Ego e Lésbicas Buraco Negro

Já que não me é permitido ter estabilidade profissional/financeira e, ao mesmo tempo, amorosa, agora eu sou solteira (e ninguém vai me segurar, daqueeele jeito!).

Isso significa que, além de eu não ter player 2 para jogar Lego Senhor do Anéis, eu estou sendo obrigada a me integrar novamente na selva hostil comunidade lésbica. E não é incrível que, após 7 anos nesse mundinho, eu ainda descubro coisas novas?

Exploradora

Saiba mais aqui, no Discovery Dyke Channel.


Acredito que todas nós já conhecemos alguma lésbica do tipo predadora. Elas certamente têm suas motivações para dar uns catos conquistar mulheres: paixão por pele e lábios macios, sensação de proibido (thanks, catolicismo), achar uma mulher gata, estilosa, fofa, foda e/ou divertida ou não achar nada disso, mas, devido ao desespero à carência, ficar com ela mesmo assim.

Indiferente

“Acontece, né?”

Mas o que eu nunca never ever tinha visto era uma lésbica pegar alguém apenas para saciar seu ego. You know, elas vão lá e pegam sua presa não para se alimentar, não para curtir, não para passar o tempo na balada até o caronista estar pronto, mas para provarem que são boas o suficiente para pegar.

"Eu sei por que você ficaria comigo: eu sou o melhor partido da cidade! Quem não gostaria de ficar com alguém tão perfeita quanto eu?"

“Você é bonita e bem avaliada no mercado local. Se eu te pegar é porque eu realmente sou boa o suficiente.”

Essas lésbicas que eu chamo de buraco negro. É, não é uma expressão propriamente lisonjeira, mas possui a definição ideal: elas são formadas por drama extremamente maciço e compacto e arrastam todas as que passam por perto. Reparem nessa imagem capturada pelos satélites da Nasa:

Buraco Negro

Se você for romântica, ela vai te lembrar que faz duas semanas que vocês ficaram pela primeira vez. Se você for lasciva, ela vai conversar com você sem tirar os olhos da sua boca. Se você for carente, ela vai fingir ouvir tudo o que você tiver para contar.

Normalmente como vítima você não consegue diferenciar uma predadora comum de uma buraco negro porque, bem, não precisa ser muito esperta para saber que “vou te pegar só para eu me sentir pegadora” não é exatamente o que encanta uma mulher.

Mas sendo amiga você pode notar algumas atitudes sutis ou, como no meu caso, ouvir das próprias ordinárias declarações como:

“O que eu mais gosto nessa garota é como ela faz com que eu me sinta especial e linda.”

“Essa outra está em um relacionamento sério e eu não estou loucamente apaixonada por ela, mas será que eu seria habilidosa o suficiente para pegá-la? Ela não arriscaria um namoro por umas ficadas… a menos que eu seja that bitch.”

Beyonce - Ego

“Eu estou conversando com essa guria. Ela não é bonita, não me atrai e eu quase morro de tédio nas nossas conversas. Caso a gente ficasse, ela certamente vai se apaixonar por mim. Mas quem se importa? Vou pegá-la para ter certeza que consigo!”

“Vou ficar com essa guria duas vezes: a primeira para ver que eu consigo e a segunda para ter certeza que ela curtiu ficar comigo na primeira vez.”

Pensativa

“Ehm, na verdade, essa última me pareceu um tanto quanto… genial.”

É importante reparar que essas lésbicas não possuem egos inflados e nem se acham a última rapadura do nordeste. Muito pelo contrário! Elas são inseguras, carentes e possuem baixa autoestima, apesar de disfarçarem isso na caça, afinal, fake it till you make it .

Todas temos nossos momentos down, mas o que nos diferencia é como controlamos nossos egos. E controlar ego é como fazer investimentos.

Eu, conservadora que sou, gosto de renda fixa. Não faria meu ego depender de condições malucas porque gosto de mantê-lo previsível e não muito inflado.

Já lésbicas buraco negro gostam de emoção e surpresa e investem exclusivamente em ações… escolhendo as que compram por sorteio. Afinal, o que é mais instável que depender de pegar mulher para manter seu ego massageado?

Lesbicas

“Se pegando você eu sou a Brazil’s Next Dyke Superstar, então não lhe pegando eu não sou… nada?”

Para uma vítima dessas lésbicas há menos gratificação ainda. Ela provavelmente ficou apaixonada pela personagem apresentada a ela e vai querer ser a escolhida: a garota especial que vai fazer a buraco negro sair dessa vida infame de piriguetiação e entrar em um relacionamento sério.

Mas até aí, nada muito diferente do que acontece com outras lésbicas predadoras. O problema é que tudo sobre as buraco negro é ego.

Enquanto uma predadora comum escolhe mulheres minimamente interessantes ao seu ver e que provavelmente não trarão problemas, as lésbicas buraco negro não têm critério algum. Quer dizer, elas têm, porém ignoram completamente.

Confianca

“Isso significa que, mesmo a lésbica buraco negro te pegando, não há garantias de que ela te acha pegável. Interessante, não?”

Confesso que algumas vezes senti pena das vítimas, especialmente quando as buraco negro falavam mal de suas presas (embora esses sejam os momentos preferidos do meu lado sádico). Foi como assistir a um leão caçando um veado em um documentário do National Geographic: ora eu me empolgava com as artimanhas e truques dos leões, ora me compadecia do veado.

Choro

“Oh! Às vezes sou tão emotiva…”

Tampouco esse fenômeno me parece benéfico para a comunidade lésbica como um todo. Afinal, o processo da lésbica buraco negro é: pega, alimenta seu ego, pega a próxima, alimenta seu ego, pega outra, alimenta seu ego, pega mais uma e assim por diante. As carcaças vão se acumulando e uma hora algumas começam a cobrar um posicionamento quanto aos status do relacionamento feder, naturalmente.

"Por que você visuaiiza seu whats e não me responde? Por que você saiu ontem e não me convidou? Por que você não me ajuda mais a desbloquear as fases no Candy Crush?"

“Por que você visualiza seu whats e não me responde? Por que você saiu ontem e não me convidou? Por que você não me ajuda mais a desbloquear as fases no Candy Crush?”

E não sofrem só as envolvidas diretamente, mas as indiretamente também. Vai saber se a guria por quem você está apaixonada não está sofrendo de amores pela bitch que a pega só para se sentir bem? (Isso pareceu uma indireta passivo-agressiva, mas juro que não foi, dessa vez)

Mas sendo a piriguetiação puramente por ego perigosa para as lésbicas buraco negro, maléfica para as presas e criadora de drama para a comunidade, ela é benéfica para alguém?

Bem, tudo o que eu posso dizer é que tem sido muuuuito divertido assistir!

Popcorn

Compartilhe com a irmandade!Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on TumblrShare on Google+Email this to someone
Esta entrada foi publicada em Classificações, Identidade, Reflexões e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

65 respostas para Ego e Lésbicas Buraco Negro

  1. yara oliveira disse:

    Cara, eu conheço uma dessas, é muito complicado, mas acho q o fato dela ser feia (todos chamavam de dragão) fazia com q ela precisasse provar q conseguia pegar todas. Ela acabou desenvolvendo uma tática, já q não era muito atraente.

  2. Beatriz Godoy disse:

    Essas são perigosas! Mas adoraria me envolver com uma delas. u.u

  3. Negrariana disse:

    Putz, moro com uma dessas! Mas ainda não tenho certeza se eh uma questão de ego, o importante é pegar. E a maldita não sente o menor remorso com nada, nem em estragar os relacionamentos dos outros. O problema é que, se você convive com a individua, acaba ficando com o pé atrás!

  4. Biah disse:

    sou novata aque … esse post me assustou. rsrsrs
    sou nova no mundo lesbico também então acho melhor evitar as Lésbicas Buraco negro pq me apaixono muito fácil.rsrsrs e ainda tô tentando superar o amor platônico pela melhor amiga. mas afinal… quem nunca néh.
    aguardo ansiosa novos posts

    bjss

  5. Sr Ezaltina disse:

    O site se manteve por não ter expirado os 15 dias mencionados aqui anteriormente.
    Agradeço a compreensão e iniciativa

    att

    Ezaltina Figueiredo

  6. Fernanda disse:

    Olá, me chamo fernanda. tenho 21 anos, e estou aqui para lhe fazer um convite:

    Voce aceitaria participar de um blog maior ?? Estou com a ideia de ”juntar” todos os blog de pequeno e médio porte para formar um só…Com colunistas, desingn*, algo realmente ”grande” que futuramente (se der certo) transformaremos em um site.

    Sou dona do blog: http://www.dominiopessoal.blogspot.com
    meu e-mail é: contatosecundario@gmail.com

    Se voce se interessar por favor entre em contato.
    Att, Fernanda

  7. thaís aquino disse:

    hahahahahahhahahaha me senti tocada. fez sentido, não obstante, esqueceu que lésbicas buraco negro sofrem MESMO É por lésbicas buraco negro.

  8. Mariana disse:

    Ihhh. Ferro!! Axo q to apaixonada por uma lés Buraco Negro… Rsrsrsrs

  9. Lívia disse:

    O que acalenta o meu o meu coração, é saber que as buraco negro, algum dia, serão vítimas de outras buraco negro. Pensar num coração partido como motivo pra deixar de quebrar outros corações tão a tôa, me conforta taaanto. Mas lésbica sofre, gentchy.

    • Lívia disse:

      *revolta

    • Brisa disse:

      Que nada, lésbicas buraco negro não sofrem por outras lésbicas buraco negro. Elas sofrem quando se apaixonam de verdade mas a fama de buraco negro não deixa mais aquela menina legal se interessar por ela.

  10. Juliana disse:

    Quero saber é da segunda temporada de Orange is the new black :)))))), Jack, informe aqui por favor quando iniciar, e se surgir link pra ver online, poste-os.

  11. Vanessa disse:

    kkkk..adorei o post..
    Nossa, o interessante é que me identifiquei com quase tudo que foi escrito.Acho que sou uma Buraco Negro, mas nunca me dei por conta.
    Mas meu Ego não é Tãao Inflado..HAhahauha
    Gosto de Proporcionar momentos bons para quem estiver comigo, mesmo quando não estou tão bem e/ou não sinto muita atração pela minha ”Presa”, (como você mesmo exemplificou).Não acho isso um defeito.

  12. Juliana 2 disse:

    Não que eu seja do tipo que fica feliz com a desgraça alheia (cof, cof), mas algo me diz que tua solteirice vai render mais histórias pro blog. Que assim seja.

  13. Raissa disse:

    Aiiii Jack, mandou bem! estava com saudades!!! encontra um tempinho pra vc atualizar o site , ameeei o post, beijos!

  14. B. Swan disse:

    Ha! Então esse é nome !!! Já fiquei com uma garota buraco negro ou melhor caçei uma rsrs
    ( enquanto todas, sentimentais cm eu fogem, eu mais atraida do que assustada fui a luta rsrs )
    E constatei :
    1° Emoção é tudo pra elas ( a euforia de uma boa caça kkk )
    2° Para identifica-las você so precisa de uma pesquisa , stalkear a vida . . . facebook, possiveis “amigas” ou ex-s vai saber . . . Elas não param em NENHUM relacionamento, diferente das outras habituais “caçadoras” (adoro esse termo kkk) que entram em relacionamentos, que duram o suf iciente pra mudar status de relacionamento na comunidade que frequentam, enquanto as Dark Hole nunca, nunca vão fazer isso.
    Agora a dica tres e essa vale ouro em …
    3° Caso você queira “brincar de pega” com uma delas e assim faze-la cair de amores por você
    ( o que eu não fiz, por que estranhamente acho que uma garota Dark Hole será possesiva em um relacionamento serio kkk)
    Basta se fazer de dificil ou seja uma fake de garota buraco negro quanto maia emoção você der a ela durante a casada mais atençao dela você terá e quando isso acontecer (vc nao será mais a presa e sim ela a sua) jogue todo os seus encantos, faça ela ver que é uma emoção de caça melhor estar c vc do que na “savana” caçando.

    ps: não executei a dica 3 , mas deixo pra as dicas pra quem for mais aventureira que eu tentar, já que é algo arriscado, afinal voce pode se apaixonar primeiro por ela do que ela por você.

  15. Raissa disse:

    aaaaai que saudades que eu tava de vc jack!!! posta mais! adorei o post e odeio essas vadias HAHAHAHA beijão!

  16. giu disse:

    Eu sou uma buraco negro ‘-‘ não sabia que isso tinha “nome”

  17. Paula disse:

    Quando se está solteira, todo mundo é um pouco buraco negro! É inevitável, nem sempre no primeiro encontro já se esta namorando….

  18. Blog Lesbico disse:

    Eu AMO seus posts Jac!!!!
    Infelizmente já sofri por uma dessas… ou várias hahahahhahaha…
    É engraçado ler o que vc escreve e me identificar com tudo!!

    beijo!

  19. Photographer disse:

    Jackie, faz um post sobre “Blue is the Warmest Colour”, por favor! 🙂
    Adoro a maneira que escreve!

  20. Enomis disse:

    Olá, esse comentário é um pouco aleatório e nem tem ligação com esse post. Na verdade, nem conheço alguma lésbica “buraco negro” apesar de ter adorado essa definição. Aliás, não conheço lésbica nenhuma. Bom, eu só queria agradecer mesmo. Eu acho que já li seu site todinho em menos de 2 dias. E meu deus, como me identifico, me divirto e me emociono com suas palavras. Eu sinto que sou compreendida aqui. Tenho 27 anos e terminei em dezembro um noivado hétero perfeito para me aventurar nas minhas dúvidas. Eu sempre tive curiosidade sobre mulheres, mas como minha família é conservadora e nunca me faltou pretendentes… meus pensamentos nunca foram “livres” para pensar em um relacionamento com outra mulher. Mas eu tive a “iluminação” ano passado durante um filme (“Imagine You and Me”). E desde então eu procurei compreender de verdade quem eu realmente sou e porque fiquei tão balançada com o filme. Resumindo, eu já ME assumi, apesar de não ter assumido publicamente. Nem sei como começar a ser gay mas não quero mais viver sobre as expectativas dos outros… eu ando lendo muito e procurando filmes e vídeos. Bom, foi nessa busca que encontrei seu site, e agradeço cada palavra escrita. Estou nesse exato momento procurando os filmes que você citou em outro post! Eu desejo a você tudo de melhor nessa vida, obrigada por compartilhar suas experiências, pois vai ser através delas que eu vou construir as minhas. OBRIGADA! Bjão!

    • delih disse:

      Nossa, sua historia eh mt parecida com a minha… qnd me aceitei parece q td fez sentido e ainda tah fazendo.

    • Karina disse:

      Então (Simone – é que achei estranho e resolvi ler de trás pra frente =S)Também descobri esse site quando resolvi me aceitar. Só tive um relacionamento lésbico sério, com proposta de casamento e tudo mais, só que por ela não se aceitar e as nossas famílias desconfiarem e não aceitarem jamais, ela resolveu se afastar. Já sofri muito, hoje levo do jeito que a vida quer rsrsrs um abraço!

    • Jac disse:

      Que fofa você! Espero poder compartilhar mais experiências lésbicas em uns meses. Mas, por enquanto, filmes e séries são um começo seguro nesse mundo e eles vão te ajudar bastante agora. (Mas não deixe passar muito tempo sem a prática).

  21. Mariana disse:

    Muito boa a definição para esse comportamento de muitas lésbicas, mas para mim são as chamadas vadias.
    Nunca me envolvi sentimentalmente com uma dessas, mas confesso que uma ou outra vez quando eu estava deprimida, a companhia de uma dessas me fez muito bem.
    Para falar sinceramente, toda lesbica um dia ja desejou uma vadia na sua vida.As vezes..elas fazem bem…Só não vale se apaixonar!

  22. Mary disse:

    Que legal!!!

  23. Kaáh disse:

    Jac e demais.
    Apesar de estar no “mercado” há um tempo, nunca havia ouvido dizer sobre a lésbica buraco negro. Na verdade, fiquei tão descontraída com a leveza em que conduziu o texto que quero apenas parabenizar pela excelência pelo ótimo bom humor na sua escrita. Talvez não responda meu comentário, mas meus parabéns são sinceros, tanto que vou virar de cabeça para baixo o flexões para iniciar bem o meu dia! Ótimo feriado à todas.

  24. Jenny disse:

    Estou em uma situação um tanto estranha .. tenho namorado e estou com ele a bastante tempo mas tenho uma amiga que tenho uma quedinha por ela e tenho certeza que ela gosta de mim!! ela me provoca muito e o pior é que ela só decidiu ficar assim em cima de mim depois que comecei a namorar e eu era super apaixonada por ela e acho que ainda sou , mas n quero trair meu namorado ,essa garota me deixa de uma maneira.. queria muito ela pra mim mais fazer oque…
    Da hora a vida 🙁

  25. Escolhida disse:

    Ha ha ha
    Eu quis ser a “escolhida” de um buraco negro.
    Quis demais.
    Não conseguia entender o que acontecia, não entendia como alguém poderia agir desta forma.

  26. liv disse:

    Pretende fazer um posto sobre a novela em família do maneco, Clara e Marina ???

    • Jac disse:

      Menina, acompanho o casal e tenho vontade de fazer um post, mas se for acontecer vai ser só a partir de junho =/

      • Photographer disse:

        Você só vai escrever em Junho agora? O.O

        🙁

        • Jac disse:

          No mínimo em junho =/

          • Photographer disse:

            Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh! 🙁
            Mas tudo bem, melhor do que nunca né… rs.

            Bom, posso confessar uma coisa?
            Tava me achando meio injusta. Nunca escrevi aqui, mas descobri o blog em 2011, quando tava fazendo intercâmbio e desde lá, não consegui mais parar de ler! Dou risada, recomendo o blog e me divirto demais! Eu sei que você já leu 23456789765 comentários dizendo a mesma coisa, mas não tava achando justo ser uma leitora assídua e nunca comentar em nada!

            Que venham os próximos posts! 😀

          • Jac disse:

            Eu já li algumas vezes, mas pode continuar falando ahhahahah

            Eu entendo o lado das leitoras. Meu blog lésbico preferido (effing dykes) não atualiza desde agosto. Mas sou mto relutante a encerrar o Flexões de vez, então sempre há uma esperança =)

            (E continue comentando qd houver novos posts)

  27. Fernanda Nigro disse:

    Foi triste ler isso e além de ME identificar, identificar outras pessoas nesse post. Snif.

  28. Deep Dark Hole disse:

    Se tem um buraco negro.. Cá estou! É f**a admitir… Mas acho que é mais uma questão de autoafirmação do que ego.. E ao contrário do que parece, não é algo intencional… Quando me interesso por alguem me dou 200% e é só você escutar mais do que falar que você consegue perceber o que a mulher gosta… Então tento ser oq ela quer… Só que mulher se apaixona rápido demais.. E ai perde o encanto.. Em contra partida, as poucas vezes que me apaixonei… Não fui levada a sério pela fama q levo… :/ true story!

  29. Bárbara disse:

    Jac,

    Você deve ter encontrado uma escorpiana na sua vida. Parece muito. Essa questão toda do desafio despretensioso.

    E devo ressaltar que não concordo muito com essa história de lésbicas buraco negro. Não as afasto da classificação “predadoras”. São a mesma coisa. Não se importam e apenas querem “pegar”.

    De qualquer forma, mais um ótimo post. Já tinha até desistido de passar por aqui… Mas sempre que penso isso, eu volto.

    Falta o comentário sobre o filme Blue is the Warmest Color, além de The Fosters, que é muito bom (no meu conceito).

    Espero mais publicações em breve!

    Um abraço.

    • Jac disse:

      Nos casos, nenhuma era escorpiana. Mas boatos que elas gostam de desafio hahahahah

      Eu posso considerar as buraco negro como uma sub-categoria das predadoras até. Mas, por mais que elas não se importem e “apenas querem pegar”, o que diferencia é o motivo para querer pegar =)

      E não desista assim! Quando postar eu publico na página do face avisando.

  30. Aline disse:

    Encerrar o flexões?? Não faça isso! Fico aqui na esperança de que ele ganhe vida de novo, volte a ser atualizado com certa frequencia…
    Fico me remoendo por não ter participado do encontro do flexões há não sei quantos anos atrás (na época não morava em Curitiba e não deu pra ir, e atualmente estou do outro lado do mundo então mesmo que tivesse não iria…), e torcendo para que tenha outro em breve!
    Seu jeito de escrever é muito bom, com toques cômicos mas ao mesmo tempo realistas… Espero mesmo que volte a escrever com mais frequencia!
    🙂

  31. amanda disse:

    Jack onde eu acho lésbicas em Curitiba? Me de dicas please

    • Jac disse:

      Vá onde tem cerveja: no largo, ao redor da reitoria hahahah

      • Letícia disse:

        Jac quando vc estará postando algo novamente????
        Estou morrendo de sdd rs Todos os dias acesso o site cheia de esperanças…. e acabo relendo vários antigos hahaha

        P.S.: “Vá onde tem cerveja” SAHUSHAUSHAUSHUA

        • Jac disse:

          Ai, você é uma fofa, mas não posso prometer uma data pra postar. Nem vi a segunda temporada de OITNB pra você ter noção =/

          • Letícia disse:

            Ok 🙁
            Vou continuar esperando esperançosa.
            (enquanto assisto a nova temporada de OITNB, a qual até agr só vi 1 episódio rs)

            E… obrigada por responder ^^

  32. Thaís disse:

    SUAS FÃS SENTEM SUA FALTA, NOVO POST POR FAVOR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *