Dez Metas de Ano Novo para Lésbicas

Então é Ano Novo e o que você fará? Um drama lésbico termina e nasce outra vez.

Simone

Talvez sua tia já tenha planos de te apresentar para o filho da amiga dela, mas você, cara amiga sapatão, vai precisar de outros planos para seu novo ano. Por isso, deixo essa lista de sugestões de metas para que seu ano seja abençoado e cheio de shimbalaiê.

1 – Invista na sua saúde

Você pratica uma atividade física? Se alimenta bem? Aparece todo ano na ginecologista para ver a cara de confusão dela quando você diz que tem vida sexual ativa e não usa nenhum método contraceptivo?

Blablabla viver mais blablabla qualidade de vida e tal. Mas quer motivos realmente importantes para cuidar da sua saúde?

Pense: quem vai cuidar dos seus gatos se você morrer? Tua ex? Tua amiga que já tem outros 40 gatos em casa pra criar?

E você acha que com tendinite e dores na lombar vai conseguir manter o mesmo padrão de sexo lésbico até quando? Chegou nos 40 e acabou sua vida sexual? Na na ni na não!

Seleção USA Rugby
“Bora lá, sapatões, preservar nossa vida sexual e cuidar dos nossos gatos.”

2 – Invista na sua beleza

Polêmica! Como o mundo deveria ser fica para outro post. Vamos falar de como o mundo é. Beleza e aparência são importantes – ponto. Embora sejamos a comunidade que mais problematiza os “padrões de beleza”, todo mundo que já usou tinder ou foi para uma balada sabe como a banda toca realmente.

E não, você não precisa ser padrãozinha branca, feminina e magra para ser bonita do seu jeito. Defina o que é a sua beleza e invista nela. Quer fazer uma tatuagem? Pôr aparelho nos dentes? Fazer um procedimento estético que não ponha em risco sua saúde? Talvez um corte de cabelo curto estiloso? Ou se vestir melhor? Aprender a usar maquiagem? Tirar fotos estando gatíssima? Usar uma armação de óculos da moda? Comprar o All Star branco que toda lésbica tá usando? Defina o que vai te fazer olhar com orgulho no espelho e faça.

“Ah, mas a beleza que eu busco é a interior. Estar em paz com minha alma e olhar para meu semelhante com empatia sem julgamentos. Essa para mim é a beleza que mais quero cultivar nesse ano.”

Rihanna Annoyed

3- Invista na sua carreira

Falando em como o mundo é, ao invés de como deveria ser, a diferença salarial entre homens e mulheres continua aí. E ela te afeta em dobro se você se casar com uma mulher, afinal não somente você pode ganhar menos como não vai contar com um homem dentro de casa para ganhar o salário cheio e ter mais chances de promoção.

Então, se não terminou o ensino médio, termine. Faça um curso profissionalizante. Ou uma graduação (de preferência, uma que tenha emprego). Ou invista na sua pós. Em um curso específico para uma área. Crie sua empresa ou estude para um emprego melhor. O que importa é não descuidar do seu sustento.

Gato pedindo comida
“Vamos, humana, que minha comida não se paga sozinha e eu tô com fome!”

4 – Pare de babar por hetero

Por que diabos você está aí correndo atrás, se dedicando a uma pessoa que por definição não está interessada em ter relações com você?

Nesse ano, crie um pouco de vergonha na cara orgulho e amor próprio e dê um basta na sua submissão de ficar babando por hetero. Chega!

Mulher Explicando
“Mas, veja bem, ela me disse 4 meses atrás que sentiu vontade de me beijar. Só não aconteceu ainda porque ela está confusa. Mas você tem razão! Vou dar só mais um ano da minha vida para ela se decidir e depois chega! Dou um basta!”

5 – Dê um basta no relacionamento que te faz mal

Seguindo na mesma linha da meta anterior, use o método KonMari e se livre esse ano dos relacionamentos que te fazem mal (a parte do método de agradecer pelo papel que tiveram na sua vida é opcional).

Isso vale para a crush que fica de joguinhos aumentando sua ansiedade, para a amiga que fala mal de você pelas costas e para a namorada que te manipula.

Mulher chorando
“Eu bem que imaginei que você não ia me amar. Não sou suficiente, né? Faça igual a a Marina, a Paula e a Bruna. Não devia ter esperado que com você seria diferente.”

6 – Responda as crushes no Tinder

Eu sei, amiga. A preguiça é grande. Ter que contar pela milésima vez quem é você e ter que ser criativa para se diferenciar das outras opções na prateleira mulheres. Mas quem quer ir além da dor, tem que ir além do Bojador.

Se você quer uma vida sexual amorosa mais ativa esse ano (ou pelo menos ter uma para começo de conversa), vai ter que deixar a preguiça de lado e conversar direito com as crushes no tinder. E, veja só, até marcar encontros com elas antes que a conversa esfrie!

Mulher no celular
“Lá em cima tem um coqueiro, caiu um coco. Rola ou não rola?”

7 – Supere a ex

Sabe aquela crush maravilhosa com quem você saiu em um date e nunca mais te procurou? Bem, talvez se você não tivesse passado o encontro todo choramingando sobre como tua ex te traiu com todo o time de futsal, talvez ela até tivesse se interessado por você.

As melhores mulheres (inteligentes, experientes, adultas) vão fugir de gente apegada com ex.

Mulher em Encontro
“É que sabe o que é, Juliana? Posso te chamar de Ju? É que tudo foi muito intenso com minha ex. A gente se apaixonou de primeira vista e logo nos mudamos para mesma casa. Aí foram os primeiros anos maravilhosos, mas de alguma forma as coisas foram mudando. E um dia do nada – DO NADA – ela vem e me diz que quer terminar. Meu mundo caiu né?”
Mulher Aborrecida
“hm.”

8 – Tenha uma vida além da sua namorada

Eu sei que você ama sua namorada e tenho certeza que ela tem muito a acrescentar na sua vida, mas a realidade é que você não precisa coincidir todos os seus gostos pessoais, hobbies e amigos com ela.

A individualidade mantém os momentos juntas especiais – e evita que sua namorada uma hora se canse de você toda hora grudada nela, usando as mesmas roupas, fazendo as mesmas coisas, vendo as mesma séries, ouvindo as mesmas músicas…

Casal Lésbicas

9 – Incentive o bar lésbico da sua cidade

Eu sei o que você está pensando. “Você quer que eu deixe de ir no meu bar cool instagramável para ir naquele bar que só vai tiazona caminhoneira?”

Exatamente! Crie o hábito de chamar o seu sapabonde completo para curtir uma noite lá, ajudar uma empresária lésbica, fazer o bar se tornar popular, ficar por dentro das fofocas, encontrar umas exes e, de quebra, manter a vida lésbica da sua cidade pulsante.

Bar Lésbico

10 – Organize uma luta no óleo/lama

Que mané Halloween o quê! Se tem algo que já passou do tempo de importarmos dos EUA é essa verdadeira tradição cultural lésbica.

Essa definitivamente é a meta mais importante da lista. Só em executar ela, você estará realizando todas as demais. Acompanhe o raciocínio:

  • 1- Você cuida da sua saúde, afinal é uma atividade física.
  • 2- Que lésbica não ficaria gata numa luta de óleo?
  • 3- Sua nova carreira poderia ser organizar essas rinhas lutas – e abrir as apostas para fazer um dinheirinho.
  • 4- Quem tem tempo para hetero quando se faz parte de um grupo de lésbicas que lutam no óleo/lama?
  • 5- O mesmo se aplica para seu relacionamento que te faz mal.
  • 6- Ao invés de passar 3 meses respondendo crushes no tinder, você já pode ir direto pro contato corporal com elas na luta.
  • 7- Você pode superar sua ex acabando com ela no combate.
  • 8- E bem… já que é saudável você ter hobbie diferentes da sua namorada, que tal lutar com lésbicas em biquínis?
  • 9- E a vida social lésbica da sua cidade nunca mais será a mesma.

E se você não está convencida que o melhor para sua vida no próximo ano é a luta no óleo/lama, esse vídeo vai te convencer:

De Nada

Me conte quais serão suas metas lésbicas no próximo ano. Superar a ex? Superar a hetero? Pé na bunda da girl lixo? E em qual data será a seu torneio de luta lésbica no óleo?


Icon-Facebook Facebook
Icon-TwitterTwitter

Icon-Instagram Instagram do Flexões
Icon-Instagram Instagram Pessoal


Icon-Star Lista de Posts do Blog

11 respostas para “Dez Metas de Ano Novo para Lésbicas”

  1. Vejamos:

    1.Saúde: Só faço isso pelos gatos que terei um dia.

    2.Beleza: As mãos, meninas, las manitas.

    3. Carreira: Ou ainda servir a nossa nação como servidora público, de quebra passar na cara dazinimiga sua carteira funcional (imaginem aqui um gif da Paola Bracho com uma taça de Champagne).

    4. hetero: Não dá pra resistir ao seu amor. Você me olha assim, baby eu vou ♫♫♫

    5. Relacionamento ruim: ✓ (ou quase)

    6. Tinder: Amei essa do coqueiro hahaha

    7. Ex: Façamos novas exes, minha gente. Para o Alto e Avante!

    8.Vida:✓

    9. Bar Lésbico: Mas voltem de “aplicativo”, porque precisamos de lésbicas vivas e em boas condições de uso 😀

    10. Luta no óleo/lama: Parei e pensei neste item. Conclusão: “Lá em cima tem um coqueiro, caiu um coco”.

    Minhas metas para 2020:
    – Continuar sendo essa pessoa espetacular e humilde que eu sou.

    – Ir trabalhar de bike por ao menos 30 dias (eu ambientalista).

    – Terminar de ler um livro que comecei em 2017.

    – Talvez, quem sabe, caso possível, surtar menos 🙂

    Em tempo:
    Que bom que o site está voltando em pleno vapor com os postes! Este ano foi mais de dois. Rasô, viado.
    ——-
    Jack, ainda na esperança daquele post sobre personagens lésbicos de desenhos/animações (com menção honrosa para o final de A Hora da Aventura).
    ———
    A última vez que comentei no Flexões acho que foi em 2015, no Mis Brasil Lésbica. Bora voltar com isso aí, produção hehehe.

    Inté.

    1. Sobre a beleza das mãos você diz de usar anéis? Tenho visto bastante lésbica com eles hahahahaha (Unhas pintadas já nem tanto)

      Pelo que ando acompanhando andar de bike também é uma das últimas modas lésbicas também.

      Você com o livro desde 2017 sou eu com os posts hahahaha Acho que não vai mais rolar um sobre A Hora da Aventura justamente porque perdi o timing de comentar =/

      Já o Miss Lésbica… sendo bem honesta, tenho medo de fazer e flopar ahahahah

      1. Só mãos bem cuidadas. Pintura já seria um plus legal rsrs

        Eu não sabia que bike tava na moda lésbica. Está na minha lista porque comprei uma há meses e não ando

        Quero vir aqui contar meu testemunho: “irmãs, enfim acabei de ler aquele livro hahaha

        Flopar, eis a palavra que uma colega hetero que me ensinou o significado kkkk
        Se fizer o Miss Lésbica tem meu apoio – nos comentários 😉

        Adoro seus postes S2
        Bjs.

  2. Ótimas dicas ! O capitalismo não tem dó de ninguém por isso temos de procurar profissões que tem bons salários.
    Jack, que bom que voltou. Adorei o novo template!!

  3. É uma sensação tão gostosa entrar aqui e ver novas postagens! Já fazia alguns meses que eu não vinha, mas é melhor chegar atrasada do que não chegar, certo? Hehehe’

    Então, no auge dos meus 23 anos (indo pra 24 e ficando saturada de ver pessoas postando memes sobre o choque de chegar aos 21), decidi por em prática algumas das minhas metas pessoais para esse ano.

    Voltei para Maceió, minha cidade natal a fim de ficar mais perto da minha família, principalmente meus avós.

    Mas vamos lá:

    Metas para 2020:

    ➤ Voltar para a academia [ ✓ ]
    ➤ Fechar pelo menos um braço com tatuagens (falta pouco) [ ◌ ]
    ➤ Ser menos preguiçosa ao lidar com “contatinhos” [ ]
    ➤ Entrar de vez pro curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas [ ✓ ]
    ➤ Compor uma ou duas músicas no ukulele [ ]
    ➤ Aperfeiçoar meu inglês e continuar estudando francês [ ◌ ]
    ➤ Conhecer mais pessoas [ ]
    ➤ Me esforçar um pouco mais para manter contato com as pessoas que eu conhecer [ ]
    ➤ Ser mais presente na vida da minhas irmãs [ ◌ ]

    Legenda:
    ✓- check
    ◌ – in progress

    Acho que essas são as prioridades, uso repelente contra héteros, quando sinto cheiro de girl lixo já coloco pra vazar, superei a ex deixando ela do outro lado do Brasil… Preciso mesmo é deixar o conforto da minha solidão de lado e sair um pouco da caverna pra conversar pessoalmente com seres humanos diferentes por mais de 30 minutos sem ficar exausta e manter amizades. (Um bj pras introvertidas, tmj)

    1. Sim! Antes tarde do que nunca hahahaha

      Achei tão maduro você mudando de cidade para ficar mais próxima da família! E bem, tem umas metas aí de melhora de saúde e de vida financeira, muito bem! Já as sociais parece que exigirão mais esforço e entendo… Não é fácil conhecer gente sendo adulta =/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *