Orange Is The New Black

Antes tarde do que nunca! Como eu poderia não falar de uma série tão incrível, com uma temática tão interessante e com a personagem lésbica mais apaixonante de todas as séries?

Orange Is The New Black

Quando fui assistir Orange Is The New Black, minhas expectativas eram diversas. Por um lado, meu coração já havia sido dilacerado para a temática Lésbicas na Prisão por Capadócia. Por outro, meu tumblr era infestado de gifs de Alex Vause sendo Alex Vause.

Orange Is The New Black - Alex Vause

Okay, estou convencida!

E agradeço todos os dias a Nossa Senhora das Lésbicas por ter existido Orange Is The New Black na minha vida.

Preocupada

Bem, agradeço só enquanto os boatos sobre a segunda temporada não se confirmarem.

A Prisão

Logo de cara vi que a série era bem americana e digo isso não em um bom sentido. Se eu comparar as ambientações com as cadeias e o presídio que eu já vi ou com a ambientação das séries Capadócia e Bad Girls, OITNB é completamente inverossímel.

OITNB

Quantos segundos vocês acham que leva para matar alguém com aquela quina afiadíssima do armário de metal? E essas meias super brancas? E a parede pintada anteontem?

Outro aspecto completamente irreal da série são as pinceladas muito leves de “podridão humana”. Explico: em um determinado momento o diretor da cadeia compra informações da presa da biblioteca e, em troca, dá um doce para ela. Sério? Sério mesmo? Um doce? No mundo real e nas séries não-americanas a negociação é mais na linha de um boquete por um maço de cigarro.

Preocupada

True Story…

Okay, eu tinha entendido: Orange não apenas se passa em presídio americano de baixa segurança, mas, independentemente disso, seria um feel good. E sinceramente… era disso que eu precisava depois de ver Capadócia e trabalhar em uma cadeia: menos podridão humana, mais ação lésbica!

Piper Chapman

Eu considero a criação de uma protagonista que caia nas graças do público o trabalho mais difícil de um escritor. Tente se lembrar…. Jenny Schecter em The L Word, Meredith Grey em Grey’s Anatomy, Rachel Berry em Glee, Seiya em Cavaleiros do Zodíaco. Todos insuportáveis.

Mas eu comecei gostando muito da Piper. Eu consigo me relacionar muito, muito mesmo, com a personalidade Girl Gone Wild dela de buscar uma vida que ponha em risco sua segurança, seu garantido, ao mesmo tempo em que ela sabe que nasceu do lado seguro do muro e que a #VidaLoka não é só glamour e boas histórias para contar.

Orange Is the New Black

Orange Is the New Black

 (Alex resumiu uma temporada inteira em uma frase)

E eu estava louca para ver um surto da Piper com o marido dela que estava já se achando sr-cheio-de-histórias-para-contar por ter uma esposa na prisão. Eu queria uma reação mais enfática e explosiva da Piper, eu queria ver ela surtando e gritando tudo o que eu eu pensava quando meu professor de direito contava todo orgulhoso sobre histórias absurdas de crimes que ele lia em uma pilha de papel no Tribunal.

Santana

A série conduz muito bem a sensação de imersão da Piper na prisão. Sua vida se torna lidar com as presas, com os dramas da prisão e tudo o que não está ali passa a ser uma vida distante. Essa é uma sensação tão real (para agentes penitenciários, carcereiros e, imagino, ainda mais para presos) que eu posso apostar que ela está no livro de fatos reais em que a história se baseia.

OITNB

Toda a história da galinha é sobre essa imersão.

Eu tenho com a Piper uma relação (olha a sapatão falando misturando realidade e ficção) muito mais próxima do que eu imagino que as outras lésbicas tenham com ela porque se a gente olhar a narativa romântica dela… realmente aí a revolta é grande.

No começo a série lida muito bem (apesar da forma clichê) com a bissexualidade da Piper e todo aquele drama de escolher entre o Larry e a Alex.

Orange Is The New Black

Adoro como a representação de bissexuais na TV é tão travada que o melhor que os produtores conseguem fazer é duplicar cenas para mostrar como a Piper gosta de homens e mulheres – assim, meio-a-meio.

O problema é que a história se arrasta demaaaaaaais e a gente não aguenta esse drama barato e super forçado. E, deus, como é forçado. Vamos supor que a Alex Vause não é super sexy e que o Larry não é o protagonista de American Fucking Pie, vamos supor que eles estão em igualdade.

Larry é o chato que não entende nada sobre a prisão, mas que adora se exibir e se fazer de coitado pelo fato de sua noiva estar na prisão. Alex é a descolada, #VidaLoka, capaz de trazer o tipo de emoção que a Piper deseja e que está em constante disponibilidade. A escolha é ÓBVIA. Mas Piper escolhe o não-óbvio na história, que é o óbvio na sociedade heternormativa blablabla homofóbica em que vivemos e que produziu essa série.

Orange Is The New Black - Alex Vause

Adoro personagens criadas por heteros entendendo tão bem sobre o mundo lésbico. E não estou sendo irônica.

<Possível Spoiler>

Para meu completo desespero, a Piper real que escreveu o livro no qual a série se baseia é casada com o Larry real – ainda hoje. Não basta eu sobreviver sem a Alex na segunda temporada, ainda vou ser obrigada a aguentar uma história de como o amor hetero supera o romance lésbico na prisão? Fuck no!

</Possível Spoiler>

Alex Vause

Eu gostaria que algumas personagens de Orange desaparecessem, começando pelo Larry, passando pela Morello e terminando pela dizimação total de todo o núcleo latino. Eu também gostaria que outras personagens recebessem mais destaque, como a Sophia e boa parte do núcleo negro.

Mas a verdade é que eu e você, leitora amiga, só assistimos Orange por um motivo. E se só existisse esse único motivo para ver a série, nós continuaríamos assitindo.

Orange Is The New Black

“Oi.”

Quando eu já havia assistido metade das cenas da Alex via gifs no tumblr, eu tinha uma idéia que ela seria a lésbica predadora bitch atormentando a pobre hetero ingênua na cadeia.

Lord knows que eu não resisto a nenhum tipo de bitch e lá estava eu pronta para amar Alex Vause.

Orange Is The New Black - Alex Vause

E vieram as primeiras decepções estéticas… Não gostei do nariz, não curti o visual pin-up de suicide girls, detestei a sobrancelha de drag queen e achei as tatuagens vergonhosas.

Alex Vause

Eu duvidaria da lesbianidade de qualquer mulher com essa sobrancelha,

Orange Is The New Black - Alex Vause

E porque alguém tatuaria um saleiro?

Mas ela era bitch, né? Eu superaria.

Orange Is The New Black - Alex Vause

Oh, God, yes, please!

Foi aí que rolou a grande sacada do romance lésbico. Ao invés da Alex ser a bitch unidimensional cheia de confiança e dona da situação, ela passou a mostrar que tem suas fraquezas e que realmente era apaixonada por aquela loira sem-graça da Piper.

Orange Is The New Black - Alex Vause

Orange Is The New Black - Alex Vause

Safadeza atrai, fofura conquista. E Alex sai daquilo que a gente esperava dela e mostra facetas muito mais apaixonantes.

Orange Is The New Black - Alex Vause

O auge da minha paixão pelo romance das duas foi no episódio da máquinha de lavar-roupa, quando Alex revive a situação de abandono pela Piper.

OITNB

Orange Is The New Black - Alex Vause

E antes que você ache que ela é uma tonga apaixonada, temos mais um twist e descobrimos que ela é quem denunciou a Piper, o que poderia ter gerado uma revolta contra Alex, mas foi amenizada pela excelente justificativa de que iriam denunciar a Piper anyway, então que quem se beneficiasse fosse ela. Claro!  Porque isso aqui não é filme romântico não, é a vida real! Não, espera…

Orange Is The New Black - Alex Vause

Sim, eu tenho uma coleção de gifs da Alex ajeitando o óculos e só deus pode me julgar!

Minha relação com Alex também se estreitou quando descobri que Laura Prepon tem a exata mesma altura que eu. God, ela é um modelo!

Orange Is The New Black - Alex Vause

Mulheres de 1,78m podem dançar (bem)!

Orange Is The New Black - Alex Vause

Mulheres de 1,78m podem ser ordinárias no twerk.

OITNB

Mulheres de 1,78m não precisam ficar caladas quando algum noivo vem tirar satisfação por elas estarem pegando a noiva dele.

E por Alex Vause ser tão fofa, safada e esperta, nada mais justo que ela não terminasse a temporada sofrendo pela idiota da Piper.

OITNB

É só pentearem o cabelo da Nicky que na próxima temporada podem se livrar da Piper e manter só essas duas.

Contudo, alegria de lésbica dura pouco e há boatos de que a Alex aparecerá em um fucking episódio da próxima temporada. Eu, obviamente, vou pagar para ver, já que o produto vale seu preço. Mas, Alex…

Orange Is The New Black - Alex Vause

 

 

Compartilhe com a irmandade!Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on TumblrShare on Google+Email this to someone
Esta entrada foi publicada em Mídia e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

50 respostas para Orange Is The New Black

  1. Cassi disse:

    Hahahaha ótimo post Jac *-*
    Mas sinceramente, não quero que a Alex fique com a descabelada da Nicky, quero que as duas sejam amigonas mesmo e que a Alex fique com a Piper.. Quero que a Piper faça aquela carinha de cachorro sem dono, e no começo a Alex não dê bola, mas o amor falará mais alto e as duas se pegarão loucamente hahahaha

  2. Zeli Silva disse:

    Oi, Jac. Qto tempo! ^^
    Achei que só eu assistisse a serie e estivesse morrendo de ódio e saber que a Alex nao volta. Chorei rios. Será verdade mesmo?
    Como viver em um mundo sem a Laura Prepon sendo a lesbica mais fucking delicious ever?
    =(

  3. Camila disse:

    Adoooooooreeei o post!

    Não pare de postar, é incrível a maneira engraçada, e leve com que você escreve.

    Parabéns =)

  4. Natasha disse:

    O post tá muito bom!
    E acho que o fato de a Piper da vida real ter escolhido o Lary não influencia muito na série já que na vida real ela e a ”Alex” tbm não ficaram na mesma prisão.
    Ah e nos EUA jogar sal por cima do ombro esquerdo é superstição, sim a tatuagem continua sendo rídicula mas não é completamente sem sentido.

    • Jac disse:

      Ah, valeu por esclarecer isso do saleiro! Na verdade eu estava esperando que não fosse um saleiro e eu que eu que estava vendo coisa ahahahhaha

  5. Karina disse:

    Eu comecei a me interessar por OITNB logo que descobri que a criadora da minha queridinha Weeds tinha uma nova série. Ela mesma é lésbica assumida, então acho que dá pra entender como ela conseguiu captar esse nosso mundinho tão bem no seriado. Com a Piper eu tenho uma relação de amor e ódio (mais ódio). Não é difícil se identificar com ela, mas às vezes ela leva essa vibe burguesinha middle-class longe demais e tenho sérios impulsos de chutá-la xD
    A Alex sem dúvida é genial, eu discordo com você, adoooro o look pin-up e as tatuagens (tá bom, a do saleiro é meio aleatória, mas a rosa no braço? aiai…) Acho que eles acertaram muito na Laura Prepon, inclusive mais do que eles imaginavam, li em algum lugar que os criadores não esperavam que a personagem da Alex fizesse tanto sucesso ( nunca subestime o poder do fandom lésbico ). Na minha opinião essa possível saída da Alex é uma das maiores tragédias sapatônicas ever, aposto que todas nós choramos em uníssono quando a notícia saiu. Eu acompanhei a série desde o comecinho, e apesar de já ter terminado há bem uns 2 meses, continuo absolutamente obcecada pela Alex, ela é minha nova esposa imaginária. Nossa relação está indo muito bem…
    Enfim, o negócio é esperar pra ver o que vai ser da segunda temporada, o show ainda tem muitas personagens boas que podem segurar a barra e manter espectadores – o núcleo negro, a sophie, nicky, big boo, o guardinha bigodudo demoníaco etc.
    Mas se os produtores forem espertos e se derem conta de que metade do público do seriado é formado por lésbicas odiadoras do Larry eles com certeza vão mudar o script para não seguir o livro tão fielmente. A própria personagem da Alex é um desvio do livro, então acho que ainda há esperanças. E se não, we’ll always have season 1…

    • Jac disse:

      Choque! Jurava que Jenji Kohan era um homem (japa).

      Eu rezo todos os dias para que os produtores se dêem conta de que a saída da Alex (sem uma reposição lésbica digna), vai ser um baque imenso para série. Por mais interessante que sejam as outras personagens, uma vez que você apresente algo no nível da Alex fica difícil manter um interesse tão intenso.

    • Camila disse:

      Jenji Kohan é casada com um jornalista e escritor chamado Christopher Noxon… de que “black hole” veio essa informação de que ela é lésbica?

    • Jheniffer Dias Ferreira disse:

      Concordo com absolutamente tudo o que disse… até sobre ser obcecada pela Alex, eu beeeeeeeeeeeem sei o que é isso!

  6. Ariana disse:

    Nossa Jac, eu já estava até com saudades, mas valeu a pena esperar, o post ficou óteeeeemo, apesar de, como quase sempre, eu discordar de algumas coisas.
    Eu AMOOOO as latinas, cada uma mais linda que a outra! Elas quase não falam e as mais novas parecem meio retardadas tipo aquelas meninas de yés or no (não me julguem, não gosto de nada muito cute!). [SPOILER] To adorando que elas estão dirigindo a cozinha.
    Minha relação com a Piper se resume ao fato de ser engraçadíssimo ver ela se ferrando (quando a Red deixa ela sem comer e quando ocorre aquele furor por causa da galinha…aim) e é claro que sou louca maníaca doente pela Alex Vause, apesar de todos os “problemas” apontados por você…rsrsrsrs. Mas o que mais gostei no post foi a comparação das prisões, foi muito bem lembrado e comentado!!!

    • Jac disse:

      Olha, eu até suporto a nova chefe latina da cozinha (Mendonza) pq ela deu demonstrações de ser interessante, mas o resto… eu ODEEEEIO a Diaz.

  7. Noe disse:

    Ótimas considerações Jac! Hahaha como sempre!
    Eu vi toda a série em 3 dias seguidos…
    Não ficava tão viciada desde TLW sei lá!
    Mas tudo indica que a 2ª temporada vai ser só decepção!
    Alex vai embora, Piper vai ficar com o Larry, the end…
    Não quero nem ver (literalmente)

  8. Gabi disse:

    Juro que quando soube que é quase certa que a Laura Prepon vai sair (ou ao menos se tornar uma personagem apenas regular), já comecei a considerar a ideia de abandonar a série. Confesso que a priori, tirando as tatuagens, o visual dela não atrairia, mas ela é tão fucking bitch ft fofa broken heart que não tem como resistir. E ela de óculos? *suspiros eternos*

    P.S: não é porque é casal ht, mas o Larry é muito pé no saco. Daí junta o fato de ter atuado em A.P e fode tudo de vez.

  9. Cássia disse:

    Eles vão tirar a Laura porque senão o americanpiemor não teria chance!
    Adorei a série mas admito que não gostei do rumo que tomou e pelo que li vou gostar ainda menos.
    1,78m? ui, mais dois cm chego la, ou melhor, não chego pq já passei da fase de crescimento rs.

  10. Adriana disse:

    O texto esta incrível, tenho exatamente as mesmas opiniões.Comecei a assistir a série depois que meus amigos estavam pirando com ela. De cara eu também achei a Alex feia (perdão, senhor), mas depois que a história começa a se desenrolar é impossível não se apaixonar loucamente por ela. O problema é a abstinência que eu me encontro e esses boatos (que tudo indica serem realmente verdadeiros), sobre a participação dela em um único episódio na segunda temporada. Espero que os produtores percebam que isso será beeem negativo para a história (não SUPORTO o Larry) e meu coração não aguentará rs.
    Essa série é com toda certeza a melhor coisa que eu vi esse ano!

  11. Amanda disse:

    Jack, gata!!!

    Tá solteira?! Hehehe! Adoooooooooooro o teu blog. Sério. Só lamento que você não tenha tempo de dar o ar da graça mais vezes. 🙁

  12. Brisa disse:

    Sério? Eu não sabia desses boatos. Se ela sair eu paro de assistir, na moral, ela é demais ))))))))))))))):

  13. Lei de Gaga disse:

    Acho ela a caraaa da Anna Torv! s2

  14. Bárbara disse:

    Ótimo post! Já comecei a assistir a série, mas só de saber que a história é baseada na vida de uma hetero já fico triste. Provavelmente caminhe para esse fim.

    Ah! No parágrafo sobre a relação que você tem com a Piper, a palavra “narrativa” está com um só “r”. Veja lá.

    E adorei tudo. Não deixe de publicar! 😉

  15. Nunca tinha ouvido falar na serie até entrar aqui no blog, baixei todos os episódios e assisti tudo em um dia. Achei a historia sensacional, acho que a participação de todo elenco muito bem equilibrada, adorei os flashbacks das historias de algumas detentas, isso tira um pouco do carcere mental que provoca quando você (telespectador) só vê as paredes cinzas e grades. Achei a trilha sonora perfeita, a escolha do elenco foi brilhante.
    Comecei assistir a serie pela temática gay, a partir do momento em que isso mudar, não acompanho mais. Tudo indica que a Alex aparecerá em apenas dois episódios (2.1 e o 2.2), e na minha humilde opinião, não existe substituição no elenco que supere a Alex, afinal toda essa historia começa com ela e por ela, é a musa inspiradora da obra, eliminar Alex-Piper como casal será um tiro no pé.

  16. Eu AMO seu blog!! concordei com vc em quase todas as suas opiniões.. exceto que eu já era apaixonada pela Alex de outros carnavais (That 70’s Show.. quando ela era ruivinha)… no mais.. odeio o Larry.. odeio as latinas…

    Adoro seu bom humor pra escrever!!

  17. Isa disse:

    Adorei o OITNB!
    E adorei o post tbm

    Sobre o saleiro….será q n eh um pote de pimenta (como fala isso? pimenteiro? )?

    Pq ai faz sentido a tatoo, ela tatuou um pote de pimenta em referencia a Piper .

    Ou to viajando??

  18. I'm not Bitch Luh disse:

    hellow jac…estou c sdds de ver vc postando alguma coisa c mais frequência :/ ate pq vc eer pfta escrevendo adoooro *u*

  19. Bárbara disse:

    Terminei de ver a série e não consigo acreditar que vão reduzir as participações da Laura. Li alguns sites americanos que deram a entender que o problema não é com a produção e sim com a própria atriz, que parece estar sem interesse de continuar trabalhando no elenco fixo da série. Se é verdade ou não, só o tempo dirá. De qualquer forma, achei a Piper bem mais difícil de se gostar do que a Alex (que inclusive já me fez pesquisar o preço dessas armações dos óculos dela).

    Mas olha só… Aproveitando que você já publicou um pouco sobre OITNB, que tal falar sobre The Fosters? Também achei uma série interessante.

    Não deixe de publicar. 😉

  20. daiane disse:

    Esperando ansiosa para saber o que você achou de La vie d’Adele jac

  21. Alice disse:

    Será que alguma das meninas aqui, talvez entre as sapas adolescentes, conhece South of Nowhere? Era transmitida pelo TeenNick, da Nickelodeon, e tem apenas 3 temporadas, estando oficialmente cancelada. Cancelada ou não, eu acho que é bom ver (eu gostava e sempre assistia quando ficava entendiada ou era castigada pela Mamma Olivera quando morava com a família em Detroit).

    • Bárbara disse:

      Eu vi essa. Bem legal, mas é da série “você só assiste porque é lésbica”. Muito fraca a história. Se enrola em vários pontos e a gravação tem hora que é péssima. Fora aquelas imagens aleatórias que só Malhação sabe como irritar. Rs. Mas no final das contas, muita coisa que passou reflete a realidade das girinas.

  22. Juliana disse:

    Depois de ter visto o post , assisti a série em três dias!! , conciliando com a faculdade/afazeres .
    Meu Deus quais são as chances de uma ”GaTaNnNnN” dessas , causar o mesmíssimo efeito em todas as lésbicas do planeta?
    To viciada em Laura Prepon/Alex Vause <3
    Viciada level 1.0000… , stalkiei a mesma a ponto de assistir todos os trabalhos feitos por ela em 2 meses Oh Goshhhh
    Muito exagerado , i know , mas caras é a Alex Vause…

  23. Uma coisa muito interessante dessa série é que a personagem principal não monopoliza a série. A série aconteceria mesmo sem a Piper e continuaria fazendo sendo porque foi escrita e conduzida de uma forma muito boa.

    E ao contrário de vocês, eu não despenquei de amores pela Vause. Achei ela sexy e etc, but não muito mais.

    Eu percebi entre a Taystee e a Poussey uma vibe lésbica, principalmente algumas vezes onde elas estavam na biblioteca conversando. E quando a Taystee saiu, Poussey ficou muito chateadinha… mas não sei se é só meu olhar lesbo agindo ou se tem mais coisa aí. Eu acredito que a Poussey é apaixonadinha por ela.

    Assisti uma entrevista com a Danielle Brooks (Taystee) onde ela respondia o que levaria para a prisão: Chocolates e um homem heterossexual. E logo depois, acabei lendo que ela e Samira Wiley (Poussey) são “companheiras na vida real”, daí não sei, é foda porque abriu brecha pra altas coisas… Odeio essa insinuação. Enfim. Eu boto fé nas personagens e fora deles.

    Também fico na torcida pra Sophia se enamorar por alguma lésbica de lá, tipo da Big boo. Seria incrível! Lea DeLaria tem muito para ser mostrada ainda… a personagem dela pode ser uma boa revelação, uma vez que raramente temos as sapatão “masculina” mostrando mais que o básico.
    Mesmo que Sophia não fique com uma delas… Já acho a presença da Laverne Cox imprescindível pra essa série. Existe um histórico terrível que paira sobre a vida das pessoas transexuais/transgêneros no que tange a participação artística. Tanto que comecei a assistir e logo no 3º ep conta como Sophia vivia antes da prisão e eu fiquei imaginando “oh god, que não seja uma mulheres cisgênero representando uma trans, please…….”
    E bom, não é! Laverne Cox é trans fora da ficção. O cara que interpretou sua personagem antes da prisão foi o irmão gêmeo dela. Ficou muito massa.

    Outra coisa: Que série já mostrou uma mulher ir presa pq matou uma senhora da clínica de aborto que a ofendeu? Raramente esse assunto é falado (não que eu tenha visto todos os seriados do mundo, mas penso no âmbito geral do assunto) e a Dugget conta que já fez 5 abortos. No mínimo interessante. Tenho grandes expectativas pra 2ª temp por conta do último episódio… quero ver como a Dugget ficou, se ela sobreviveu.

    Sobre a Prepon: Acho que vocês vão gostar da notícia neste link http://www.minhaserie.com.br/novidades/14322-orange-is-the-new-black-laura-prepon-a-alex-aparecera-em-4-episodios-do-2-ano

    beijas

  24. Ai, ficou meio confuso a parte da Cox… Quis dizer que fiquei imaginando que fosse uma mulher cis atuando e não uma mulher trans e quando soube, foi uma surpresa maravilhosa. 🙂

  25. Lívya disse:

    Sério , superou a Shane …
    A sapa pode ser a mais ativona possível , mas não vai resistir ao charme de Alex Vause.
    Deus , estou morrendo de amores kkkk
    e eu que prometi a mim mesma que não iria mais me apaixonar por personagens. tsc tsc
    Alex me bejaa

  26. Jana disse:

    Sempre me divirto com as publicações!! Muitas vezes a verdade nua e crua vista com um humor ótimo rs Ainda mais vindo de uma curitibana rs também sou!

  27. TATI BERLIM disse:

    OI, ACHEI SEU BLOG AGORA E ESTOU RINDO ALTO SOZINHA COM OS COMENTÁRIOS SOBRE OS FILMES, REALMENTE VOCE OS FAZ MUITO BEM. GOSTARIA DE SABER SE VOCE TEM DICAS PARA COMPRAR OU BAIXAR ESSES FILMES. BJS.

  28. rockeirinha disse:

    Vero, tu morreu????

  29. rockeirinha disse:

    Publica please jack, estou a procura de uma velha sapa perdida

  30. Raissa disse:

    aiii, volta com o site querida, achava tão vivo e divertido =(

  31. Aline disse:

    Meu deus, fato que a Laura Prepon está maravilhosa interpretando a Alex, mas quem assitiu That 70’s Show e nunca imaginou 43467346723 bilhões de coisas a respeito da Donna??? Meu radar sapatônico adolescente me dizia que algum dia eu ainda ia ver meus sonhos virando realidade….

  32. Duh disse:

    21 aninhos, TI (; interessante … (;
    me liga ;D

  33. Bárbara disse:

    Voltaaaaa!!!

  34. camila disse:

    Eu gostava de um site na internet chamado Flexões Lésbicas, pena que a autora faleceu e nunca mais nada de novo foi publicado. rsrsrsr

    • SR Ezaltina disse:

      Estaremos finalizando o sistema/site em 15 dias devido ao óbito…obviamente

      Att

      Ezaltina Figueiredo

  35. Thaina disse:

    Nossa esse foi o primeiro post que li no seu blog e realmente meus parabéns, ganhou uma fã!
    Agora perai gente, tirar a ALEX? A SERIE SÓ EXISTE POR CAUSA DELA! Se não existisse Alex, a PIPER NUNCA teria ido para a prisão certo? E pronto e acabou e fim de papo u.u OITNB acabou aqui infelizmente, não somos obrigadas a aturar o Larry não, por favor u.u

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *