Drama Lésbico Episódio 05: A hetero quer, mas não quer

Nem toda lésbica já passou ou vai passar por esse drama, mas as poucas escolhidas pelo destino encontrarão aqui seu derradeiro sofrimento.

Girls aint nothing but trouble

Aproveitando a onda do último post sobre relacionamento com nossas amigas heteros, uma guria pediu ajuda para lidar com a sua “amiga” “hetero”.

Como todo drama lésbico, a história não é nem um pouco original: é sempre nhenhenhe com nenhum pega-pá-capá.

Lésbicas se beijando

Isso.

Como Identificar A Situação

-Você é lésbica e sua amiga se assume hetero;

-Você já deixou bem claro que está a fim de dar uns amassos ficar com ela;

-Toda vez que você vai chama ela na xinxa, ela foge;

-Toda vez que você manda ela pastar, ela corre atrás;

-Volta e meia ela faz um nhenhenhe com você;

-Mas ainda não quer te pegar porque está “muito confusa” de certo;

Mulher confusa

“Ain, eu não tenho certeza se eu te vejo dessa forma, mas tenho certeza que eu tenho uma relação especial com você – coisa que não tenho com nenhuma outra amiga.”

Até esse ponto, todos esses fatos são comuns a esse drama lésbico, mas existe mais um ponto que é de suma importância e que acontece com uma parcela das lésbicas nessa situação (como a da guria do post anterior):

-Ela está apaixonada por um homem.

O Que Está Acontecendo Na Realidade

Eu poderia enganar você, cara leitora, dando uma esperança de que sua amiga está se descobrindo lésbica ainda e está passando por toda aquela confusão inicial e que logo, logo, você terá um desses finais felizes de contos de lésbicas, mas…

Lesbica

Eu não gosto de iludir minhas leitoras e nem vê-las sofrendo.

Se você já chegou no último nível do flerte lésbico e já falou com todas as letras que você quer ficar com sua amiga hetero (estou assumindo que ela no mínimo seja sua amiga, né?) e ela quer, mas não quer e vocês nunca saem desse impasse, você muito provavelmente está sendo usada como “hospital de ego”.

Medica conversando com paciente

“Hospital de Ego? Isso é grave, doutora? Eu ainda vou poder viver minha paixão platônica por heteros normalmente, né? Né? Né?”

Hospital de ego é basicamente uma expressão que eu criei para definir  meu relacionamento com minha ex esse velho problema que nós temos com heteros.

Você é lésbica, então automaticamente você é interessante, inteligente, linda, cool, estilosa, divertida, boa de cama, good kisser, bem-sucedida, trabalhadora, paciente, companheira, amiga para todos os momentos e, claro, super desejável!

Lésbica sorrindo

“Não, querida, não há exceções, somos todas incríveis assim!”

Que tipo de pessoa não gosta de se sentir amada e desejada? Ninguém! A diferença é que algumas pessoas não forçam a barra, nem prejudicam a vida de outra pessoa para poderem saciar seus egos.

Já a nossa amiga hetero que quer, mas não quer, muito provavelmente só está interessada em manter seu ego saudável, bom e lá em cima. Por isso você está servindo de hospital de ego para ela.

Mulher de negocios explicando

“Mas, claro, ela não pensou conscientemente “ah, vou fazer essa sapatão de otária para ela continuar me desejando, já que ninguém me ama, ninguém me quer”. Bitch, please! Esse é um processo inconsciente e ela provavelmente não sabe o mal que está te fazendo.”

Essa história de hospital de ego é especialmente certa se a sua amiga ainda tem uma paixão não correspondida por um homem. Se for esse o caso, você certamente só está sendo usada pela sua amiga.

 O Que Fazer Então?

Para sua alegria, a solução é muito mais simples do que você imagina! Basta que você…

Não seja ingênua de achar que justo você será o 1 em 1 milhão. Se a garota está confusa, não precisa pressionar ela para se decidir, mas também você não pode esperar 40 anos para que ela se defina. Vá cuidar da sua vida!

Sério, para que diabos você vai ficar se rastejando atrás de uma hetero que só quer te usar? Perder tempo? Sair com o coração partido? Acabar com qualquer resquício de auto-estima que você ainda tem?

Lesbicas

Garantir que você não estará perdendo tempo com um pouco de pegação lésbica de verdade?

Eu sei que você está enlouquecida de amores pela guria e sei que o drama só faz aumentar sua vontade de pegar ela, mas nah-nah. Chega um ponto que não vale a pena.

Então a próxima vez que sua amiga hetero vier falar que queria casar com você ou que é uma pena que você não seja homem ou ficar com contato físico excessivo para nível amiga, apenas diga:

Mulher chatiada

“Tereza, pare de falar essas merdas. Se você não quer me pegar, não fica de nhenhenhe. Não quer foder, sai de cima.”

Sim, você precisa estar irritada com sua situação. Você precisa de frieza para não desandar em lágrimas se jogando aos pés dela gritando “me ame, me ame, por favor”. Você precisa ser curta e grossa (cof cof) para ser ouvida. Você precisa assumir uma nova postura de lésbica experiente.

Fácil não é. Mas quem aqui prometeu que seria fácil ser lésbica?

94 ideias sobre “Drama Lésbico Episódio 05: A hetero quer, mas não quer

    • Gente isso aí é fato!! Elas tem namorado, ou dizem gostar de homens e te usam para aumentar o ego inflado delas. Sim porque muitas sacaneiam até os próprios homens de quem elas dizem realmente gostar. Estão acostumadas a brincar com os sentimentos dos outros, podem reparar que há muitas assim. Nem todas é verdade. Aí elas não se importam com o que você sente, não se colocam no seu lugar nem nada e te fazem de idiota, mas o que me aborrece mais é o fato delas mentirem sobre os seus sentimentos. Algumas delas, realmente acabam gostando e se interessando pelas sapas, bi etc, e não assumem! preferem continuar pagando de hétero e ainda por cima querendo tirar uma lasquinha de você. Isso aí já é muita sujeira. E no final, não acredito que isso seja amizade de verdade, já que amizade significa cumplicidade e lealdade e quando uma pessoa não é sincera com a outra, não vejo mais onde possam ser amigas. Posso estar parecendo meio radical, porém é o que penso. Amor próprio é o melhor remédio para curar o mal que essas espertas causam. Dar um chega pra lá nelas e um chega pra cá nas sapinhas e nas bi amiguinhas de verdade XD

  1. Uma html (hetero meio lesbica) é sempre bom pra adoçar a vida mas em geral é sempre um grande risco se afeiçoar a essas criaturas. na na na , html só se for pra body-call.

  2. Quando a Jac usa esse tom tão.. hum, FORTE pra falar com as nossas amigas lésbas em início de carreira, eu nem me sinto mal por fazer a Voz da Verdade quase no mesmo nível. hahahaha

  3. Adorei o post Jac *-*
    e a situação com a minha ‘amiga’ hetero está controladíssima porque, puft.. “não quer ficar?? Fooooooooooooooooooooooda-se gata”

  4. O problema é quando você só tem essas “pseudo-heteros” na vida :/ Eu devo atrair essas figuras, só pode!

  5. kkkkkkkk to chorando de rir c/ o Não quer foder, sai de cima!
    Jac esse post foi p/ mim, fala a verdade.. rsrsrs
    Me sinto em casa com esse blog.. Bjos!

  6. Certíssima Jac, eu, você, a Raquel e mais da metada da torcida do Flamengo já ensinamos como deve ser, agora basta as menininhas fazerem isso né? a HT SEMPRE quer você por perto para inflar o ego dela e mais nada. A amiga é HT e fica de mimimi? Manda passear, já que ela num quer te pegar.

  7. Sim, sim. Passei por poucas e boas até chegar neste entendimento. O que foi postado é muito importante viu meninas? rsrss Não espere muito da sua amiguinha hetero, a não ser que queira se foder! Bjos. ;)

  8. É, concordo… Nós lésbicas somos super cool e desejáveis, e entendo as html’s quererem este tipo de ‘relação’ (boa teoria do hospital de egos, gostei). Não tendo ‘Gold Finger’ o dedo que converte as ht, esta merda tem que acabar.
    Parabéns pelo domínio lésbico, Jac.
    Hugs.

  9. Hahahahhhaha! Rolei de rir c o sai de cima! Mais é assim mesmo somos imãs! Eles vem todas melosas mimimi…(fuck you bitch!- voz da razão) e ficam eu sou isso ou te amo… Aff ! Da vontade de virar e dizer eu não sou a porra de um homem c um maldito ******* p fik d melodrama ctg!

  10. Amei *———*

    ”quem aqui prometeu que seria fácil ser lésbica”

    Seus posts ajudam muitas gurias Jac, inclusive a mim. Obrigada por gastar tempo e dedicação, saiba que estás fazendo um bem enorme pra muita gente .-.

    Ah, e sem falar nas pitadas de humor, realmente são necessárias para amenizar os nossos dramas…

    Um beijo.

  11. O chato é que na maioria das vezes isso não dá em em lugar algum. A html (como disse a menina lá de cima, haha) só fica de nhenhenhem mesmo, pra depois procurar um homem, again.
    Adorei o post, Jac!

  12. Putz me identifiquei muitooo, acho qtds passamos por isso! porém hj em dia eu estou com a minha amiga hetero o/ ela conseguiu se encontrar! mais levou mt tempo tipow um ano.

  13. Já tive um “caso” com uma amiga html.
    Fui na casa dela e rolou um clima, ficamos, transamos..
    Antes de eu me assumir! Aconteceu outras vezes, mas daí ela começou a namorar e paramos :(
    Embora nem ligue muito, já faz tempo.
    Mas também fui a única garota com quem ela já fez algo do tipo hauhuaha
    Seu blog é ótimo! :)

  14. ahahahahahahaha Me identifiquei muito!
    Mas é apanhando destas situações que a gente passa de lésbica trainee para lésbica profissional… longa jornada.
    Jac, parabéns pelo novo site!

  15. ou, avisa lá sua amiga Sadie, que o site dela “elaeoutrasmulheres” ta uma bosta só! Posts chatos, insuportáveis de ler.
    Antes era bom e agradável de ler, mas aquilo ali já é assumir a decadência e falta de criatividade.
    Fiquei um mês sem entrar e quando fui lá ver o que tinha de bom, me arrependi e conclui que poderia ficar era pra sempre!

  16. Ah, passei pela minha tormenta ”AMO-MINHA-AMIGA-HÉTERO”, quando não aguentei mais segurar isso, contei a ela o que sentia, e a reação dela foi essa mesmo. ”Eu não sei o que sinto por você, mas não quero que você se afaste de mim.” – MANDEI ELA PASTAR! ¬¬

    Simples assim! ;)

  17. Gostaria de ouvir o outro lado, porque deve ter uma explicação além do hospital de ego, pra todas essas garotas fazerem isso com a gente!

    Na minha puberdade lésbica passei por isso!

    Valeu pelo post, gostaria que vc escrevesse sobre: “como não matar sua ginecologista”. Quando esta senhora sugere que vc deve arrumar um homem, o foi só comigo? rsrsrsrs!

  18. E o flexões arrasando mais uma vez, parabéns! Estou passando por um momento que talvez sirva de uma boa sugestão para o próximo episódio do drama lésbico. Bem, Eu e minha namorada estamos juntas faz 5 meses, no início era tudo muito intenso e muito alegre; só que de uns dias pra cá eu e ela não estamos muito bem, a gente anda discutindo muito, depois a gente se desculpa e na outra semana briga de novo e assim vai. Qual seria a melhor maneira de acabar com essa fase ruim e apimentar as coisas?

    Beijos! Até breve :)

  19. Oi, muito legal o post, tenho lido algumas coisas do seu site e achado bastante interessante. Queria te pedir um favor, eu me mudei a pouco tempo para Curitiba, não conheço muita gente ainda, teria como me add no msn? gostaria de conversar com alguém. De qualquer forma, boa sorte com o site. Bjus

  20. fico aqui me perguntando… se não é um fetiche.. ou ate um cliche

    nos apaixonarmos por nossa melhor amiga hetero

    sera que pq ela é a mulher mais proxima?!

    será pq é o que tem ?!

    A primeira mulher de nossas vidas… raramente é lesbica…

    se a for… nos ainda nao eramos assumidas….rs

    me apaixonei por uma hetero… e estamos juntas ha 15 anos

    mas pago o preço… pois ela até hoje… oficialmente nao nos assumiu

    embora… obviamente seja sabido… porem… do lado de la… não revelado

  21. Muito bem feito esse post! Perfeito! E quem já passou por isso sabe muito bem dessa história. E as meninas que frequentam aqui já podem morar na minha cidade… Sinto sempre uma vontade imensa de conversar com cada uma de tão legais! :D

    Mas enfim… Passei por uma situação maluca assim, mas o motivo não foi um cara. A coisa foi mais séria (ou não?), pois a guria não quis nada por causa da religião. Pior do que isso… Ela até queria, mas como se deve agir quando de repente se descobre lésbica? Afinal, ela sempre foi religiosa, acreditou no amor heterossexual e pensou em apresentar os namorados para os pais… Por isso sempre ficava em cima, mas não definia o que queria e nem se queria ou sei lá.

    O problema é: como apresentar os caras se mal conseguia ficar perto deles? Enfim. Não aconteceu nada. Ela foi embora, eu comecei a namorar e me apaixonei loucamente pela minha namorada (com a qual estou até hoje), mas não dá pra negar que sempre completávamos a outra, sabe?

    Ela era a menina que todos queriam por ser extremamente legal, bonita e inteligente. Depois acabou confessando que gostava de mim e que gosta hoje em dia, mas de um jeito diferente. Falou sobre as tantas vezes que chorou sozinha e sobre quando nos víamos e ela sempre estava super arrumada, cheirosa e infinitamente linda. Contou-me até sobre os dias em que quase pulou em mim porque adorava meu cheiro.

    Foi uma história assim… Meio sem final feliz. A gente é amiga e tudo mais. Ela liga de vez em quando, manda notícias e estamos assim.

    A coisa toda sempre gira em torno da pergunta: sou lésbica e agora?

  22. Eu namoro e na minha sala tem uma guria que se diz hetero, mas sempre que pode vem com uns papos estranhos pro meu lado tipo:
    minha namorada foi morar em outra cidade ai eu tava meio pra baixo e ela falo: calma, vc axa outra. ai eu disse: mas da onde vou tirar uma morena linda que nem a minha? e ela disse: olha eu aki.
    daí eu fiquei sem graça e comecei a rir. Na sala ela senta muito longe de mim, só que ela sempre (sempre msm) da um jeito de ficar chamando minha atenção, ou ela implica de longe ou então ela se desloca do outro lado da sala e vem sentar do meu lado, querendo ficar de mão dada, querendo fazer massagem, botando o peso dela em cima de mim, dando tapa na bunda e por ai vai… Hj msm ela veio sentar do meu lado e uma outra colega pediu pra ela dar licença e ela disse: n eu kero ficar perto da ioio. ai ela pergunto como eu tava cm minha namorada e eu falei q bem e contei q minha namorada vive ameaçando terminar cmg, mas q nunca termina ai ela falo: e vc terminaria cm ela? ai eu disse: n… e ela disse meio baixo: vagabunda…
    Minha namorada diz que ela ta afim de mim, só que eu n tenho ctz disso, queria saber se tem alguma chance disso ser possivel ou se ela só quer me usar como ” hospital de ego” o maior problema é que a guria é linda (linda demais D; ) e eu gosto dessa “atenção” que ela me dá, msm sabendo que nunca trocaria minha namorada por ela…

    • Como você ainda não chamou ela pro pega-pra-capa, não tem saber se toda essa atenção é “real” mesmo.

      • Que inveja de vc Eu kkkk

        Vc é sortuda por ela estar afim (mesmo se for usando) e corajosa por ter se assumido…

  23. Excelente post, só não me identifico mais do que com o de se apaixonar pela melhor amiga, mas sim, o mundo tá cheio de html.
    adorei a expressão, imagino que daqui uns dias já vai ter sido assimilado pela galera,

  24. to vivendo um inferno jac please pode é repassar teu email gostaria te contar meu drama, quem sabe você pode se inspirar e fazer um post dele. desde já obrigada.

  25. Cara, esse site é espetacular! vc escreve muito bem e descontraidamente e com muito conteúdo, parabéns.
    Gostaria de sugerir um tema que está acontecendo na minha vida. Triangulo amoroso. Vc esta super a fim da menina, vc ja ficaram algumas boas vezes (intimamente falando, aham isso ai vcs entenderam), parecia gostar de vc de verdade, mas ai ela termina pq “n consegue parar de pensar na ex ficante”. Ai agora vc que n consegue parar de pensar nela, que te abandou cheia de esperanças mas disse que quer sua amiga. Ir atras pq ela esta confusa, ou deixar rolar pra ver onde vai.

  26. Ótimo post! Mas me fala.. E quando a amiga hetero ta afim da amiga gay (e ñ é reciproco, pq a amiga gay só “te vê como amiga”)!?? Mto mais complicada essa situação! E sim…eu sou a amiga hetero. =\

  27. Certa feita conheci uma moça.
    Cheia de si, estudante de Belas artes.
    Como boa geminiana delirava nos cartões pintados à mão, flores em momentos inesperados, nas poesias…
    Nós ficamos umas três vezes.
    Eu estava louca por ela.
    Mas eis que o Pai dela descobriu. Pane total, minha Rainha da auto-estima caiu em desgraça total.
    Querendo o amor do Pai, ela começou a namorar um amigo dele.
    Queria que eu continuasse com ela, porque (há!!!!) eu sou a mulher da vida dela!
    Eu saí fora rapidinho.
    Ela casou.
    Espero que seja feliz.
    Eu sou.

    ;)

  28. Menina tenho q te falar, a um certo tempo acompanho esse blog, mas agora eu realmente me defini!!! ri muito lógico, mas agora finalmente sei o q acontce comigo.
    Como vc mesma disso ñ fiz isso conscientemente mas me defino como essa menina ai q vc falou!!! Hetero quer mas não quer!!!! pq é exatamente assim q acontce comigo!! a minha amiga fala q me quer, e eu no fundo tenho curiosidade mas simplismente ñ consigo!! daí quando ela some eu vou atraz!!! Tipo isso já fazem 2 anos e eu so consegui dar 2 beijos nela!!! e tipo o primeiro eu achei maravilhoso diferente e tal, no 2° eu já ñ achei tudo isso!!
    Meninasssss, ñ fiquem triste comigo! sei q o q eu disse foi horrivel, mas agora já sei e ñ mas repetireiii!!! Só ñ sei como ñ magoa-la sabe!! pq realmente eu gosto muito de estar com ela, ela me trata de maneira diferente e hiper carinhosa sabe!? ñ queria perder isso!!!!!!
    Muito bom falar com vcs novamente!

    • Gostei de notar essa tua preocupação com sua amiga gay, de não querer magoá-la. Acho que seria bom se você pudesse abrir o jogo, ao menos para ela. É difícil mesmo, mas acho que vale à pena e deixa ver o que acontece. Qualquer coisa, tu pode tentar com outra garota tb
      Boa Sorte!

  29. Jac, adoro teu blog, sempre leio, mas até então nunca tinha comentado. Parabéns, tu és ótima! =]

    Não quero discordar de ninguém, muito menos dar falsas esperanças, mas preciso endossar o comentário da moça aqui em cima e dar mais uma versão de uma html (adorei a expressão!).

    Bom, bem antes de eu ser uma html, eu era só uma ht como tantas que tem por aí, tentando ser a menina mais popular do colégio, atrás do carinha mais gostoso do pedaço, cultivando unhas enormes e sonhando em colocar silicone. Aí conheci uma menina no cursinho, que desde sempre se disse lésbica (a primeira pessoa abertamente homossexual com quem eu tive contato) . Ela era linda. Vivendo na Heterolândia, eu tinha a imagem de lésbicas masculinas, coçando o pseudo saco e cuspindo no chão. Ela não era nada disso. Tinha o cabelo comprido mais lindo do mundo, olhos verdes e um humor deliciosamente ácido. Sem todas aquelas frescuras femininas das minhas amigas habituais. Decidi que, apesar do grande pecado de ser lésbica, ela era suficientemente boa para ser minha amiga. Entramos na universidade, terminamos a universidade, ela terminou com a namorada, eu comecei a namorar, ela entrou no mestrado, eu entrei no mestrado um ano depois, ela começou o doutorado… Em sete anos de amizade, ela foi a melhor amiga que alguém poderia ter. A mais correta. Nunca nenhuma insinuação, nenhuma olhada, nenhum comentário. Já eu… bem… eu não tinha problemas nenhum com homens, mas aparentemente, a única sapa que eu conhecia, minha amiga há sete anos, não me achava boa o suficiente pra ela! Meu ego começou a ficar destruido. E eu fazia T-O-D-A-S as coisas erradas listadas no post anterior, tentando desesperadamente que ela notasse que, apesar de ser a melhor amiga, eu era interessante também. Eu precisava conquistá-la pra provar pra mim mesma que eu podia fazer com que (até) uma lésbica se interessasse por mim (afinal, era óbvio que eu era muito gostosa mesmo! ¬¬). Foi aí que eu virei a amiga html!

    Só que aí ela notou… e começou a me olhar diferente. E o problema é que eu, que achava que tinha a situação toda nas mãos, do alto dos meus 24 anos de Heterolândia, namorando há 2 anos e sonhando com vestido de casamento, percebi que também estava olhando diferente pra ela. E foram meses horríveis, querendo mas não querendo, tentando me entender, tentando entender o que eu sentia por ela, tratando-a de maneiras horríveis pra ver se ela se afastava, indo e voltando com o namorado… No meio desses seis meses, minha mãe descobriu, disse coisas horríveis, “como eu podia fazer isso com a minha família?”. Afinal, eu nunca tinha sentido a mais remota atração por mulheres!

    Claro, foi horrível pra mim, mas foi horrível pra ela também. Porque no meio de toda essa instabilidade, eu tive inúmeras crises de “não, eu sou hetero”, “eu vou ficar contigo hoje mas é a última vez”, “não vai se apaixonar por mim porque eu não quero esse tipo de vida”, “se você realmente gostasse de mim, ia cair fora”.

    Pra encurtar a história, foram meses de amadurecimento até que eu me desse conta de que eu realmente não precisava saber naquele momento se eu gosto ou não de mulheres, eu só precisava saber se eu gostava DAQUELA mulher. E descobri que eu a amo de todo o meu coração. =] E namoro com ela há dois anos, os quais, apesar de todos os problemas, tem sido os dois melhores anos da minha vida. Foi preciso sete anos de amizade, mais vários meses de amiga html e MUITO chove-não-molha com ela correndo atrás de mim aos prantos, pra hoje usarmos os pingentes com o nome uma da outra no pescoço. Ela é minha melhor amiga, a melhor pessoa que eu conheço e o amor da minha vida. Eu morro de orgulho de namorar uma pessoa como ela. E até hoje, de vez em quando, no meio de um café num final de tarde, de um domingo frio embaixo das cobertas ou de um dia ensolarado na praia, eu paro por um minuto e fico olhando pra ela…

    - O que você ta olhando, amor?
    - Você… obrigada por não ter desistido de mim…
    - Tola! Eu teria ido atrás de você quantas vezes eu tivesse precisado.

    =]

    (ah, e no fim das contas, eu abri mão das unhas compridas!)

    • A história de vocês é linda !!!
      O teu mestrado te valeu com todas as letras, você discorre toda a história de vocês deliciosamente engraçada e romântica !!!!

    • Que história linda!! Parabéns pela coragem guria!! É isso aí, mais importante do que saber se está apaixonada por um gênero ou preocupada com a sociedade, é mais importante apaixonar-se por uma pessoa e ir em busca da própria felicidade :D

  30. Nossa, jura?!
    Cara eu sempre fui uma pessoa muito inconstante e com realaçao a esse assunto, lógico não poderia ser diferente..!!
    O fato é q até eu to de saco cheio de mim!!
    Existe algum jeito de encurtar o processo de “que mas ñ que” e resolver logo?Tipo algum métudo ou jeito de encurtar esse caminho?

    • chame-a para uma festa,beba,e fassa bastante ciumes nela,no final quando a for leva-la para casa ou em algum outro local de um bjo bem dado nela e da uma sumida que ela corre atras :)
      Ahh fique mt linda usse o perfume que ela gosta e ahaza gata

  31. Sempre gostei de garotas, sei q sou lésbica, mas sempre fugi desse sentimento. De uns dias pra cá perdi o “controle da situação” e comecei a ficar com garotas.
    Ate q em uma festa fiquei com uma amiga lésbica, e agora definitivamente fugiu tudo do meu controle. Ficamos outras vezes, to apaixonada, muito apaixonada por ela, q me pediu em namoro ( e claro que eu quero). O problema é que eu não assumi pra ninguém,(só meus amigos sabem) o que realmente sinto, não me importo com a opinião dos outros, mais se minha família souber de tudo eu não teria apoio nenhum, meus pais são muito homofóbicos, (nem sei o q faria se eles ñ me aceitassem). Minha mãe até ficou sabendo de um beijado que tinha dano nela numa festa, me esculhambou e disse que era melhor eu cortar “essa amizade”, mas acabei a convencendo de que era td mentira, só q agora ela fica 24 hrs querendo saber com quem eu ando e dizendo q eu deveria estar namorando com algum garoto. Seria mais fácil chegar em ksa com um namorado ficaria td bem, mais isso nunca mais vai rolar.
    Gosto muito dela, e to perdida em relação a isso. Estou dividida entre as pessoas que amo.
    O grande problema é que tenho medo de estar de alguma forma fazendo mal a ela (q já é bem resolvida), com essa minha indecisão e problemas, estamos estacionadas. O q eu faço? Isso ta acabando comigo.

    Desculpe se esse não for o lugar pra esse post, mas depois que li alguns comentários resolvi postar aqui.

  32. primeiro, parabéns pelos textos *-*
    bom… Lendo esse texto acabei pensando em uma coisa… Se pudessem me ajudar, eu ficaria muito grata mesmo.
    Sabe, eu conheci uma garota pelo pc e começamos um relacionamento a distancia. No começo ela me jurava amor eterno e etc, mas disse que não sentia atração por meninas e nem pensava em meninas, só em mim. Ela ate ja tinha tido um namorado lá… Mas não se dizia nem hetero e nem lésbica, ela dizia que era CrisSExual sabe? Achava isso lindo. MAS enfim, ela não me valorizava sabe? E os pais dela aceitaram o nosso relacionamento quando ela contou… ao contrario dos meus pais, que foram TOTALMENTE contra e disseram muitas coisas ruins, me ameaçaram, tiraram meu pc, celular, tudo… Ate eu “provar” que gostava de homens. Eu apenas saia de casa e dizia algo como “vou sair com meu amigo” e eles acharam que eu tinha “me curado” ¬¬” ate ai blz.
    Voltei ao pc e ao celular e continuamos nosso namoro a distancia. Mas eu passei a perceber que sempre quem ligava pra ela, era euzinha aqui. Quem pedia e implorava pra ela ligar a Web era eu… E o pior é que ela SEMPRE arrumava uma desculpa pra desligar o celular rápido ou desligar rapido a Web sabe? Ela simplesmente não se interessava. Mandei uma vez um site com a temática lésbica, pra ela ler uma matéria interessante sobre casamento sabe? Mas ela disse só ‘legal” e depois eu perguntei se ela tinha lido, e ela disse que o pc dela tinha travado e por isso ela teve que fechar todas as janelas e não deu pra ler…
    As vezes eu achava estranho. Ela jurava que me amava… Mas terminava comigo por qualquer motivo… Dizia coisas ruins. E olha, eu juro que eu fiz TUDO pra agrada-la e faze-la feliz. Fiz cartõezinhos pra ela //doTipoBregaEuSei// e sempre inventava algo fofo no dia do nosso aniversario de namoro… E no final, acabava percebendo que ela havia esquecido a data do nosso aniversario de namoro ‘-’ e nem sabia quantos meses estavamos fazendo. Se eu marcava algo no face dela, mesmo como “amiga”, ela simplesmente apagava ‘-’ e o pior é que ela pretendia manter nossa relação em segredo pra todos, ate para os amigos. Eu não sei o que ela sentia por mim… Mas as vezes acho que ela podia ser uma hetero confusa! Já que é pela internet e o contato físico não existia… E isso tudo era preenchido com palavras e etc.
    Queria a opinião de vocês :/ será que esse desinteresse dela, pode ser porque no final das contas, ela é hétero?

    • Olha. Oi. (:
      Minha história é parecida. Conheci uma garota pela internet, ficamos quaaase um ano só por namoro virtual até eu voltar pra cidade natal de ambas, namoramos por 3 meses aí eu terminei porque fiquei com medo dos meus pais (somos adolescentes) depois de 2 meses ela veio falar comigo e nós acabamos voltando. Isso foi em dezembro de 2011. E em maio eu me assumi pros meus pais e eles me deram o maior apoio. Diferente dela, que queria manter tudo no maior sigilo. E de um tempo pra cá as coisas começaram a mudar, ela não me fazia mais juras de amor, deixou de ser carinhosa, parou de me dar atenção. A gota da água foi no aniversário de 17 anos dela (tenho 18), ela me ignorou TOTALMENTE e dois dias depois eu (já estávamos com muitos problemas) disse que não aguentava mais, que desistia.. Ela então resolveu que tinha que dizer o que realmente sentia: não gostava mais de mim como antes. E já fazia tempo isso! Ela se disse ser hétero e que foi apenas uma fase. PQP. Flechada no meu coração. :(
      Ok, mas tudo isso só pra chegar a conclusão: ela é hétero. Bem, é minha opinião sobre essa garota que você conheceu na internet com base na minha maldita experiência (atraso de vida total). Ou depois de tanto tempo o contato físico começou a afetar a relação… Isso também prejudicou no meu caso.

      :)

  33. Antes de mais, parabéns pelo site! :)

    Em relação ao post…
    Bem, eu conheci essa miuda, a V, e uma amizade nasceu. Dai por uns tempos comecei a olhar para ela de modo diferente, desejava-a e essas coisinhas todas. ela é hetero claro está. ya, um dia falamos sobre isso, eu revelei que estava a gostar (mesmo) muito dela e ela só me disse que n gostava de mim desse jeito e que nunca fez nada para eu gostar dela desse jeito (como se isso fosse culpa de alguém -.-). Ai eu sempre arranjava jeito de estar com ela, enviava sms fofas e sexys e ela nunca me pediu para parar mas sempre dizia que não gostava de raparigas. eu feita estupida continuava com as sms e com os abraços e sorrisos… isto durou 6 meses. há cerca de 4 meses (ainda eu andava a babar-me por ela) já ela estava ela com um rapaz. mas mesmo assim ela nunca me pediu para parar com as sms e carinhos… eu acho que é um pouco o que a Jac falou, o “Hospital de ego”. meu problema é que eu não consigo ficar “irritada com a situação” pois sempre que a vejo eu caio de novo aos pés dela. não sei como resolver isto, a serio que não… ainda para mais pq ela me pediu para eu nunca deixar os meus sentimentos se meterem na nossa amizade “sim, eu prometo que controlo a coisa” disse eu.. boa mer– . ha 3 semanas que n a vejo e até estou algo bem… tenho saudades loucas dela mas pronto.. digo que estou a superar mas até minha melhor amiga já me disse que no dia em que a vir de novo a paixão vai voltar, bem mais forte! Alguém me ajuda? :(

    • Eu passei por uma situação parecida, só que comigo ela era hétero, mas fazia questão de me mostrar o interesse dela por mim. E eu boba achando que tava arrasando corações alimentei essa paixonite dentro de mim, mas eu era o hospital do ego dela. A minha sorte foi que eu percebi que era a otária da história, e pulei fora. Excluí todo tipo de contato que tinha com ela(inclusive sms apaixonado),evitava a todo custo encontrar com ela, e quando não conseguia a tratava como uma uma pessoa comum.
      Uma dica: qundo vc encontrar com ela, tenta lembrar todo mau que ela te fez (não a trate mau), trate ela como vc trataria um conhecido, ou seja cordialmente. O sentimento de que ela é a única mulher do planeta vai desaparecer com o tempo, e vc vai começar a enxergar todos os defeitos dela, a atração física demora um pouco de sumir, mas some! Tenta por um pouco de racionalidade nessa história, põe de lado os seus sentimentos e não ceda de forma alguma a nenhum dos caprichos dela. Vc vai esquecê-la!

  34. Não me declaro ainda uma Homo mas acho que quando vc sente atração por uma mulher pela terceira vez,acho que já é o suficiente…Meus “anigos” da escola desconfiam,pq minha última paixão foi parar no ouvido da metade da escola…Mas não entendo…Se minhas colegas já sabem de tudo,pq ficam mandano eu usar coisas que “todo mulher deve usar).Odeio roupas curtas e maquiagem…Só…E mesmo assim pegam no meu pé.Será que é exatamente por terem ouvido a história minha com a última paixão que elas querem me mudar?

    P.S.Antes de a história ir parar no ouvido da escola praticamente toda…Algumas pessoas(meninas) me tratavam de um jeito(me faziam elogios,me tratavam até de um jeito que pareciam interessadas)depois passaram a me tratar friamente,dizer indiretamente que não gosta de mulher(acho que para eu ouvir) e até zombar de mim,fazendo piadinhas,botando apelidos(garotos tbm)…

    Enfim..O que acha Jac?

    • “quem disse que ser lésbica é facil”
      eu acho que não irei assumir muito cedo, não na escola que eu estudo, as meninas são todas pathys que perdem a virgindade com 14 anos… tenho 16 e nunca namorei um garoto, meus amigos ficam me enxendo o saco e me chamando de encalhada por isso -.- o probleminha é que eu não gosto de homens e acho que vivo na heterolandia pq nao consigo achar uma lésbica aqui T-T

  35. Achei seu blog muito interessante. Inteligente e sensato. Adoro esses conselhos… parabéns.

  36. Ai, Jac, como é bom estar solteira e não ter ninguém para ficar enchendo o saco. Assim eu posso ler o blog de #caboarabo!
    Bjs

  37. Gente, eu não sei se aqui é o lugar certo pra postar isso, mas eu não sei mais o que fazer, se não for me desculpem. Mas lá vai minha confissão:
    No começo desse ano eu conheci o feminismo e entrei de cabeça no movimento, fui na marcha das vadias da minha cidadade, leio todos os livros e blogs sobre que posso, faço tudo que posso pra ajudar e tudo mais. Enfim, junto com o feminismo tive mais contado com o movimento LGBT, nunca fui homofóbia, porém percebi várias atitudes erradas das pessoas a minha volta e agora eu vou contra a homofóbia dessas pessoas até o fim. Até então nada demais. Eu namoro há um ano com um garoto, e eu o amo mais que tudo, não consigo me ver separada dele, ele é o meu melhor amigo, me apoia em tudo e me faz super bem, ou seja, ele é uma das melhores coisas da minha vida. O problema começou quando uma amiga dele lésbica disse a ele que estava interessada em mim, eu não conhecia ela até então e ela só me conhecia por facebook, até que um dia nós fomos a uma festa de uns amigos e ela estava lá. Não me senti muito atraida por ela, mas não nego que ficaria com ela, só que nada aconteceu. Ele até tentou fazer com que nós ficassemos, ficou puxando a gente, porém eu fiquei com muita vergonha e acho que ela também. Só que eu fiquei realmente interessada pela amiga dela, que também é lésbica, e em uma outra festa que nós fomos elas estavam lá, como a gente já se conhecia e já eramos um pouco amigas, então conversamos um pouco, e tudo normal. Até que ela chegou com meu namorado dizendo que queria pedir um favor pra mim, mas ela ficou com vergonha e foi embora, eu perguntei pra ele o que era e ele disse que ela queria lamber chantily (é assim que escreve?) nos meus seios (que são um pouco maiores que o normal rs), eu fiquei animada, disse que toparia, mas ele me disse que era só bricadeira, então ficou por isso mesmo. Depois ele sugeriu que ficassemos nós três, se eu queria, admito que não curto a ideia de ver ele ficando com uma outra menina, mas eu queria muito ficar com ela, acho ela realmente muito gente boa e muito linda, eu perguntei pra ele se ele não concordaria se ficasse só eu e ela, mas ele ficou com ciúmes e disse que não, que se fosse pra acontecer ele queria ta junto, eu fiquei irritada e disse que se eu fosse fazer isso não queria que fosse um showzinho pra algum homem, conversa vai e conversa vem, até que ele disse por fim que não gostava da ideia de eu ficar com outras mulheres por aí e meio que deixar ele de lado, eu disse que isso nunca ia acontecer, que se eu ficasse com alguma ele iria saber, mas a conversa terminou por aí e não tocamos mais no assunto, quando eu tentava falar algo ele desviava e dizia que não queria mais aquilo.
    Mas tem outra coisa… Nesse meio tempo eu criei um grupo no facebook com pessoas da minha cidade para discussões feministas, adicionei a menina lá porque ela e as amigas pediram, então ela adicionou uma outra menina conhecida dela (vou identificá-la como R.), logo eu fiquei bastante amiga da R., só que a gente não se conhece fora da internet, próxima semana talvez vá ter uma reuniãozinha lá em casa e ela vai. Nossa, a R. é muito linda, muito linda mesmo, fico babando olhando as fotos dela e ela é tão engraçada e tão gente boa que eu fico de boca aberta, sinto que a gente tem certa afinidade quando conversamos, mas não sei se é só impressão minha ou ela ta a fim também. O fato é que ela é a menina mais linda e mais inteligente que eu já conheci (admito também que quero emprestado algumas roupas dela, ela é super estilosa haha) e eu nunca me senti assim antes, não sei se estou apaixonada por ela ou não, sei que não a amo, que amor mesmo eu só sinto/senti pelo meu namorado, mas o que eu sinto é incontrolável e ela já me disse que é bi, então não sei se tenho uma chance. Estou muito confusa, principalmente porque não sei o que sou, sempre gostei de meninos, sempre achei que eu era hétero e agora estou querendo ficar com meninas, ainda sinto tesão pelo meu namorado e por outros meninos, mas eu não entendo, o que eu sou? Sou hétero? Sou lésbica? Sou bissexual? Sei que não existe nenhum manual pra definir alguém, e também que as vezes não é bom colocar rótulos, mas eu estou perdida, não me sinto mais como hétero e também não me sinto como bi. É possível uma mulher ser lésbica e também senti atração por homens? O que mais me aflinge é que se eu me assumir lésbica minha família toda vai me condenar, eu tenho certeza, vão dizer que foi só influência do feminismo e que eu to exagerando demais. Mas será se foi por causa da minha experiência com o feminismo que abriu meus horizontes? Ou com o feminismo eu abri meus olhos pra algo que eu não percebia? Porque eu sei que quando era mais nova eu tinha dúvidas, me perguntava se eu era lésbica, mas eu reprimia isso dentro de mim porque esperavam outra coisa de mim. Estou realmente confusa, e não consigo falar pro meu namorado isso, não sei a reação dele, já tentei, mas não consegui. Eu quero continuar com ele o tempo que for, me casar, ter filhos com ele, esse é um dos meus sonhos, mas eu queria poder experimentar a minha sexualidade e descobri logo isso!
    Desculpa o texto longo, mas eu precisava desabafar. Se alguém puder me ajudar eu seria muito grata. Meu email é: fafap2222@hotmail.com
    Beijos ;*

    • Não sei porque diabos você não se vê como bissexual, mas você é bi. Ou hetero curiosa. Jamais lésbica (nesse momento). Lésbicas não namoram e sentem “tesão” por homens – essa é a definição! Você não é vegetariana enquanto come carne ahahahah

      Anyway, seu namorado tem todo o direito de não querer que vc pegue mulheres, afinal, vocês aparentemente estão numa relação monogâmica. E ele deve ter te incentivado no começo ou porque pensou que não era tão sério, ou só porque queria sexo a três.

      Leia esse meu post, btw: http://flexoeslesbicas.com.br/2011/02/19/invalidacao-do-relacionamento-lesbico/

      Anyway, você tem que decidir se quer ficar com ele pq o ama mto e blablabla ou se sua vontade de “explorar sua sexualidade” é maior.

  38. Faz um tempo q não comento nada, enfim… Estou apaixonada por uma amiga (hétero) que, mesmo sabendo que tenho esse sentimento por ela, não para de falar comigo, adora quando a elogio, quando escrevo coisas pra ela… Penso em arriscar e partir pra conquista, mas tb não quero perder uma amizade… Pra piorar, tenho outra amiga hétero por quem tenho um carinho imenso, e esses dias ela não me sai da cabeça! Tenho medo de acabar me apaixonando por ela, porque sei que se acontecer isso será melhor me afastar por uns tempos, pois ela não vai querer me ver sofrendo (somos muito amigas). Cara, que loucura! Mas a outra amiga por quem sou apaixonada, como eu quero ficar com ela/namorá-la!

  39. Oi meninas,sou Bi,e leio sempre o flexões…acho que a htro pode até querer mais não tem coragem para assumir…isso é um fato#
    Hje sou noiva de um rapaz e acredito que só não tenho uma mulher do meu lado pq não conheci uma mulher capaz de me assumir….

  40. Primeiramente, adorei o post!!!

    …Agora vem o meu drama ._.’

    Bom, tenho uma amiga html, que está com rolinho com meu melhor amigo, mas que não abre mão da minha presença, gosta de andar de mãos dadas comigo, dormir abraçada comigo, andar abraçada comigo, assistir filme abraçada comigo…
    Nunca assumi pra ela que estou perdidamente apaixonada por ela e muito menos que sou lésbica…
    Esses dias que passaram, eu estava indo dormir na casa dela todo fim de semana, a gente foi começando a ficar mais íntima… rolou beijo no pescoço e mordidinhas na orelha. Quando eu volto pra minha cidade e ela fica na dela, a gente sempre mantém contato pelo Facebook, e ela comentou que sabia que eu estava tentando beijá-la na hora que eu estava dando beijinhos no pescoço dela (Sim, eu estava, mas não arrisquei naquela hora) mas ela não ficou zangada ou coisa do tipo…
    Sexta-feira passada dormi na casa dela de novo, e quando eu a abracei e comecei a beijar o pescoço dela, ela colocou o rosto muito próximo do meu, nariz com nariz, então eu pensei “Acho que eu to entendo… xD” e beijei ela (selinho) fiquei horas dando selinhos nela, tentei o “Real Kiss” mas ela não quis…preferiu ficar no selinho…
    No outro dia (Sábado) ela ficou super tímida, não conseguia olhar direito pra mim! Daí eu fui dormir na casa dela de novo… E então, o beijo rolou de novo, arrisquei o “Real Kiss” e ela aceitou, e veio com tudo pra cima de mim! Foi bem mais intenso do que ambas pensaram que seria, se é que me entende (Temos 16 anos)… Ela se entregou
    Só que agora ela está confusa, não sabe se quer me ver esse fim de semana, não está querendo falar comigo no facebook direito… E eu tenho certeza que ela gostou do que aconteceu, pelo jeito que ela agiu na hora… O que rolou entre nós só aumentou minha paixão por ela…
    Minha amiga (a única que sabe que eu tenho atração por mulheres), disse que era bom eu deixá-la respirar um pouco, fazer ela sentir saudades, se acostumar com a ideia… Mas eu fico com medo dela querer se afastar de vez de mim e fingir que nada aconteceu, e continuar com uma vida “Hétero”… E também pq nunca foi tão difícil pra mim ficar longe de alguém… ainda mais depois do que aconteceu. Eu já pensava nela o dia inteiro, mas depois disso eu penso nela a cada milésimo de segundo.
    Não me sinto tão mau pelo meu amigo, pq ele não demonstra gostar dela de verdade… mas ainda me sinto um pouquinho mau…

    Enfim esse é o meu drama e preciso muito de ajuda! Não sei o que fazer…

    P.s: Foi minha primeira experiência lésbica… e a dela também.

  41. Adorei o post, muito mesmo!!
    Passei por isso, dei um gelo na minha “amiga” , na verdade eu a amava mais eu precisa sair daquela, para o meu próprio bem.
    Já tínhamos ficado e ela disse que “não era isso que ela queria para a vida dela”
    Então íamos ficar só na amizade (e vcs sabem que não era isso que queria)
    E, adivinhem?
    Em 28 dias (sim, eu contei cada segundo rsrs), ela voltou para mim. E hoje estamos fazendo 2 anos e 2 meses de namoro.. Nunca havia encontrado alguém como ela.
    Estamos noivas e praticamente moramos juntas.

    Seu conselho? Perfeito. É assim mesmo meninas.

  42. Não sei se é aqui que devo perguntar mas vou perguntar haha
    Estou com problema para encontrar uma garota como eu gosto, porque não posso ir a lugares gays, se tivesse lugares que fosse gay e hetero ao mesmo tempo ate podia, mas não tem :/
    E não conheço nenhum menino ou menina que seja gay ou bi :/
    Me ajudem por favor…
    Eu gosto de mulheres de olhos claros =)
    eu conheço algumas mas são minhas amigas ou meninas que eu nunca conversei então se poder me ajudar =)

  43. Gente eu ri muito aqui, ouvindo todos esses comentários.
    Sou reú confesso, era homofobica, das chatas.
    Resumo do Resumo porque a história é bastante longa, depois de muitos homens de todos os tipos, caras e cores, casei !!!!
    Depois de muitos anos, refleti que nunca tive um amor intenso.!!!
    Descobri se sou hetero não sei, mas sei com muita convicção que gostaria de ter vivido um intenso relacionamento com uma mulher. Talvez teria sofrido menos, ou ainda as expectativas seriam diferentes.
    Enfim viver em grupos de pessoas cheias de preconceito me irrita e muito.
    Tentei me abrir algumas vezes com amiga e conhecidos bem distantes.Alguns me disseram que eu estava louca ,uma outra começou me assediar. Realmente é complicado …..
    Tenho menos que isso , mas a 1º mulher que pirei, foi uma mulher com mais 60 anos ( médica) , gentil, carinhosa, cheirosa, feminina, mulher !!!
    Essa mulher desvio dela até hoje, infelizmente o consultório dela fica perto de onde moro !!! As vezes a vejo e continuo achando ela bonita !!!!
    Por isso acho que o sentimento ainda de uma mulher para com outra incondicional, desmedido. Vai além do entendimento de muitos até passa por cima status social, de raça, cor, de contras de familia, pai, mãe, filho, marido, irmãos …..
    Só hoje infelizmente posso ver isso. Acho muito ineressante meninas tão novas já sabendo bem o que querem, sempre me pergunto porque “ser de uma mulher ” nunca me ocorreu ????

  44. Oii Jac! Tudo bom contigo? Primeiro gostaria de dizer que adooro teu blog, me ajuda muuuuito. Porém, estou numa encruzilhada, não sei como sair dela e gostaria de um conselho, se tu puderes, claro. Por favor me desculpa o texto longo, estou tão confusa que nem sei como sintetizar essa história. Assim, tenho 18 anos, sou hetero(ou era, hehe) e só namorei 2 guris por 3 meses cada um(isso faz mais de 2 anos), porém sempre fui conhecida como ativista anti-homofobia e pró-direitos gays na minha casa, pois eles são muito conservadores. E sempre tive curiosidade de experimentar namorar uma guria. Nunca havia me interessado por uma guria em específico, até uma que senta na mesma fileira que eu do cursinho me chamar muito a atenção. Não sei bem como explicar, mas foi meio instantâneo, a vi e quando ouvi a voz dela, me marcou. De primeiro,(estereotipando um tanto) por ela só usar tênis tipo all star, calça jeans, só usar roupas escuras, ter uma voz grave, unhas curtas, andar pesado, cruzar as pernas como os guris fazem, não usar maquiagem(pelo menos na aula), jogar futebol(com amigas também parecem ser lésbicas), pensei q ela poderiiiia ser do babado. Porém, foi além disso, percebo que ela me dá uns olhares suspeitos, já passou por mim falando:”e ela ainda veio de vermelho, eu gosto de mulher de vermelho.” e a amiga dela respondeu:”hahaha agora xonou, né!”(detalhe:eu estava de vermelho), já sentou do meu lado e ficou puxando assunto, apesar de não nos conhecermos bem(porém após esse dia, ela não falou mais comigo), só que ainda percebo alguns olhares quando os amigos dela não estão junto, amigos(4 gurias e 1 guri gay) que, apesar de também sentarem na mesma fila que eu, não falam muito comigo, também não falo com eles pois sou muuuuuuuuito tímida com quem não conheço. Então, realmente não sei o que faço agora. Tenho vergonha de chegar nela, pelo fato de não estar acostumada a ter a iniciativa, por eu não saber se eu realmente a quero(se não é só uma paixonite passageira), por não saber se ela realmente é lésbica(algumas heteros bobas, se ofendem com a confusão), por vergonha dos amigos dela saberem de mim, por receio de eles me acharem uma chata(nem me dão oi, não sei porque), e por não saber naaaada sobre abordagem lésbica. Enfim, esse chove não molha tá me deixando loucaa. Espero que tenha conseguido me fazer entender. Se leu até aqui, muito obrigada! Bejos :)

  45. Olha eu tambem estive numa situacai que ate hoje sofro muitoo!!!minha ex a qual namoramos uns 6 anos entre traiCoes e terminos!!hoje ela me deixou depois qye mudei minha vida na epoca eu tinha dinheiro so que por uns problemas perdi tudo e vi a morar na cidade dela inclusive morei de favor na casa dela!!soo que quando vi a morar na casa dela dentre dois meses apos ela descobrir que eu estava falida ela comecou a me tratar diferente!!ate que um dia ela se afastou de mim!!brigamos algumas vezes ate chegar o fim!!ai eu morando dentro da casa dela ela me ignorava tempo todo !ate um dia ela se envolver com um homem e diz que vai casar fez varias coisas na minha frente diz amar ele e tal!!sofri muito ate sair da casa dela!cortei todo tipo de relacao!!e ela sumiu e eu tambem sumi!!me responde uma coisa jac!!!??ela se diz hetero e disse que vai casar com esse o que eu fui na vida dela so um passa tempo de 6 anos se falando todo dia e ela conhece esse e em menos de um ano ama e ja vai casar kkkkkkk confesso ate hoje to confuza ha e antes que eu esqueca ela disse que eu podia ser homem pois tudo seria mais facil kkkkkkkkk mais nao sou!!me ajude a decifrar isso por favor!!bj

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>