homem.Aquela coisa de uma bi sair com homem e preferir pau. Como o próprio nome diz bissexualidade é a vontade; o desejo; o tesão pelos dois sexos. Gozar com pau ou vagina.
        O que nós temos medo é da ausencia afetiva que uma bi pode causar, pois ela sim pode se apaixonar por um cara e sair fora…mas isso pode acontecer com aquela sua namorada…ela se apaixonar por outra.
        Pra falar a verdade, acho que as bissexuais tentam viver o melhor de dois mundos, mas acabam ficando sem nenhum dos dois totalmente.
        Tenho mulher e somos convictas da nossa sexualidade, mas tem que regar todo dia, pois quem pensa que já tem…perde de uma hora para outra.

  110. Então, acompanhei grande parte da discussão e queria entender uma coisa: o problema é somente (não diminuindo isso) o fato da traição? Porque até onde eu entendo, a possibilidade de acontecer com

  111. Então, acompanhei grande parte da discussão e tenho uma curiosidade: o problema é somente (não diminuindo isso) o fato da traição? Porque até onde eu sei, isso depende de cada um.
    Sem todo o mi mi mi, mas me senti meio ofendida com alguns comentários… Da a impressão de que somos vagabundas e tal. Acho que generalizar não é legal. Além de ter o preconceito de héteros, tem o preconceito de quem (teoricamente) devia estar ao nosso lado. Ninguém escolhe ser bissexual, assim como não escolhe ser homossexual, hétero e bla bla bla.

  112. Caramba, encontrei esse artigo por acaso e me identifiquei 100% com os conflitos internos. Sou um jovem gay e o que foi apresentado aqui sobre bissexuais também serve muito para homens também.

  113. Sou bi assumida e realmente sofremos duplo preconceito: com lésbicas e heteros. Nos “filiarmos” a comunidade gay e defendermos a bandeira gay, para nós, não tá com nada….pois não adianta de nada! É uma ilusão fazermos isso! Pois estaremos “unidas” mulheres (lésbicas) que tem ojeriza e preconceito por nós! Temos que ter mais Blogs falando de bissexualidade e fazermos parte de um grupo diferenciado para lutarmos contra o duplo preconceito que vivemos. É isso…

  114. AQUI VAI UM COMENTÁRIO DE UM HOMEM HÉTERO SOBRE O ASSUNTO:

    Já tive diversos relacionamentos com meninas bissexuais e até uma vez com uma lésbica que se dizia 100% e queria experimentar para ver como era além de diversas amizades do meio, após muitas e muitas experiencias e conversas amistosas o que percebi é que para a maioria esmagadora das mulheres o mundo funciona de uma forma diferente no que tange a sexualidade, a mulher tende a se envolve mais no quesito amor do que o homem que tende a puxar mais para o sexo, sabendo disso é cultural que as mulheres tendam a ter amizades femininas muito mais afloradas e diferenciadas que os homens, compartilhando experiencias, se tornando quase que irmãs e por ai vai, isso pode com o tempo acabar gerando um sentimento diferente entre elas, como não existe o laço sanguineo, pode acabar tomando um rumo diferente, qual menina que não teve uma grande amiga e que sentia ciumes dela com outra amiga, isso pode externalizar em um tipo de amor, dai gerando uma vontade de estar próximo, que acaba virando amor e por ai vai, pronto! tem se formada uma relação, isso não vai gerar uma lesbica e sim um relacionamento de momento, vejo que dai que parte grande parte da bissexualidade feminina ( disse parte, não totalidade), umas por terem tido essa experiencia e gostado vão continuar com o tempo querendo mais mas não deixando de gostar de homens, ai que mora o problema de muitos casos, é que no fundo a preferencia desses é hetero mas com abertura para a bissexualidade dado a fatos ocorridos lá atrás e com isso vem os problemas se a a pessoa não tem a psique e o corpo( hormonios) predispostos para o lesbianismo, ela vai tender a querer pesar a balança para os homens, ai entra o sonho de ter uma familia perfeita tradicional(ela, marido e filho), a ideia da proteção masculina( que é algo codificado no DNA desde os primordios).
    Me digam se estou correto ou não, pesquisem na internet e verão que entre artistas de cinemas, pessoas conhecidas de um modo geral, cito: Angelina Jolie, Megan Fox, Ana Paskin, Katy Perry e mais um monte notaram que a maioria quase que absoluta no final sempre opta por um relacionamento Hétero, não por estar na zona de conforto como alguns dizem, afinal elas não precisam da aprovação de ninguém, são ricas, bonitas, bem resolvidas e independentes, mas sim por natureza mesmo.
    Em tese as bissexuais que continuam firmes em um relacionamento lésbico são por conta de um amor e companheirismo muito grande com a parceira ou por denotar uma porcentagem maior de “lesbianismo” nos seus genes, que acredito que seria mais uma lésbica com abertura hétero( uma especie de bissexual).

  115. Acho que essa é uma discussão desnecessária. Eu jamais me envolveria emocionalmente com uma bi, pois apesar de adorar sexo, só me sinto segura com quem me envolvo, então não rolaria amor…só tesão mesmo!
    Penso cá com meus botoes que a própria palavra bissexual, encerra a definição da pessoa, ou seja…duplo exercicio da sexualidade. Tem tesão pelos dois sexos.
    Tenho uma amiga casada, que em um acordo com o marido, se permite a ter uma namorada (casada com homem tambem). Não ficam a tres. Ela fica com essa outra, quando rola um tempo, ou quando ele viaja e a outra dá um perdido no marido (o marido da outra não sabe!) Que rolo, né? Mas fazer o que são felizes assim e felicidade não tem fórmula.
    Meu conselho as meninas lésbicas (sou uma delas!)…só se envolvam com uma bi, se for para sexo e nada mais.Nada de amorzinho.Sexo puro!

  116. Eu acho maior besteira ter preconceito com isso..bom eu so bissexual e unica coisa que eu quero é ficar com alguém que eu realmente goste e que tbm goste de mim tenho 18 anos e tanto pela minha idade qnt por ser bi é meio difícil encontrar alguém que queira manter um relacionamento e nisso fica aquela coisa de sofrer preconceito de ambos.

  117. Enquanto os heterossexuais se aglomeram e se fortalecem na política, no fanatismo religioso e nos demais âmbitos da sociedade, os “Outros” se dividem e se destroem: é a lésbica bofinho q ui, sofre preconceito, é a bichinha purpurina, é a travesti, é a mulher que mudou de sexo pra pegar mulher, é a bissexual, é a lésbica assumida que adora pegar todas as suas amigas (vide the l word), são as hétero curiosas demonizadas (elas é que são a grande furada), sem contar a lésbica que nunca pegou mulher, ou a bi que nunca pegou mulher, ou mesmo a rivalidade entre gays e lésbicas, pq afinal o G deles vem primeiro na sigla… Enfim, se for separar todo mundo, sobra quantos pra se unirem e lutarem contra o EXTERMÍNIO COLETIVO? Pq que eu saiba tudo o que não for heterossexual está jurado de morte até que se prove o contrário (considere morte de todo tipo: profissional, familiar, física e moral…). E cadê a dona do blog pra dar a resposta final? Fugiu! Depois do comentário da tal de Lu. Enquanto isso só podemos esperar o pior pra todo mundo que, querendo ou não, achando ruim, tendo insegurança, tendo nojo, está na mesma balsa furada na mira do canhão da maioria machista falocêntrica da sociedade. Então, acho que não é a toa a ideia do arco-íris: são 7 cores, não são? Algumas diferentes, outras opostas e ainda assim compõem a mesma bandeira. Fica a dica bando de alienadas!

  118. Minha ex transou com um motorista que nem conhecia sem camisinha e no dia seguinte transou comigo.Sempre dizendo que era lesbica mas dava sinal de ser bi.Aceitei ela e a filhae e ela me trai dia depois do dia dos namorados. Nisso ela ficou gravida e tentou esconder de mim.Depois que terminei sem saber da traiçao e da gravidez,ela ficou desesperada e entrou na igreja,ai me confessou oq fez pq tentou matar a criança e nao conseguiu.Sempre fui fiel e ela trocou nosso relacionamento por uma transa,um boquete(sorry). Ela esta namorando uma garota e corre atras de mim,diz que fez besteira,que me ama…O amigo dela disse que ela tentou suicidio…Só lamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>